24.6.17

SONHO AO LUAR - PARTE VIII


Pela primeira vez, viu no seu rosto um leve sorriso.
- Bom parece que está empenhada em mostrar serviço.
- Entusiasmei-me, nem dei pelas horas, - disse ao mesmo tempo que parava o gravador. Imprimiu a última folha, e fechou o computador. Teve vontade de lhe dizer que gostava da história, mas temeu que ele pudesse pensar que estava a intrometer-se.
- Deve estar cheia de fome. Vou pedir à Antônia que lhe faça um lanche.
- Não precisa. Daqui a pouco são horas de jantar. Bom, então até amanhã.
Ele não respondeu. Parecia perdido em qualquer mundo só dele.
Já na rua, a jovem respirou fundo. Tentava recuperar a calma, mas estava difícil. Tinha mais dez anos, era uma mulher adulta, mas no seu íntimo sentia-se como a rapariguita de dezasseis anos.
Chegou a casa, tomou banho, mudou de roupa e foi para a cozinha, onde a avó se afadigava a fazer o jantar.
- Senta-te avó. Eu acabo de fazer o jantar. Desculpa, estive toda a tarde a redigir o novo livro do Hélder. Ainda não descobri o nome que usa como escritor, já que confirmei na net e não existe nenhum livro publicado por Hélder Figueiredo. Dizes que há dez anos ele não vinha cá?
-Mais ou menos. Lembro que há uns três anos, vi as janelas abertas, mas foi só um dia, não cheguei a vê-lo. Ou veio buscar alguma coisa e partiu de seguida, ou foi alguém a mando dele. Hoje admirei-me de o ver passar para o lado da serra, e fiquei a pensar o que é que fazias lá, se ele não estava. Eu pensava que ias escrever o que ele te ditava.
- Não é preciso que esteja presente, avó. Quando ele tem ideias novas, dita-as para um gravador. Depois eu oiço e redijo. Isto quando se trate do livro. Haverá muitas outras tarefas que não a redação do livro, mas que fazem parte do trabalho de uma secretária.
- Bom, a falar verdade, eu continuo a achar esta ideia maluca. Penso que devias voltar para a cidade, e procurar dar um rumo à tua vida, esquecendo essa paixão de menina, que temo só te traga infelicidade.
- Pode ser avó. Mas tenho que tentar. Não tens ideia de quantas noites, passei sem dormir a pensar nele. Se não o esqueci, quando não sabia nada dele, como vou esquecê-lo agora que o tenho aqui e que sei que precisa de mim.
- Temo que confundas pena com amor, filha.
- Não te preocupes. Sei a diferença. A comida está pronta. Vamos jantar?




Feliz noite de S. João.


11 comentários:

Edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edumanes disse...

Ainda agora acabei de comentar o capítulo anterior, mal tive tempo para respirar.Logo apareceu o capítulo seguinte. A passos largos está caminhando para o fim!Eu sou mais vagaroso, não tenho assim tanta pressa! Porque as pressas nem sempre dão bom resultado!
Tenha uma boa tarde e um bom dia de São João amiga Elvira, um abraço
Eduardo.

Rui disse...

Continuo a pensar, Elvira. Se toda a gente a conhece por lá, mais tarde ou mais cedo, ele pode vir a sabe-lo por terceiros. (?)...
... mas para já, tudo perfeito ! :)

✿ chica disse...

Até quando ela conseguirá ficar sem revelar a verdade? mas ela o ama...Tomara dê certo! bjs, chica FELIZ São João!

aluap Al disse...

A acompanhar.
Feliz S.João.
Abraço.

Jack Lins disse...

Ai Elvira, coitada da sua mãe não moto e o seu pai? Desligado, só foi dar falta dela no destino...apesar de trágico, não pude deixar de rir...Fiquei imaginando eles contando aos filhos tempos mais tarde. NeMas sei se foi assim que aconteceu, mas minha mente anda voando.
Vou ler os outros contos,para então voltar e comentar.
Grande beijo

Anete disse...

Oi... Voltando p ver a continuação... O amor espera pacientemente... Mas, uma coisa fiquei aqui pensando, será que ele não percebeu nem um pouco que ela é a "menina que cresceu"?!? Não reconheceu a voz??
Bom fim de semana... Um abraço grande...

AvoGi disse...

Pelo que li ele não sabe que é a jovenzinha que lhe roubou um beijo.
Alguém vai dizer é ele não vai gostar de saber que é ela a secretári
Kis :{{

Roaquim Rosa disse...

bom dia
a nossa cabeça não para de imaginar como vão parar as modas, mas no fim temos sempre uma surpresa.
bom fim de semana e que não seja tão cruel como a ultima !!!
JAFR

redonda disse...

Será que vai dar para se entenderem?
Será que ele também gostou dela e ainda gosta?

Vou ler o próximo capítulo...

Os olhares da Gracinha! disse...

A pouco e pouco...vão recordar!!!
Bj