3.6.17

JOGO PERIGOSO - PARTE XV







Do sítio onde se encontrava, jantando sozinho, coisa rara nele, David viu o grupo que entrava no restaurante, e se dirigia para a longa mesa sobre a qual havia o dístico de reservado.
Lançou sobre o grupo um olhar vago, mas de repente, ficou rígido. Um das mulheres, parecia-se extraordinariamente com Daniela. “Ou era ela?” Interrogou-se mentalmente. Parecia mais nova. E mais bonita, apesar da sua sócia o ser muito. Recostou-se na cadeira, procurando observar o grupo sem dar nas vistas, quando ela virou o rosto para o companheiro, e ele teve a certeza, de que se tratava de Daniela.
Com aquele vestido negro, que lhe moldava o corpo, e o cabelo solto, estava linda. Ficou sem respiração, quando ela se encaminhou para o seu lugar na mesa, e ele pode observar que o vestido deixava a descoberto as costas na sua totalidade. Praguejou baixinho. Como era possível que ela fosse assim para um lugar público?
Quase não comeu, completamente pendente da mulher que se encontrava na outra mesa. Tinha vontade de se levantar, ir até lá, pegar-lhe na mão e trazê-la para junto de si.
Não sabia o que se passava com ele. Desde que a conhecera, nunca mais se interessara por mulher alguma. Só pensava nela, era como uma doença. Queria apertá-la nos braços e beijá-la até a fazer desfalecer de paixão. Amaldiçoou-se. Que raio de sentimento era aquele? Como é que podia ter-se apaixonado por uma mulher que nem sabia se era comprometida?
Daniela estava sentada entre uma mulher e um homem. De onde estava, podia ver que conversava indiscriminadamente com os dois. Logo deviam ser amigos. Se ela tivesse namorado, estaria ali. Pelo menos era o que ele faria se fosse seu namorado.  
De repente soube que queria aquela mulher para ele. Não para uma aventura como costumava ter com as inúmeras mulheres que passaram pela sua vida, mas como a sua mulher, sua amiga, sua amante para o resto da vida.
Sorriu com ironia. Desde quando não sabia o que fazer para conquistar uma mulher? “Desde que te apaixonaste” respondeu-lhe o seu subconsciente.
 De súbito, um homem jovem, alto e louro, aproximou-se da mesa, onde o grupo jantava, e David reparou que Daniela perdia o sorriso. O homem em questão, fez um cumprimento geral, trocou algumas palavras com Daniela, e despediu-se com um aceno.



15 comentários:

António Querido disse...

OLÁ amiga!
Passei para deixar o meu abraço.

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
A historia continua muito interessante.
Vou aguardar os próximos episódios.
Beijinhos e bom fim de semana.
Ailime

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Empolgante história que venho acompanhando aos pedaços, entre às partes constantes do todo já postado, mas creia-me que é imenso o prazer por deleitar-me com tão excelente discorrer literário, cuja forma nos apega e o enredo prende a atenção sobremaneira. Meus parabéns, Elvira. Você escreve maravilhosamente bem. Grande abraço. Laerte.

Anete disse...

Que legal, a paixão está no ar!...
Um abração... Bom fim de semana...

AvoGi disse...

Um pouco de cIume ...não vá estragar a relação
Kis :=}

✿ chica disse...

Ele de longe olhando...Vamos ver! De volta, deixo beijos.,chica

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história e desejar um bom fim de semana!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Roaquim Rosa disse...

bom dia
está a chegar a altura das duvidas .
bom fim de semana.
JAFR

Ana S. disse...

A paixão é assim! Avassaladora, sem limites e acontece quando menos se espera.
Bom fim de semana.
Abraço

esteban lob disse...

El amor tiene sus momentos. Si se desaprovechan, puede ya ser demasiado tarde.

Abrazo austral.

Jack Lins disse...

Olá querida Elvira,
Mais um conto emocionante. Poderia juntar todos em um livro, o que achas?
Grande beijo e um ótimo final de semana.

Edumanes disse...

Mistério por desvendar, talvez perturbante para David, aquando da aproximação, desse homem em questão fez com que Daniela tivesse perdido o riso!

Tenha um bom fim de semana amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

Odete Ferreira disse...

Muito bem, senhora contista. Leitura em dia e a aguardar, com curiosidade, os novos ingredientes.
Bjinho 😊

redonda disse...

Mesmo o que eu queria que sucedesse! :)
Vou ler o capítulo seguinte...

Rosemildo Sales Furtado disse...

Esse homem que apareceu, será o divorciado? Depois de tanto tempo? O David tem que ir até Daniela, para que o sorriso volte aos seus lábios.

Abraços,

Furtado