5.6.17

JOGO PERIGOSO - PARTE XVIII






O empregado voltou com os pratos pedidos, e David esperou que ele se retirasse para fazer a pergunta que lhe queimava a garganta.
- Amavas o teu marido?
A afirmação saiu firme.
-Sim.
-Traiu-te?
- Sim e não. Desculpa, não me sinto preparada para falar disto. Porque não me falas de ti agora?
-Não é um tema interessante. Sou um rapaz do campo, filho de gente pobre, que com muito esforço, conseguiu estudar e que um dia conseguiu criar uma microempresa, que não mais parou de crescer.
- Só isso? E quando conheceste o Daniel? Ele disse que se conhecem há muito tempo.
-Conhecemo-nos na faculdade. Pensava que eramos amigos, até descobrir que tinha uma irmã, e que nunca me falou dela.
-Cursaste Medicina?
-Economia.
-Então não devia haver muito tema de conversa entre vós.
-Enganas-te. O teu irmão sempre se interessou pela economia dos países africanos. E havia outras coisas, em que estávamos de acordo.
-Mulheres, suponho.
-Talvez, - respondeu sorrindo
Acabaram a refeição em silêncio. A noite estava muito bonita. O ruído do mar misturava-se à música, e na pista de dança, havia já alguns pares.
O empregado entregou a lista de sobremesas, levantou os pratos e retirou-se.
- Tens alguma preferência? – Perguntou ele
- O gelado de framboesa. E tu?
Teve vontade de lhe dizer que a preferia a ela. Mas não se atreveu.
- Não sou muito apreciador de doces. Aceito a tua sugestão.
Saborearam os gelados.
- Queres dançar?
Tinha vontade de o fazer. Mas não tinha coragem. Tinha plena consciência da atração que ele lhe provocava, do desejo que lia no olhar masculino e da sua vontade em se deixar levar. Desde que se divorciara, nunca mais tinha saído com um homem, a não ser em grupo. Estava carente. A noite estava a ser maravilhosa. Tinha receio de estragar tudo.
- Preferia dar um passeio pela praia.
*************************************************************************************

Uma pergunta aos leitores: Não acham que esta  (estória) história está a ir depressa demais? Eu sei que hoje em dia vive-se a correr. Mas que vos parece?


18 comentários:

Tintinaine disse...

Também acho. Metê-los já na cama e escrever "e foram felizes para sempre" parece-me pouco. Talvez introduzir algum novo personagem que pudesse esticar um pouco a coisa não fosse má ideia.

✿ chica disse...

Eles estão se conhecendo mais profundamente e a coisa vai evoluindo. Acho que já tens algo enredado pra nós,rs... bjs, chica

Edumanes disse...

Agora tentam descobrir o passado um do outro. Pensem mas é no futuro. O que passou passou, e não volta nunca mais.

Acho sim amiga Elvira de que está indo depressa demais. Para que é que serve tanto correr se tudo acaba no fim!

Tenha um bom dia de segunda-feira, porque amanhã já é terça-feira, um abraço,
Eduardo.

Anete disse...

Olá, Elvira... Estou gostando dos novos passos por aqui, o casal está se conhecendo e se apaixonando mais e mais...
Acho que está indo muito rápido. Você põe o capítulo seguinte rapidamente, às vezes, fico meio perdida, tendo que ler 2 ou 3 capítulos de uma vez. É que são muitos blogs a visitar e comentar na blogosfera...

Um bj e boa semana...

Majo Dutra disse...

Por mim, acho-a linda, mas estou à espera de algo que atrapalhe
o curso dos acontecimentos e torne a relação mais amorosa do
que passional...
Abraço grande, Elvira.
~~~~~~~~~

Bell disse...

A evolução da história está com a vida é rápida demais rs...

bjokas e uma ótima semana =)

© Piedade Araújo Sol disse...

está a decorrer normal, agora, acho que tem que aparecer um segredo.
mas está a ser muito interessante.
boa semana.
beijinhos
:)

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Não acho que está correndo não.
Está como a vida mesmo.
Na expectativa, querida Elvira, beijinhos.

redonda disse...

Não acho que esteja a ir depressa demais, acho que está a ir muito bem e quero ler o próximo capítulo!
um beijinho
Gábi

AvoGi disse...

A vida de hojee é assim: conhecem-se de manhã, vão para a cama à tarde(não quer dizer que vão juntos!), casam à noite divorciam-se ao amanhecer
Outros tempos
Kis :=}

Vera Lúcia disse...


Olá Elvira,

Depois que fiz meu último comentário foi que percebi que havia outros capítulos prontos.
Não acho que o desenrolar esteja fora dos padrões, pois assim é na vida cotidiana.
Continuo adorando a leitura. A esta altura, David e Daniela já estão completamente envolvidos e apaixonados.Torcendo por eles.

Beijo.

Pedro Coimbra disse...

Está a ir a bom ritmo.
E esta do passeio pela praia traz-me gratas memórias :))
Um abraço

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Está interessante e gosto bastante de passeios pela praia.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

maria disse...

Talvez... vamos ver... é um puzzle bem complexo, com peças aparentemente dificeis de encaixar, mas quem sabe se for Amor o que sentem um pelo outro,talvez seja possivel, porque, como já todos ouvimos "O Amor faz Milagres" :D

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
ME PERCO PELA BLOGOSFERA E QUANDO VOLTO GOSTO SEMPRE DO QUE LEIO.
ESTOU ADORANDO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Gaja Maria disse...

Está no ritmo certo Elvira :)

Rosemildo Sales Furtado disse...

Se o David era um verdadeiro mulherengo antes de conhecer a Daniela, quem sabe poderá surgir algo comprometedor, como uma gravidez ou um filho de algum romance do passado para atrapalhar um pouco o romance do presente?

Abraços,

Furtado

Berço do Mundo disse...

Voltei para acompanhar a história e devo dizer que há pessoas que entram na nossa vida e aceleram tudo, não se trata da vida de hoje mas de encontros que estavam destinados...