29.12.07

CINCO COISAS IMPORTANTES - Parte III

RECORDA SEMPRE AQUELES A QUEM SERVES


Naquele tempo um gelado custava muito menos do que hoje. Uma criança de 10 anos entrou numa gelataria e sentou-se numa mesa. A empregada veio e colocou um copo de água na mesa.
- Quanto custa um gelado de chocolate com amêndoas ?- Perguntou a criança.
- Cinquenta centimos - respondeu a empregada
O menino meteu a mão no bolso e tirou algumas moedas que examinou rapidamente.
-Quanto custa um gelado simples? - Voltou a perguntar.
Algumas pessoas estavam esperando mesa, e a empregada, já estava a ficar impaciente.
-Trinta e cinco cêntimos, - disse bruscamente.
O menino voltou a contar as moedas e disse:
-Quero um gelado simples.
A empregada foi buscar o gelado, que colocou em cima da mesa, junto com o talão da conta e afastou-se.
O menino comeu o gelado, pagou na caixa, e saiu. Quando a empregada começou a limpar a mesa, engoliu em seco ao ver alinhadinhas junto ao prato, algumas moedas que perfaziam vinte e cinco cêntimos. A sua gorjeta.



JAMAIS JULGUES A ALGUÉM ANTES DE TEMPO.

BOM DOMINGO A TODOS

28.12.07

CINCO COISAS IMPORTANTES - Parte II

AUXÍLIO NUMA NOITE DE CHUVA



Numa noite de chuva torrencial, perto da meia noite, uma mulher afro americana, de idade avançada, estava parada na berma da autoestrada de Alabama. O seu carro havia avariado, e ela necessitava urgentemente de ajuda. Toda molhada decidiu interceptar o próximo carro que passasse.

Um jovem branco se deteve para a ajudar, apesar de todos os conflitos que haviam nos anos 60. Ele a levou até lugar seguro, lhe ajudou a conseguir um pronto socorro para ir buscar o carro, e lhe arranjou um táxi para a levar ao seu destino. A mulher parecia estar muito aflita. Ela anotou a morada do jovem, agradeceu e se foi.

Sete dias se passaram, quando tocaram a campainha da porta do jovem. Ele foi abrir e para sua surpresa era um televisor de ecran gigante, a cores, entregue pelo correio. Com o Televisor vinha um bilhete que dizia:

"Muitíssimo obrigada, por me ter ajudado naquela noite na autoestrada. A chuva me encharcou o corpo e o espírito. Então apareceu você. Graças a você, eu pude chegar ao lado da cama onde meu marido agonizava, a tempo de me despedir dele antes que morresse.

Deus o bendiga por me ajudar e servir os outros desinteressadamente.

Sinceramente a senhora de Nat King Cole"



NÃO ESPERES NADA EM TROCA E O RECEBERÁS.



BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS.

26.12.07

CINCO COISAS IMPORTANTES

1ª - PERGUNTA MAIS IMPORTANTE

Durante o meu segundo semestre na escola de enfermagem, nosso professor nos deu um teste surpresa. Eu era uma aluna estudiosa e consciente e rapidamente li todas as perguntas, até que cheguei à última:
- Qual é o nome da mulher que limpa a escola?
Seguramente isto era algum tipo de brincadeira. Eu já tinha visto muitas vezes a mulher que limpava a escola. Ela era alta, morena de olhos escuros e aparentava cerca de 50 anos. Porém como ia saber o seu nome? Entreguei o meu teste deixando a última pergunta em branco.
Antes que todos terminassem, alguém perguntou ao professor se a última pergunta contava para nota.
Absolutamente, - respondeu o professor. Na vossa profissão ireis conhecer muitas pessoas. Todas são importantes. Elas merecem a vossa atenção e cuidado. Ainda que apenas sorriam e digam , "olá".
Nunca esqueci esta lição. E o nome da empregada era Doroty.

TODOS SOMOS IMPORTANTES


(Este texto enviou-mo uma amiga pela net. Como não vem assinada, penso que seja de autor desconhecido. É uma mensagem interessante, mas como é longa, vou publicá-la em capítulos)
CONTINUAÇÂO DE BOAS FESTAS

22.12.07

Uma mensagem de natal ...

A todos os amigos que me costumam visitar, aos que deixam rasto e aos que passam em silêncio, os meus votos de um Santo Natal, e um Feliz 2008. A todos agradeço o carinho com que me acolheram, e as manifestações de amizade. MUITO OBRIGADA.

19.12.07

YOGA

Porque achei este video uma ternura, resolvi compartilhá-lo convosco.

APROVEITO PARA PEDIR DESCULPA UMA VEZ MAIS PELA MINHA AUSÊNCIA QUE SE DEVEU A UM PROBLEMA DE SAÚDE DA MINHA MÃE. AGRADEÇO A TODOS OS AMIGOS QUE ME MANIFESTARAM A SUA SOLIDARIEDADE. MUITO OBRIGADA A TODOS.

17.12.07

JUSTIÇA PARA FLÁVIA

http://flaviavivendoemcoma.blogspot.com/

Para quem ainda não conhece a história da Flávia, a menina que há dez anos foi vítima de um acidente, provocado pelo ralo duma piscina, e que desde então vive em coma vigil, aqui fica um texto escrito pela própria mãe da Flávia:




Este blog existe, porque minha filha Flavia, que em poucos dias completará 20 anos de idade, está em coma vigil há quase 10 anos, desde que um acidente com RALO DE PISCINA lhe interrompeu a infância saudável. Este blog existe porque o acidente acontecido com Flavia já havia acontecido com outras crianças e continuou a acontecer, no Brasil, em Portugal, nos Estados Unidos, Na França, na Rússia... E este blog existe porque apesar da ação devastadora dos acidentes causados por ralos de piscina, locais e empresas responsáveis pela venda, instalação e manutenção desses ralos que compõem os sistemas de sucção de piscinas, continuam indiferentes à sorte das vítimas, continuam na impunidade, mesmo muitos anos depois da ocorrência das tragédias.

É preciso urgência na fiscalização da venda, instalação e manutenção dos sistemas de sucção de piscinas. É preciso punição exemplar para quem cometeu ou venha a cometer negligências com a segurança dos sistemas de sucção de piscinas. É preciso cobrar agilidade da justiça na proteção das vítimas.

Como eu disse no post anterior, sozinhos fica difícil, mas juntos, somos poderosos. Por isso, peço a adesão de vocês na blogagem coletiva que estará acontecendo no próximo dia 17 de Dezembro, para aumentar a visibilidade da história de Flavia que é apenas um exemplo, não só no Brasil mas no mundo, da negligência, da impunidade e do desrespeito aos direitos humanos de todos nós.Muito obrigada.

EM TEMPO: A empresa fabricante do ralo de piscina que causou o acidente que deixou Flavia em coma irreversível e que até hoje não foi condenada pela justiça brasileira a indenizar Flavia, conforme venho mencionando em posts anteriores, é a JACUZZI DO BRASIL.

Odele Souza

14.12.07

SEXTA-FEIRA DE GALA - PRÉMIOS




Amigos fui novamente nomeada para este prémio, pelo José Gonçalves do blog http://porentremontesevales.blogspot.com/. Eis o que escreveu José Gonçalves:


Sexta-Feira – A Elvira Carvalho tem a particularidade de me ter feito voltar atrás na decisão que tinha tomada há uns tempo em acabar com o meu blogue. Foram as suas palavras, o seu incentivo e a forma como a mim se dirigiu sem me conhecer que me fizeram estar hoje aqui de alma e coração. Foi por sua causa que acabei conhecendo amigos que jamais acreditei poder encontrar. Depois, foi entrando devagarinho e na altura própria no coração de todos aqueles que fazem parte já de um enorme grupo que a elege diáriamente como o farol mais forte de amizade e calor humano que todos nós necessitamos. As suas palavras calam sempre fundo pelo sentido solidário que lhes imprime. Por tudo isto não posso deixar de a considerar um “Blog de Elite”.

Obrigada José. Eu é que fiquei a ganhar. Ganhei um amigo e um blog que me tem dado bons momentos de leitura. E os nomeados são:

O blog do Nil. Homem de sete ofícios como soe dizer-se, Nil é jornalista, escritor, apresentador de TV , sei lá que mais. No seu blog ele partilha connosco histórias de uma vasta experiência. E é capaz de postar temas que nos levam a refletir, a olharmos para dentro de nós e a vermo-nos como nunca nos imaginámos. Solidário, ele está sempre pronto a entrar em campanhas, para melhorar a vida diária das gentes da sua cidade. Por tudo isto o Blog do Nil é um blog de Elite. http://nil.brito.zip.net/

São Banza. Recem chegada a este mundo da blogosfera, a São é uma amiga de longa data, com quem perdi a dada altura o contacto. Poeta, - me desculpe não gosto do termo poetisa - de mão cheia, ela tem poemas extraordinários. Ouro Crú é o nome do seu livro que espero não seja o último. São contraria a imagem dos poetas que vivem na lua. Ela tem os pés bem assentes na terra e o seu olhar crítico não deixa escapar nada do que se passa neste país. No seu blog, poderão constactar isto mesmo. São tem um blog de Elite http://saobanza.blogspot.com/


A papoila. A papoila tem um blog muito interessante. Escreve belos poemas, mas também trechos de prosa que nos encantam. Embora seja um blog que frequento à pouco gosto imenso dele e para mim é um bolg de Elite http://a-papoila.blogspot.com/


Eskisito. Eskisito é o blog de um professor, que o é por vocação, mas que como muitos outros neste país, nem sempre consegue ser colocado, e se vê obrigado por isso a ter que fazer outros trabalhos para os quais não está vocacionado. O seu blog, conta-nos experiências do dia a dia de professor, e também de outras profissões, quando a isso se vê obrigado. Enternecedor o amor pela sua Maria - a esposa . Um blog de Elite http://eskisitorules.blogspot.com/


Apátrida. Da vizinha Galicia Apátrida tem um blog, onde escreve numa prosa agradável pequenos contos fruto da sua imaginação, misturados com textos de cariz interventivo e revolucionário sobre a política da sua terra. Além disso Apátrida está sempre solidário com quem precisa. Um blog de Elite. http://galisivorg.blogspot.com/



Acabei de ser nomeada mais uma vez para este prémio pela Sophiamar. http://sophiamar.blogspot.com/ . Com uma explicação que me deixou a chorar de emoção. Eis o que ela disse:


Elvira Carvalho, Sexta-Feira, http://6feira.blogspot.com/ – Conhecer a Elvira é um prazer. Um prazer tão grande que considero indispensável que muitos outros a conheçam. Uma mulher que fala de si com a humildade que só os grandes o sabem fazer. Dotada de uma vontade férrea , subiu na vida a pulso fazendo um pouco de tudo. Disso muito se honra e tê-la como amiga é um orgulho para mim. Dotada de mãos hábeis, faz peças maravilhosas que podem ver no seu blogue Coisas Minhas. Escreve muito bem, prende-nos através dos seus posts que irradiam a força que muitas vezes necessitamos. Aprendi com ela. Muito! Desconhecia a vida das gentes ligadas à seca do bacalhau, por exemplo. Mas sei muito mais desta pequena /grande mulher. Obrigada, Elvira!Visitem-na e comentem. Ah, tem a 4ªclasse mas a sabedoria e a educação que muitos, mesmo muitos, não têm. Por tudo isto não posso deixar de a considerar um “Blog de Elite”

E então mais cinco nomeados:


Cheiros de Verão. Este é o blog da Azul. É um blog irreverente, no qual tanto podemos encontrar uma anedota, como uma bela melodia, um lamento da sua dona, a passar um mau bocado neste momento, ou um copo de champanhe para alguém que faz anos. Ou ainda um poema de um qualquer poeta que nos agrada sempre. Azul, é um verdadeiro vulcão de autenticidade. Por tudo isso o seu blog é um blog de Elite http://cheirosdeverao.blogspot.com/


Para lá caminho. Joseph, tem um blog de que também gosto muito. Nele podemos encontrar retratos de actualidade, sempre descritos com um olhar crítico, poemas, pensamentos famosos, ou simplesmente uma anedota engraçada. É igualmente daquelas pessoas que sempre teem uma palavra de amizade e simpatia para quem o visita. Um blog de Elite. http://para-la-caminho.blogspot.com/


Pitanga. Pitanga Doce, é o blog de uma amiga, brasileira, com raízes e coração portugueses. Um blog com temas muito interessantes, e também cm muita saudade á mistura. Para perceberem a razão da nomeação, vão até lá, e leiam por exemplo o seu ultimo post. Pitanga, amiga o seu é um blog de Elite. http://pitangadoce.blogspot.com/


100 mais nem menos. F. Jorge tem um blog que muito me agrada. Poesia, ou prosa poética agradável, facil de ler e entender, o que nem sempre é sinónimo. Gosto. Gosto tanto que acho que é um blos de Elite. http://fj-100maisnemenos.blogspot.com/


eclipse de luna. Este é um blog, extremamente interessante. Mar tem sempre histórias encantadoras para nos contar. Ninguém como ela para transportar um conto de fadas ou uma fábula, para os dias de hoje adaptando-a ao nosso dia dia e dando-lhe um sentido moral que nos leva a refletir e a ver certas situações de maneira totalmente diversas do que sempre pensámos. Além disso, Mar sempre tem uma palavra de amizade para quem a visita. Por tudo isto Mar o seu é um blog de Elite. http://eclipsedeluna-mar.blogspot.com/


E agora as regras do prémio:
Vamos lá, às regras do idealizador, o dono do blog PutsGrilo!com:


Indique 05 blogueiros que você considera ‘de elite’ e explique o porquê de seus votos. A brincadeira é simples! Você capricha no discurso com os 05 ‘moleques’ da blogosfera - eles podem já ter sido indicados por outra pessoa e torce que seja tão eficiente que você seja indicado pelo maior número dte pessoas.Como todo meme, é exigência um link para o blog que o indicou e outro para o criador do meme, neste caso o blog PutsGrilo!com. Os blogs terão até o dia 31 de dezembro de 2007 para receberem votos. Todos os votos depois dessa data não serão computados. Cada voto deve ser informado o mais brevemente possível por meio de comentários nesta página e somente serão computados votos emitidos por blogs com mais de 01 mês de existência. Além disso, não serão computados votos de uma pessoa para si mesma, claro.Durante o mês de janeiro todos os votos serão computados e o resultado, divulgado.Além disso, quem ganhar terá um prêmio em espécie. Que tal


Procurei não nomear ninguém que já tenha recebido o prémio.


Também recebi do amigo José Gonçalves o prémio blog com boas energias, que muito agradeço e que passo a todos os que me costumam visitar.


Da Aramis recebi o seguinte prémio que agradeço do coração e que igualmente passo para vós, em especila para aqueles amigos/as que neste momento estão a passar por uma fase difícil da sua vida.
Da Azul, recebi este prémio, o qual agradeço, embora confesse que não sei o que significa. Adiante. Também aqui fica para quem estiver interessado.
VOLTO A PEDIR DESCULPA A QUEM NÂO VISITO COM A FREQUÊNCIA QUE MERECEM, MAS É POR ABSOLUTA FALTA DE TEMPO. PROMETO QUE A PARTIR DE JANEIRO, VOLTO AO NORMAL.
UM BOM FIM DE SEMANA A TODOS

8.12.07

PORQUE HOJE É SÁBADO....



Porque hoje é sábado, porque toda a gente anda cansada, e também porque creio que todos tiveram sempre curiosidade em relação a como era possível este truque...


UM BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS

5.12.07

O MAIS DIFÍCIL...


O mais difícil
hoje
não é sonhar
ainda que
o sonho
seja pérola negra
aprisionada
na ostra
do quotidiano.

O mais difícil
hoje
é inventar a Vida
no espaço agónico
da sobrevivência.

elvira carvalho

4.12.07

MAIS UM PRÉMIO...


O Oscar do blogue By Osc@r Luiz atribuíu-me este prémio. É um prémio especial com regras que não sei se sou capaz de cumprir. Vou trancrever as palavras do Oscar ao nomear-me:
Sexta-Feira - Elvira chegou de mansinho... Como quem pouco sabia sobre blogs. Uma ajudinha daqui, uma dica de lá, e ela já é pós-graduada em blogosfera. Hoje, mostra suas habilidades, escreve crônica, poesias, questiona o que é preciso e acabou se tornando uma unanimidade entre os blogueiros. Com seu jeitinho carinhoso e opiniões sensatas conquistou a todos nós. Então, já está mais do que na hora do Sexta-Feira ser um "Blog de Elite".

E agora as regras do prémio:
Vamos lá, às regras do idealizador, o dono do blog PutsGrilo!com:


Indique 05 blogueiros que você considera ‘de elite’ e explique o porquê de seus votos. A brincadeira é simples! Você capricha no discurso com os 05 ‘moleques’ da blogosfera - eles podem já ter sido indicados por outra pessoa e torce que seja tão eficiente que você seja indicado pelo maior número dte pessoas.Como todo meme, é exigência um link para o blog que o indicou e outro para o criador do meme, neste caso o blog PutsGrilo!com. Os blogs terão até o dia 31 de dezembro de 2007 para receberem votos. Todos os votos depois dessa data não serão computados. Cada voto deve ser informado o mais brevemente possível por meio de comentários nesta página e somente serão computados votos emitidos por blogs com mais de 01 mês de existência. Além disso, não serão computados votos de uma pessoa para si mesma, claro.Durante o mês de janeiro todos os votos serão computados e o resultado, divulgado.
Além disso, quem ganhar terá um prêmio em espécie. Que tal?

Agora os nomeados:

La Ortiga - el capitan Garfio , foi o meu primeiro amigo neste mundo da blogodfera. É um exímio contador de histórias.Os seus posts do tempo da tropa, são impagáveis, e as suas análises da sociedade actual espanhola, dão-nos a conhecer a realidade do País vizinho. Por tudo isso ele é um "blog de Elite"

O sino da aldeia - o Jorge é um dos amigos que mais me tem ensinado. No seu blog eu tenho aprendido desde história a literatura, musica ou pintura. Frontal, sem papas na língua como se costuma dizer, nem por isso deixa de ser uma excelente pessoa. Por todos esses ensinamentos e também pela simpatia e amizade com que sempre me tratou eu o acho um "blog de Elite"

Sophiamar - a Sophiamar é uma contista extraordinária. Ninguém como ela para observar á sua volta e colocar no papel a história que envolve as pessoas que a rodeiam. As suas histórias sobre pessoas que exerceram profissões que já acabaram, como os latoeiros, tanoeiros e outros são extraordinárias.As suas incursões pela vida da Muda, ou da Flô, fariam inveja a muito escritor. Um verdadeiro "blog de Elite"

Vieira Calado - poesia - O Vieira Calado é um poeta extraordinário.Um dos melhores que encontrei neste mundo virtual. Com alguns livros já publicados, dá-nos o privilégio de apreciarmos os seus poemas, a maioria dos quais inéditos. Sem dúvida um "blog de Elite"

Por entre montes e vales. O José Gonçalves tem um blog muito interessante. Atento ao mundo que o rodeia, no seu blog, nós podemos encontrar crónicas de vida de outros tempos, comentários sobre decisões governamentais actuais, Histórias sobre espécies em extinção, e ainda momentos de humor tudo isto envolvido por uma palavra acolhedora, que faz com que o visitemos todos os dias. E ele é um "Blog de Elite"

Tenho o privilégio de contar entre os blogues amigos, vários outros que poderiam ostentar este selo. Porém de entre todos eu escolhi por antiguidade. Espero que ninguém fique por isso magoado. Aos nomeados eu peço para verem as regras em http://putsgrilo.com/

É que eu não tenho a certeza de tê-las passado correctamente.


1.12.07

PRÉMIOS E DESAFIOS...

Da Sophiamar, http://sophiamar.blogspot.com/ recebi com amizade a "sua" dália. A flor que ela ama e trás no coração. Esta flor é para mim prova de uma grande amizade. E perdoem-me mas esta NÃO é para distribuição já que não me foi dada com esse sentido.

Da Amigona, http://amigonasempreblogger.blogspot.com/ recebi a rosa da Amizade, prémio com o qual me sinto muito honrada, pois se há alguma coisa de que me orgulho é dos AMIGOS.

Recebi da Juli Ribeiro do blog http://julls17.blogspot.com/ uma das poetisas que melhores momentos de leitura me tem proporcionado na blogosfera,este prémio que muito me honra, e que agradeço do coração. Como sempre não faço nomeações, mulheres que me visitam estejam à vontade. Verdade é que por um motivo ou outro todas as mulheres fazem pensar.

Do Pena, http://memoriasvivasereais.blogspot.com/ um amigo cuja sensibilidade extrema, nos mostra o mundo de um prisma a que não estamos habituados, nestes tempos do "salve-se quem puder". Um grande obrigada e um Bem Haja por ser como é.



Da Belisa, http://estrelanoceu-belisa.blogspot.com/ um blog que nos põe de nariz no ar, à procura das estrelas que ela tanto ama, e gosta de nos descrever, recebi estas estrelinhas, bem simpáticas. Um muito obrigada

Da Papoila, http://a-papoila.blogspot.com/ um blog que visito à pouco tempo, mas do qual gosto muito, recebi este prémio que agradeço do coração. Muito obrigada.

Da São, http://saobanza.blogspot.com/ e da Maria, http://ocheirodailha.blogspot.com/ recebi um desafio que consiste em dizer dez coisas sobre mim que sejam assim como que um BI do meu caracter.

Adoro a minha família.

Adoro viajar, conhecer outras terras, outras gentes, outras culturas.gosto de escrever, de pintar, de bricolage, de decoupage e outras artes manuais.

Gosto imenso de ler.

Adoro disparar - a máquina fotográfica, claro.

Detesto a hipocrisia.

Sou fanática por Ferrero Rocher - que pena não ter um Ambrósio sempre atrás de mim

Revolta-me um pai não ter comida para pôr na mesa aos seus filhos.

Gosto de crianças

Gosto de ouvir as histórias do passado contadas pelos idosos.


E finalmente a Azul, http://cheirosdeverao.blogspot.com/ que me desfiou a escrever uma carta ao Pai Natal, pedindo o que eu acho mais importante para a humanidade ou para mim. Esta gente que acredita no Pai Natal é de uma ingenuidade comovente... E então lá vai... Pai Natal, por favor...


AMOR. Primeiro pensei na Paz, mas eu penso que a paz é consequência directa do amor. Se a humanidade toda se amasse não existiriam guerras.

SAÚDE . Para que ela seja plena vê se pões no sapatinho da humanidade a cura para o Cancro, HIV, esclerose múltipla, hepatites e tudo o resto que possas arranjar.

JUSTIÇA, Social, moral, e o que mais encontrares de modo a que não haja gente a empaturrar-se e outros a morrer à fome.

CLIMA, Por favor, vê se podes concertar o Clima, para que não haja tanta gente desalojada com as cheias e outros morrendo de fome por causa das Secas.

FUTURO . Trás para cada criança um futuro sem poluição, sem fome, sem guerras.

DINHEIRO , Trás para cada um o suficiente para viver uma vida digna, sem sufocos de dias a crescerem ao ordenado

E fico-me por aqui, que já te vais ver grego para arranjares o que te peço.
Ainda uma chamada de atenção para o dia de hoje 1º de Dezembro, Dia Mun

dial da Luta Contra a SIDA , AIDS, HIV, ou como quiserem chamar-lhe. Por favor

sejam responsáveis. Não queiram engrossar as estatisticas.


AMIGOS, os prémios estão à vossa disposição e os desafios também. Quem quiser dar-lhes seguimento, sinta-se à vontade.



Continuo com falta de tempo pelo que peço desculpa se alguém não for visitado.Após o Natal, terei mais tempo para por em dia todas as visitas.


AGRADEÇO A VOSSA COMPREENSÃO, E DESEJO A TODOS UM EXCELENTE FIM DE

SEMANA




29.11.07

COM O TEMPO APRENDEMOS

Porque hoje estou triste. Porque estão acontecendo coisas com AMIGOS que são dolorosas e os fazem sofrer, e a quem afectivamente lhes está ligado, não me apetece escrever...

25.11.07

ABAIXO A VIOLÊNCIA DE GÉNERO: HUMANIDADE NÃO TEM SEXO!

25 de Novembro: Dia internacional contra a violência doméstica



  • Esta iniciativa partiu da SÃO


  • A violência doméstica, nomeadamente a violência do género, é uma realidade que envergonha o mundo em pleno século XXIEm Portugal foram registados, em 2006, segundo a UMAR, 20.595 situações de violência doméstica. Entre as agressões, incluem-se 39 casos de homicídio e outras 43 tentativas. No entanto estes números não revelam toda a realidade pois muitos casos não chegam a ser participados.A VIOLÊNCIA SOBRE AS MULHERES ENVERGONHA E DIMINUI A HUMANIDADE



  • Segundo o Conselho da Europa, a violência contra as mulheres no espaço doméstico, é a maior causa de morte e invalidez, entre mulheres dos 16 aos 44 anos, ultrapassando o cancro, acidentes de viação e até a guerra.
  • Dá que pensar... e pensando nisso deixo-vos a RITA



Rita é uma mulher ainda jovem. Morena de grandes olhos escuros, e um sorriso que faz aparecer duas covinhas na face, que encantam quem a olha. Nota-se que devia ter sido muito bonita na sua juventude. Precocemente envelhecida, aparenta ser bem mais velha do que os quarenta e dois anos que o BI mostra.


Casou jovem. Apaixonou-se por um jovem simpático, com ar de malandro mas que lhe enchia os ouvidos de palavras bonitas que a punham a sonhar.


A felicidade do casamento porém durou pouco. Um dia, estava Rita a amamentar o filho, o marido pediu-lhe dinheiro. O dinheiro que tinha para as compras da casa e para alguma coisa que o bebé precisasse. Ela ficou espantada. De mês para mês o marido deixava menos dinheiro em casa. Sempre arranjava alguma desculpa para a diminuição do ordenado. Até à bem pouco tempo Rita trabalhava e com o ordenado ia equilibrando as contas. Porém agora estava de baixa e a Segurança Social ainda não tinha mandado nada desde que deixara de trabalhar.


Rita disse que não dava dinheiro. Tinha pouco e ainda faltavam uns dias para o fim do mês. E aí pela primeira vez conheceu o peso da mão do marido. Nesse dia, Rita conheceu um Joaquim que nunca tinha visto. Ele cresceu para ela e sem respeito pelo filho que se alimentava no seio da mãe, deu-lhe uma primeira bofetada, enquanto pedia novamente para ela lhe dizer onde estava guardado o dinheiro. Rita voltou a dizer que não, e a mão abateu-se de novo sobre a sua cabeça, desta vez mais violenta ainda. Rita gritou e o bebé largando o seio começou a chorar. Sem forças Rita acabou dizendo que o dinheiro estava na gaveta dos lenços. Joaquim deu meia volta, dirigiu-se à gaveta, pegou o dinheiro e saiu batendo a porta.


Voltou tarde da noite. Rita não saberia dizer ao certo que horas eram mas passava das duas. Ela fingia que dormia. Joaquim deitou-se e pouco depois, dormia profundamente. Ela não dormiu toda a noite.


Esse foi o primeiro dia do inferno da sua vida. Atrás dessas bofetadas vieram mais, e cada vez Joaquim era mais violento. Sempre por causa do dinheiro. Um dia muito tempo atrás ela descobrira que ele gastava o dinheiro todo em jogo. E ela começara a esconder o dinheiro em sítios diferentes, mas sempre acabava por lho dar à força de pancada. O filho crescera, fora para a escola, o tempo passara fizera-se um homem.

Pouco tempo atrás o filho chegara a casa, e encontrara a mãe caída no chão da cozinha, e o pai

pontapeando-a como se fora uma bola. O filho revoltado agarrou o pai, e à força arrastou-o até à porta e pô-lo na rua. Depois fechou a porta e chegando à cozinha levantou a mãe enquanto lhe dizia:

-A partir de hoje eu não vou mais admitir esta vida mãe. Se o pai aceitar que é um homem doente e se quiser tratar-se, eu vou ajudá-lo. Se não aceitar ele que procure seguir a sua vida por outro lado, e tu tratas da separação.



Como todos os dependentes, Joaquim não admitiu precisar de ajuda, não quis ouvir falar de tratamento, e ela acabou por se separar e ficar a viver com o filho. Agora era uma mulher serena. Em várias partes do corpo, as cicatrizes davam testemunho da violência que sofrera durante muitos anos. Rita não precisava de as olhar. Tinha cada uma delas gravada na alma.


De Joaquim nunca mais soube. Tinha saído da terra após a separação e nunca mais ninguém soubera dele.

Em caso de urgência liga o 800202148.Apresenta queixa às autoridades competentes.Pede apoio à APAV- Associação de Apoio à Vítima Tel. 707200077 e-mail: apav.sede@apav.pt

24.11.07

BENDITOS SEJAM


  1. Benditos sejam
    os que crêem em ti
    mundo ímpio.

    Benditos sejam
    os que ainda sentem
    no coracão
    palpitar bondade.

    Benditos sejam
    os que semeiam
    e cultivam
    a flor da amizade

UM ÓPTIMO FIM DE SEMANA PARA TODOS

E amanhã DIA MUNDIAL CONTRA A VIOLÊNCIA DE GÉNERO

  • ABAIXO A VIOLÊNCIA DE GÉNERO:
  • HUMANIDADE NÃO TEM SEXO!

22.11.07

DISTRIBUIÇÃO DE PRÉMIOS

Não sei se é do espírito natalício mas a blogosfera anda cheia de prémios. E embora eu ache que os não mereço o facto é que amigos entendem que sim e só me resta aceitar (estou a ficar vaidosa, e a culpa é vossa) e agradecer. Não é de hoje e penso que toda a gente sabe, eu não faço nomeações. Os prémios veem de amigos e são para todos os que me visitam e me dão a honra da sua amizade. Cada qual que pegue aquele que está mais de acordo consigo ou se preferirem levem-nos todos. Esta linda rosa eu recebi do amigo José Gonçalves do blog http://porentremontesevales.blogspot.com/ Obrigada Zé.


Recebi da Maria Faia, http://querubimperegrino.blogspot.com/ Obrigada amiga este tem um sabor especial para mim.



Este recebi da Maria, blog http://ocheirodailha.blogspot.com/ Obrigada Maria, se você acha...
Este eu recebi da Heloísa, blog http://coisasquegosto.wordpress.com/ Muito obrigada Heloísa

Este eu recebi do amigo Pena, http://memoriasvivasereais.blogspot.com/ Obrigada Pena, já é a 4ª vez que me é atribuido este prémio...

20.11.07

Os DIREITOS DAS CRIANÇAS

Este anúncio foi premiado internacionalmente , mas não passou na nossatelevisão, em Portugal . Porque será? Será porque o pai vem sempre? (recordo o poema da criança de 3 anos, "meu nome é Sara", O meu nome é ""Sara""

Tenho 3 anos

Os meus olhos estão inchados,

Não consigo ver.

Eu devo ser estúpida,

Eu devo ser má,

O que mais poderia pôr o meu pai em tal estado?

Eu gostaria de ser melhor,

Gostaria de ser menos feia.

Então, talvez a minha mãe me viesse sempre dar miminhos.

Eu não posso falar,

Eu não posso fazer asneiras,

Senão fico trancada todo o dia

.Quando eu acordo estou sozinha,

A casa está escura,

Os meus pais não estão em casa.

Quando a minha mãe chega,

Eu tento ser amável,

Senão eu talvez levariaUma chicotada à noite.

Não faças barulho!

Acabo de ouvir um carro,

O meu pai chega do bar do Carlos.

Ouço-o dizer palavrões

.Ele chama-me.

Eu aperto-me contra o muro.

Tento-me esconder dos seus olhos demoníacos.

Tenho tanto medo agora,

Começo a chorar.

Ele encontra-me a chorar,

Ele atira-me com palavras más,

Ele diz que a culpa é minha, que ele sofra no trabalho.

Ele esbofeteia-me e bate-me,

E berra comigo ainda mais,

Eu liberto-me finalmente e corro até à porta.

Ele já a trancou.

Eu enrolo-me toda em bola,

Ele agarra em mim e lança-me contra o muro.

Eu caio no chão com os meus ossos quase partidos,

E o meu dia continua com horríveis palavras...

"Eu lamento muito!", eu grito

Mas já é tarde de mais

O seu rosto tornou-se num ódio inimaginável.

O mal e as feridas mais e mais,"

Meu Deus por favor, tenha piedade!

Faz com que isto acabe por favor!"

E finalmente ele pára, e vai para a porta,

Enquanto eu fico deitada,

Imóvel no chão.

O meu nome é "Sara"

Tenho 3 anos,

Esta noite o meu pai *matou-me*

(Esta mensagem chegou-me hoje por mail)

E eu acrescento:

Existem milhões de crianças que assim como a "Sara" são mortos. No dia em que a DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA faz 48 anos. Será que não pudemos fazer nada?

16.11.07

Pura Amizade - O Filme


A minha amiga Renatinha do blog "Renatinha no blogger" passou-me o meme da Amizade; que consiste em escolher dez amigos dedicar-lhes um poste que fale da amizade e deixar no seu blog uma mensagem. Cada amigo deverá escolher outros dez e fazer o mesmo.
Toda a gente já sabe que eu não faço escolhas. Então aqui está o post da Amizade, para todos aqueles e aquelas que me visitam e me dão a honra de me chamarem AMIGA.
A todos peço também desculpa pela minha falta de tempo atual.
UM ABRAÇO E BOM FIM DE SEMANA

(Para verem o filme por favor desliguem a música do blog )

12.11.07

QUANDO UM COMENTÁRIO, VIRA POST

Perfeito...

Um rio sem leito

uma foz sem mar

uma vela sem barco

um corpo sem roupa

uma mulher louca

e um mundo sem Deus...

uma boca sem fome

uma pele sem rugas

um orgasmo de luz

num dia de chuva

amar sem pecado

enfim, eu inventado

numa aguarela de letras

ainda que sem cor

ainda que pretas...



Há dias o meu amigo Vicente deixou-me este comentário. Porque gostei mt do poema, e porque penso que todos vós também vão gostar, aqui o deixo com o endereço do seu blog, que na minha modesta opinião, vale cada letra lá publicada. Para conferir...

http://ecosdaverdade.blogspot.com/



Obrigada pela vossa atenção e a todos


UMA BOA SEMANA

10.11.07

PARA MEDITAR...

Para todos aqueles que sempre se estão queixando que não podem fazer isto ou aquilo por motivos vários, esta lição de vida.

A TODOS UM ÓPTIMO FIM DE SEMANA.

7.11.07

AGUARELA...

Um barco apita ao longe...
Um galo canta...
Amanhece...
Ouvem-se os primeiros sons,
alguém que se levanta.
O dia começa...
Apressados os mais velhos seguem
preocupados para o trabalho.
Ás creches chegam os risos das crianças...
Trocam carícias os namorados...
um autocarro passa rápido...
Num banco de jardim, um velho, engole a solidão..
Ergue-se altiva a papoila,
humilde a roxa violeta...
Sai e entra gente nos mercados...
Apressada a dona de casa, descasca as batatas.
Chora o bebé na camita...
Brinca o menino na areia,
perante o olhar atento, do velho avô...
Desliza um barquito de à vela,
a lembrar aqueles de papel,
que fazíamos em criança.
Duma chaminé sai fumo...
Um cão ladra...
Um barco apita ao longe...

6.11.07

INTERROGO-ME. .. ATÉ QUANDO ?

Hoje não vou escrever um poema. Hoje vou falar de coisas sérias. Não que nos poemas não se escrevam coisas sérias entenda-se.Mas vou falar de uma coisa diferente. Por exemplo, da minha avó materna que nasceu em 1897, nunca ouviu falar de métodos anticoncepcionais, e teve onze (11) filhos. Vendia sardinhas nas aldeias vizinhas, perto de S. Pedro do Sul, enquanto o meu avô gastava calçado na estrada, procurando ganhar alguns tostões a vender ferro-velho.
Escuso de falar da fome que atormentou a minha mãe e os seus dez irmãos. Também não é preciso dizer que nenhum foi á escola. O saber ler não enchia a barriga a ninguém. A sua escola foi o monte, para onde iam guardar os rebanhos dos "senhores lavradores".
Era duro, muito duro, principalmente no Inverno, mas era a única maneira de poderem comer. Tanta coisa que eu podia contar, mas que vocês imaginam com facilidade. Pois bem, cinquenta anos mais tarde, a minha mãe desconhecia inteiramente a pílula, e nem tinha ouvido falar de planeamento familiar. Em menos de três anos teve três filhos. Depois, uma grave doença seguida de intervenção cirúrgica, impediu-a de voltar a ser mãe. Porém, dado o mísero salário do meu pai, e a frágil saúde de minha mãe, éramos ainda assim filhos a mais. Tanto assim que na idade em que devia ainda andar na escola, trabalhava já numa fábrica de cortiça. Era a mais velha, tinha que ajudar no orçamento da casa.
Enfim, isto passou, e nem valeria a pena recordá-lo, não fora o facto gravíssimo de que hoje,mais de um século passado, depois do nascimento da minha avó, quando o homem (dizem) conquistou a lua, e até já faz viagens de férias em naves no espaço celeste, milhões de mulheres, em aldeias esquecidas pelos cinco continentes, continuam sem saber nada dos métodos anticoncepcionais, nem de planeamento familiar. Mulheres, que reduzidas á sua condição de fêmeas, cumprem a sua missão de procriação, parindo filhos sem um mínimo de condições de poderem criá-los e educá-los. E isto sim revolta-me. Que em pleno século XXI, as crianças continuem a nascer, não porque os seus pais as desejem, mas porque não souberam como evitá-las. Que não possam ir á escola, porque o seu salário faz falta em casa. Isto quando existe casa. Pergunto-me porque aumenta a delinquência juvenil, porque os jovens se intoxicam de drogas, porque se prostituem? Dizem os psiquiatras, que nenhum homem nasce mau, e que a falta de amor nos primeiros anos pode ser a causa, o motivo, para a droga, a prostituição , o crime. E eu pergunto-me:
Como pode um pai acompanhar o desenvolvimento físico e mental de seu filho, como pode dar-lhe o beijo necessário na hora precisa, a palavra amiga no momento exacto, se eles pais, vivem a pensar no aumento que não chega, no emprego que não têem, nas cheias ou secas que tornam inuteis as pequenas hortas.
É urgente, que se dê a todos os recém-nascidos, iguais oportunidades de educação, saúde e futuro. E é igualmente urgente que os filhos deixem de ser resultado obrigatório das relações sexuais, mas sejam um fruto de amor, entre dois seres responsáveis, que conhecem a vida, e o desejam, porque sabem que há para ele, um lugar no futuro.

1.11.07

OLHAVAS

Olhavas
e fingias que não vias
os orfãos e viúvas de guerras inglórias
o desespero dos emigrantes clandestinos
as terras abandonadas pelo terror da fome
a força sacríficio dos ideais-feitos-homens
encerrados e torturados nas prisões do meu país.

Acordaste numa manhã de Abril e ficaste admirado
porque nas nossas mãos o sangue era cravo rubro
nas nossas gargantas o medo era hino á Liberdade
os nossos braços enlaçavam-se na esperança do momento.
Acordaste... e como quem muda de camisa
puseste-te ao nosso lado.

Era o tempo
de fingires ser democrata...

Hoje o tempo apagou o fingimento
e tu olhas
e finges que não vês
os campos perdidos sem sementes
as fábricas de máquinas paradas
o desespero e desencanto vagueando pelas portas
do desemprego.

olhas...
e finges que não vês
o país que se afunda, na lama do desespero.



elvira carvalho

31.10.07

DESAFIO

A minha amiga Sophiamar do blog com o mesmo nome, passou-me o seguinte desafio:

1º Pegar num livro que tenha à mão ... sem ir procurar o que se prefere
2º Abrir na página 161
3º Procurar a 5ª frase completa
4º Postá-la no blog
5º Passar o desafio a 5 bloggers
6º É proíbido buscar o melhor livro e postar a frase que acharmos mais interessante
7º Divulgar o nome e autor do livro


e então aqui está a frase:
"Saí, rápido, e cá fora dei uma volta pelo largo para ver se ainda enxergava a figura pequena do irmão da Ermelinda"

Autor: Romeu Correia
Titulo: Cais do Ginjal
Editorial Notícias

E passo o desafio:
GEO:
http://geo-rosa.blogspot.com
renatinha :
http://renataemy.blogspot.com
Joseph:
http://para-la-caminho.blogspot.com
Vicente:
http://ecosdaverdade.blog.pt
Dina:
http://coisasimplesepequenas.blogspot.com


Ufa... este parece que já está.

26.10.07

HOJE ESTOU ZANGADA...





Ainda há meses aqui falei disto. Moro num prédio à beira da estrada, e tenho um terreno á frente de casa sem construções. Nesse terreno várias vezes por ano acampam circos. Este ano é o quarto e pelo Natal ainda deve vir outro.Como se pode ver pelas fotos feitas da minha varanda, estão mesmo em frente da minha porta. Nada tenho contra circos. Sei que estes artistas teem uma vida muito difícil. E também sei que é um espectáculo que as crianças adoram. O que me revolta são os animais enjaulados, todos os dias em exibição constante da crueldade humana. Quando eu era miúda, não havia circos ambulantes, pelo menos grandes circos como estes. Pelo menos por aqui.
Haviam pequenas companhias de artistas, a que chamávamos saltimbancos, por causa das acrobacias. Não tinham animais e estavam sempre cheios. Lembro-me que uma vez o patrão do meu pai, nos deu bilhetes para irmos ver e fiquei fascinada. Agora todos os circos trazem animais enjaulados. E fico revoltada com isto. Dir-me-ão que também nos jardins zoológicos estão animais selvagens em exposição constante. Mas penso que não tem nada a ver. Nos zoos procura-se um ambiente o mais parecido possível com o habitáte natural. Além disso também servem como perservação de animais em vias de extinção.
É angustiante chegar á janela e dar com este espectáculo. E os urros dos leões durante a noite? É de cortar o coração a quem o tem.
Por isso estou zangada, furiosa, piúrsa.


Desejo a todos os que me visitam bom fim de semana

24.10.07

VENHO CONTAR-TE ESTRANGEIRO

Venho contar-te estrangeiro
do meu país
Portugal
Aos teus olhos tão estranhos vou mostrar-te
as aldeias esquecidas de Trás-os-Montes
onde os campos raquiticos não dão pão
Terras,só terras,sem água, sem luz
sem escolas
sem homens
que já se cansaram da fome
herdada
desde longínquas gerações.

Venho contar-te estrangeiro
do meu país
Portugal.
Aos teus olhos velados da cegueira
das campanhas turísticas.
Aos teus olhos que erram pelas praias
banhadas de sol.
Venho contar-te estrangeiro
as horas de incerteza e de angústia
vividas pelo meu povo
que pela fome ,o mar tornou seu escravo.
E...venho contar-te mais
desta terra onde nasci...
Onde os homens nascem
vivem
e morrem
sem consciência de terem vivido.
Terra de homens-escravos
do tempo
das máquinas
do dinheiro
da própria Vida.

Venho contar-te estrangeiro
do meu país
Portugal.
Deste país que já não é de poetas
porque um dia um punhado de homens acordou
quebrou as amarras do medo e lutou.
Era Primavera e os cravos floriram.
Na terra dos homens-escravos,
a Revolução nasceu.

Hoje...quero contar-te estrangeiro
quando o desalento mata a esperança
quando o desemprego cria raízes no meu país
e o meu povo envelhece desiludido
olhando as pétalas secas dos cravos.
Hoje... quando os homens se esquecem dos sonhos
e voltam a ser escravos.
Hoje, estrangeiro
como eu queria acordar este país
com a revolta que me rasga o peito
e gritar
EU QUERO UM PORTUGAL DIFERENTE
no futuro


elvira carvalho

22.10.07

PRÉMIOS....AWARDS....AMIZADE......







Recebi da minha amiga Renatinha do blog "Renatinha no blogger" e do meu amigo Pena, do blog "Memórias Vivas e Reais", o prémio, "Este blog vale a pena conferir" Um prémio que muito agradeço, e a que devia dar seguimento. Também da amiga Juli Ribeiro do blog "Lágrimas e Sorrisos" recebi um award e o elo da corrente de amizade a que também devo dar seguimento.
Acontece que já disse muitas vezes que não gosto de correntes, especialmente se elas me obrigam a escolher uma pessoa em detrimento de outra. Estou há poucos meses neste mundo, mas gosto de todos os blogs que visito, e que são muitos mais do que os que tenho linkados. Por isso aqui ficam todos, e cada amigo que me visite sinta-se á vontade para levar o que mais esteja de acordo consigo e lhe dê mais prazer ostentar, ou se for o caso disso, todos.
À Renatinha ao Pena e á Juli Ribeiro o meu muito OBRIGADA

17.10.07

PENSE DARFUR

DIA INTERNACIONAL DA RECUSA À MISÉRIA

Comemora-se hoje dia 17 de Outubro, o dia internacional da recusa á miséria. E então pensei lembrar Darfur. Porque miséria, temos em muitos países, a começar por África e a terminar na América latina. Em Portugal mesmo, por muito que se tente esconder, existem muitas famílias a viver na miséria. Porém em Darfur, além da miséria extrema, temos a guerra civil, a violência e morte de milhares de pessoas, a violação de mulheres e meninas. O genocídio de um povo.

"A história do dia 17 de Outubro.
Jornada Mundial de Recusa da Miséria

No dia 17 de Outubro de 1987, respondendo ao apelo do Padre Joseph Wresinsky, cem mil pessoas reuniram-se no Adro das Liberdades e dos Direitos Humanos no Trocadéro em Paris, para renderem homenagem às vítimas da fome, da violência e da ignorância, para afirmarem a sua recusa da miséria, apelando para a humanidade se unir, e fazer respeitar os Direitos Humanos.

Uma laje proclamando esta mensagem foi inaugurada nesse dia e nesse Adro, onde em 1948 foi assinada a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Os cem mil cidadãos presentes, eram oriundos de todos os meios sociais e de todas as crenças. Algumas representavam as autoridades públicas internacionais, nacionais e locais. Outras eram famílias vivendo as realidades da grande pobreza à qual resistiam corajosamente no seu dia a dia.
Assim nasceu a Jornada Mundial da Recusa da Miséria.

No dia 17 de Outubro de 1992, Javier Perez de Cuellar, então Secretário Geral das Nações Unidas, em nome de um grupo de personalidades internacionais, reunidas num Comité, lança um apelo para o reconhecimento do dia 17 de Outubro.

A 22 de Dezembro de 1992, o dia 17 de Outubro é proclamado de Jornada Internacional para a Eliminação da Pobreza pela Assembleia Geral das Nações Unidas. A partir daí as iniciativas para celebrar esta Jornada não cessaram de se multiplicar."

O texto entre aspas foi retirado da internet.

15.10.07

ADRIANO CORREIA DE OLIVEIRA

ADRIANO CORREIA DE OLIVEIRA

Adriano Maria Correia Gomes de Oliveira, nasceu em Avintes em 1942, no seio de uma família tradicionalista católica. Tirou o curso do liceu no Porto. Em Avintes iniciou-se no teatro amador, e foi co-fundador da União Académica de Avintes. Foi para Coimbra em 1959, onde estudou Direito. Foi solista no Orfeon Académico de Coimbra, e fez parte do Grupo Universitário de Danças e Cantares e do Círculo de Iniciação Teatral da Académica de Coimbra. Tocou guitarra no Conjunto ligeiro da Tuna Académica. No ano seguinte editou o 1º EP acompanhado por António Portugal e Rui Pato. Em 1963 saíu o 1º disco de vinil, "Fados de Coimbra" que incluía a Trova do Vento que Passa, essa balada fundamental da sua carreira, com poema de Manuel Alegre, em consequência da sua resistência ao Regime Salazarista, e que as suas movimentações levaram a gravar, foi o hino do Movimento Estudantil.

Além disso Adriano Correia de Oliveira, tornou-se militante do PCP no início da década de 60. Em 1962 participou nas greves académicas e concorreu ás eleições da Associação Académica, através da lista do Movimento de Unidade Democrática.

Em 1967 gravou o vinil "Adriano Correia de Oliveira" que inclui entre outras a Canção com lágrimas.

Quando lhe faltava uma cadeira para terminar o curso de Direito, muda-se para Lisboa, onde trabalhou no Gabinete de Imprensa da Feira Internacional de Lisboa, e foi produtor da editora Orfeu. Em 1969 editou o "Canto e as Armas" tendo todas as canções poesias de Manuel Alegre. Nesse mesmo ano ganhou o prémio Pozal Domingues. No ano seguinte sai o disco de vinil "Cantaremos" e em 1971 "Gente d'Aqui e de Agora", que marca o primeiro arranjo, como maestro, de José Calvário, então com vinte anos. José Niza foi o principal compositor deste disco.

Fez-se um interregno de quatro anos, porque Adriano se negou a enviar os textos á Censura.

Em 1975 lançou "Que Nunca Mais" com direcção musical de Fausto e textos de Manuel da Fonseca. Este disco levou a revista inglesa Music Week a elegê-lo como o "Artista do Ano".

Fundou a Cooperativa Cantabril e gravou o seu último álbum, "Cantigas Portuguesas" em 1980. No ano seguinte numa altura em que já se encontrava doente, deixou a Cantabril e ingressou na Cooperativa Era Nova. Em 1982, com quarenta anos, num sábado, a 16 de Outubro, morreu em Avintes, nos braços da mãe, vitimado por uma hemorregia esofágica.

(Texto retirado da Wikipédia)

Hoje 25 anos após a sua morte, penso que cada dia mais faz falta a sua voz, para denunciar... a revolta que nos vai rasgando o peito.

8.10.07

HASTA SIEMPRE COMANDANTE CHE GUEVARA

Hasta Siempre Comandante Che Guevara


Aprendimos a quererte
Desde la histórica altura
Donde el sol de tu bravura
Le puso un cerco a la muerte.


Aquí se queda la clara,
la entrañable transparencia
De tu querida presencia
Comandante Che Guevara.


Tu mano gloriosa y fuerte
Sobre la história dispara
Cuando toda santa clara
Se despierta para verte.


Aquí se queda la clara,
La entrañable transparencia
De tu querida presencia
Comandante Che Guevara.


Vienes quemando la brisa
Con soles de primavera
Para plantar tu bandera
Con la luz de tu sorrisa.


Aquí se queda la clara,
La entrañable transparencia
De tu querida presencia
Comandante Che Guevara.


Tu amor revolucionario
Te conduce a nueva empresa
Donde esperan la firmeza
De tu brazo libertario.


Aquí se queda la clara,
La entrañable transparencia
De tu querida presencia
Comandante Che Guevara.


Seguiremos adelante
Como junto a ti seguimos
Y con Fidel te decimos:
Hasta siempre Comandante.


Aquí se queda la clara,
La entrañable transparencia
De tu querida presencia
Comandante Che Guevara.


(Carlos Puebla, 1965)

Ao passarem 40 anos, sobre o seu bárbaro assassinato, e quando todos os dias morrem milhares de pessoas em todo o mundo em luta pela Liberdade, e pelo direito ao pão de cada dia ocorre-me pensar quantos Ches seriam precisos, para que o mundo fosse um pouco melhor.

AZINHEIRA VELHA

Falei tanto da Azinheira Velha, como sendo o lugar da Seca de Bacalhau, e também porque é a minha terra, gostaria de lhes falar da história desta terra.

"Até aos finais do séc. XIV as referências á Telha, limitavam-se a tratá-la como uma das múltiplas quintas de Alhos Vedros, mas os séculos XV E XVI, com as alterações que trouxeram à região, fizeram crescer o lugar, transformando-o numa próspera freguesia.
A prosperidade do lugar da Telha, não parou de aumentar até ao séc. XVII, altura em que participou activamente na reconstrução da marinha portuguesa, destruída pela ocupação espanhola, através da instalação no local, de um estaleiro naval. Nesta altura, chegou mesmo a "emprestar" o seu nome ao esteiro de Coina, amiúdo referido por rio da Telha.
A existência de um estaleiro naval na zona ribeirinha da Azinheira Velha, justifica-se por Lisboa não possuir um porto de mar abrigado, havendo então necessidade de se aproveitar os abrigos naturais que o Tejo oferecia nos esteiros da Margem Sul. O rio Coina era abrigado das tempestades de Inverno, permitindo acabar a construção das embarcações, iniciadas no Verão, na Ribeira das Naus em Lisboa. Nas suas praias, segundo a tradição, construíram-se muitos dos navios das descobertas, e os sapais eram utilizados para enterrar madeira, preparando-a para a construção naval.
Embora só a partir dos finais do séc. XVI o estaleiro naval (ou feitoria) da Telha, alcançasse expressão e importância económica para o lugar, é de crer que em toda a região, onde abundava a matéria-prima, tivessem anteriormente existido diversos estaleiros, que asseguravam a construção das pequenas embarcações do tráfego local e da pesca.
Actualmente, no local onde antes se erguia este estaleiro naval, encontram-se as instalações de uma seca de Bacalhau - Parceria Geral de Pescarias - já centenária (1891) no concelho do Barreiro"


Esta é a história da Azinheira Velha, o sítio onde nasci. A Seca continua lá mas está desactivada.

O Texto entre aspas foi retirado da net, dos ficheiros da C. M. do Barreiro

1.10.07




Posts Pela Paz
Um desafio virtual com efeitos reais
Em 1999, o cineasta britânico Jeremy Gilley iniciou esforços para instituir um dia anual de cessar-fogo global e não violência, depois de se aperceber que não havia qualquer data fixa para a celebração de algo tão universal como a paz. Dois anos depois as Nações Unidas aprovaram por unanimidade a criação do Dia Internacional da Paz, a assinalar todos os anos a 21 de Setembro.
O Mudar o Mundo decidiu associar-se a este evento através da iniciativa Posts pela Paz. Esta consiste em desafiar cada blogger a publicar nesse dia um post sobre o tema. Pode ser uma reflexão ensaística, um poema, uma fotografia, uma música, um vídeo, tudo o que a imaginação e a Internet permitirem, desde que a mensagem transmitida remeta para um ideal de paz.
Deste lado, comprometemo-nos a ser um ponto de partida para essas várias reflexões e, numa parceria com a Biosani, a entregar a instituições que dele necessitem um Pão Moinhos Vivos por cada post que adira à iniciativa. Assim, além de passarmos a mensagem online, podemos fazer também uma pequena diferença no mundo real.
Faça também a diferença e publique um post pela paz!

Este é o meu post pela paz. Não sei quem é o autor, mas acredito que a paz passa por respeitar o outro e tratá-lo como gostariamos de ser tratados.

Não desafio ninguém, mas gostaria que cada um pensasse um pouco neste assunto e se quiserem aderir força.

23.9.07

UM PRÉMIO E UM DESAFIO...





A Renatinha, do renatinha no blogger, resolveu atribuir-me este prémio. Ora já em tempos eu falei disto, mas enfim talvez nem toda a gente tenha lido. Isto é um bocado complicado para mim já que não quero magoar ninguém e talvez não saiba expressar-me correctamente. Se por um lado me sinto muito honrada, porque é sinal de que alguém gosta de mim o suficiente para se lembrar de mim, por outro sinto-me como quem veste a roupa do irmão mais velho. Pode gostar muito dela, mas vê-se que não foi feita para ela. Ou seja, não me acho de modo algum merecedora do prémio. Depois detesto ter que nomear mais sete blogs. Detesto o que se faz por obrigação, e não sei se a pessoa que o vai receber, acha que é um prémio ou um castigo.


Posto isto, vou fazer as sete nomeações:



  1. O Jorge do blog "O Sino da Aldeia" já estou a ver a cara dele. Sei que não dará seguimento, mas num prémio de solidariedade, ele teria que ser nomeado, pelo carinho e disponibilidade com que nos vai dando lições de cultura, que a mim me teem ajudado muito.

  2. Vicente do blog "Ecos de verdade" o inconformado, sempre pronto a questionar os valores vigentes em defesa dos mais desfavorecidos.

  3. Sophiamar do blog SOPHIAMAR, pelo abraço virtual que me dá quando eu estou mais em baixo, e que eu entendo como um verdadeiro gesto de solidariedade.
  4. O José Gonçalves do Blog " Por Entre Montes e Vales" por total afinidade. Se fosse uma mulher, (sem ofensa Zé) eu diria que era o reflexo da minha imagem, em qualquer charco da vida.
  5. Vieira - Calado do blog "Vieira Calado - poesia" por todas as vezes que os seus poemas, me libertaram de maus humores e me levaram a viajar por mundos sonhados.
  6. Garfio do blog "La Ortiga" el comandante que desde o meu primeiro momento, neste mundo da blogosfera, me tem apoiado, e incentivado.
  7. Geo do blog "GEO" pelos seus posts que são uma partilha de sentimentos.

E pronto, esperando sinceramente que não se lembrem doutra, passo á segunda parte, um desafio feito pela amiga Azul, do blog "Cheiros de Verão" e que consiste em nomearmos 7 músicas que nos tenham impressionado, e que por isso nos lembremos delas pela vida fora. Para quem viu um rádio pela primeira vez quase aos 18 anos, não vai ser tarefa fácil.

1. "O bolero" de Ravel. Ainda hoje não sou capaz de descrever toda a amalgama de sentimentos que senti, quando ouvi pela primeira vez.

2. "A pedra filosofal" do Manuel Freire. Ninguém calcula o que fui capaz de fazer para ir ouvir ao vivo esta canção.

3. "Yellow Submarine" dos Beatles, não entendia a letra, mas ainda hoje adoro ouvir aquela música

4. "Os Vampiros" do saudoso Zeca Afonso, por todas as razões do mundo

5."O calhambeque" do Roberto Carlos, que trauteava a toda a hora para desespero de quem me ouvia.

6." A banda" do Chico Buarque da Holanda, outra que levei meses a assassinar. E que ainda hoje gosto de ouvir.

7." Caminante no hay camino" de Juan Manuel Serrat. Serrat, para mim o Zeca Afonso espanhol.

E fica o desafio das 7 músicas para todos os que me lêem e quiserem dar seguimento.

Agradeço aos que tiveram paciência para este dois em um.

Um bom Domingo para todos.




21.9.07

O REENCONTRO DE UMA AMIZADE

Hoje eu vou falar de uma amizade, dos desencontros e reencontros da vida. e a estória conta-se assim.

Nos anos 70 eu gostava como hoje de escrever. E andava embriagada com a possibilidade de escrever o que me ia na alma, sem o perigo de vir a ser presa, pela polícia política. E então desatei a escrever textos a que pretenciosamente naquela altura eu chamava poemas. Textos que enviava para jornais e revistas. Devo dizer que alguns foram publicados. Ora como eu havia outros jovens a escrever para essas mesmas publicações. Entre outros havia uma jovem que escrevia muito bem e com quem desenvolvi uma relação de amizade. Chamava-se, e chama-se São Banza. Nome de guerra claro.

Nos inícios dos anos 80 dois factos completamente antagónicos mudaram a minha vida. Primeiro o meu filho, que nasceu em 1980, e foi uma grande alegria e uma felicidade, de á muito sonhada. Pouco tempo depois minha mãe sofreu o primeiro de três AVCs que a deixaram paraplégica até hoje. A minha vida deu uma volta de 360º. Deixei de escrever, deixei de ler, passei a viver em função destas duas pessoas. A mãe e o filho. Até o marido ficou um pouco descurado. Após 3 anos, eu estava completamente de rastos, e resolvemos contratar uma pessoa para cuidar da minha mãe a tempo inteiro. Meus irmãos estiveram de acordo, e durante alguns anos ficou assim. Eu não fui mais a mesma, em relação á vida anterior. Mais tarde a minha mãe ganhou um pouco de autonomia, passou a comer por mão dela, a dar uns passinhos arrastando a perna esquerda, e como a vida estava difícil, ficámos com empregada só duas manhãs por semana para as limpezas maiores, e voltei a tratar dos meus pais, mantendo-se este programa até hoje.

De vez em quando tinha saudades da São. Não sabia se era viva ou morta, se tinha continuado a escrever ou se como eu tinha deixado de o fazer.

Há uns dias andava a limpar o móvel da sala, e eis que me cai no chão um poema da São. E pensei: E se eu fizesse uma pesquisa na net? será que a encontraria?

Fiz a pesquisa. E encontrei a minha amiga, que precisamente nesse dia tinha iniciado um blog.

Através dele entrei em contacto com ela. Soube que continua a escrever, e que até já publicou um livro que se chama "Ouro Velho"

Estou muito feliz, porque reencontrei uma amiga.

E vou deixá-los com um pequeno poema dela para que possam conhecê-la melhor.





NÃO PENDURES O CORAÇÃO



Não pendures

O coração

No interior

Dos espelhos:

Trás para a rua

O rio que te magoa

Acima dos animais

--Ainda que o sabor

A sal sepulte

A música

Nos cabelos

Dos desterrados



São Banza

14.9.07

BOM DIA...

Bom dia sol,

que iluminas o dia...

Bom dia água

que matas minha sede.

Bom dia coração

que me enches o peito

ora de alegria

ora de tristeza.

Bom dia passarinho

pelo canto

com que me encantas.



Bom dia VIDA

gosto de ti, sabes?!

Mesmo quando

me fazes chorar.

Bom dia, Céu

Terra

Mar.

Oh! quantas vezes

me fazem sonhar.



Bom dia Amor

que és a razão

do meu viver.

Bom dia noite

guardiã

dos meus sonhos.

13.9.07

ATAQUES DE PÂNICO...

Decerto que quem me lê, já ouviu falar de ataques de pânico. Poderão talvez nunca ter sentido algum, mas decerto ouviram falar. São crises breves mas muito intensas. De repente, do nada surge um medo inexplicável da morte, um aperto no peito que nos impede de respirar, o corpo enche-se de suores frios, os olhos turvam-se. Não conseguimos raciocinar surgem palpitações, tonturas, a hiperventilação, faz-nos sentir pior, os membros ficam dormentes.

Segundo os psiquiatras, a razão destes medos irracionais, prende-se com inconscientes conflitos emocionais, ansiedade e algumas fobias.


Na minha vida sofri dois destes ataques. O primeiro, há 22 anos, no Algarve. Em Faro há uma igreja, que tem uma torre, donde se vê toda a cidade e as ilhas. Para se chegar ao cimo da torre, sobe-se por uma escada em caracol no interior do monumento. É uma escada muito estreita, como são todas as escadas em caracol. Só passa uma pessoa de cada vez, e os visitantes sobem e descem alternadamente. Pois imaginem que foi precisamente a meio dessas escadas que eu sofri um ataque de pânico. Durante meia hora, quem estava em cima, não pode descer e de baixo, ninguém subiu, até que me conseguiram tirar de lá.
Decerto reconhecem esta imagem. Claro trata-se do Castelo de Óbidos, uma das sete maravilhas de Portugal. Pois aqui precisamente nestas muralhas que até nem são muito altas há 4 anos,
sofri o segundo ataque de pânico. Subi ás muralhas para ver a paisagem ao redor do Castelo.
E aí de repente fiquei como osga agarrada ás muralhas. Foi um problema para a minha irmã e o meu marido me tirarem dali. E os turistas cá em baixo filmando e fotografando a cena. Como se fora um espectáculo. É claro que não me apercebi de nada. Foram o marido e a irmã que me contaram mais tarde. Sei que não é uma história muito bonita. Mas é uma experiência de vida, que infelizmente faz sofrer muita gente.

11.9.07

UM DESAFIO...

A Azul do blog Cheiros de Verão lançou-me um desafio que eu vou tentar concretizar neste post.
O dia mais triste da minha vida:
O dia em que a minha mãe sofreu um AVC que lhe fez passar os últimos 24 anos paraplégica.
O dia mais feliz da minha vida:
O dia em que peguei meu filhote nos braços pela primeira vez.
Manias:
Falar sozinha quando estou aborrecida.
Filme preferido:
O Sexto Sentido
Poeta preferido:
Sophia de Mello Breyner Andresen
Comida Preferida:
Arroz de Polvo
Sou:
Persistente
Viagem de sonho:
Índia
Gosto de:
minha família

10.9.07

FUI À FESTA...


A imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem

Ontem eu fui á Moita. Moita do Ribatejo como é mais conhecida.Não se sabe muito bem a origem deste nome. Segundo alguns autores, o nome vem das moitas que havia no local, e que os primitivos habitantes usavam para as suas indústrias. Mas parece que nem todos estão de acordo, e alguns dizem mesmo que foram pescadores algarvios quem primeiro povoaram o local.
Os Moitenses, são conhecidos por serem um povo alegre. E devoto. Gostam de festas de touradas, e largadas. Talvez por isso me habituei desde menina a ouvir os mais velhos dizerem: Estás aborrecida, vai para a Moita.
E embora não estivesse aborrecida ontem fui á Moita. Porque decorrem as festas em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, e ontem era o ponto alto das festas. A procissão. Nunca tinha ido ver a procissão, apesar de toda a fama que gozam, e da Moita ficar perto do Barreiro, onde moro.
E ontem fui. E confesso que gostei imenso. Sempre gostei de procissões, ainda que não saiba explicar porquê.
Na Moita, zona de pesca, os barcos juntam-se todos no cais, totalmente engalanados e aguardam a procissão. Esta sai da igreja (de que outro lugar haveria de sair?) e vem até ao pequeno cais.


Os barcos á espera da procissão
Á frente a GNR a cavalo. A terminar o andor da Senhora da Boa Viagem. Entre ambos um cortejo de vários andores, muitas crianças vestidas de santos, em pagamento de promessas, certamente feitas pelos seus pais, um grupo de escuteiros, e três bandas de música.
Quando chega ao cais, cada andor vai pela direita até á ponta e volta pela esquerda, o que faz com que se cruzem a meio do cais.
Quando a Nossa Senhora da Boa Viagem chega ao cais, é a loucura total. Todos os barcos fazem soar a sirene enquanto de um deles sai uma enorme descarga de foguetes. A esta altura o manto da santa, já vem carregado de notas que os fiéis vão colocando durante o trajecto, em pagamento de promessas.

E pronto. Deixo-vos com umas imagens.

6.9.07

MULHER FORTE E MULHER DE FORÇA

Uma mulher forte malha todo o dia para ter o seu corpo em forma...

Uma mulher de força constrói relacionamentos para manter sua alma em forma.

Uma mulher forte não tem medo de nada...

Uma mulher de força demonstra coragem no meio dos seus medos.

Uma mulher forte não permite que ninguém tire o melhor dela...

Uma mulher de força dá o melhor de si a todos.

Uma mulher forte comete erros e evita-os no futuro...

Uma mulher de força percebe que os erros também podem ser bênçãos inesperadas, e aprende com eles.

Uma mulher forte tem o olhar de segurança na face...

Uma mulher de força tem a graça.

Uma mulher forte acredita que ela é o forte suficiente para a jornada...

Uma mulher de força tem fé que é durante a jornada que ela se tornará forte.

(autor desconhecido)

4.9.07

UM IMENSO OBRIGADA....

Quero aproveitar , para dizer-vos aqui e agora, o quanto me sinto feliz, pelas vossas mensagens cheias de carinho, e calor humano, no meu aniversário. Hoje eu estou infinitamente mais rica, e mais feliz. Porque a verdadeira riqueza é a que nos enche a alma de felicidade. Sem nomes, para não esquecer ninguém, a todos vós, bem como aos que me telefonaram, um grande... um imenso obrigada.

3.9.07

ESTOU MUITO TRISTE

Pois é. Nasci a 3 de Setembro de 1947. Faz precisamente hoje 60 anos. E porque é que estou triste?
- Porque hoje deixo de pertencer ao vosso mundo. Ao mundo das pessoas com identidade. A partir de hoje, sou para o mundo, apenas mais uma idosa. Senão reparem nas notícias dos jornais. Se temos 59 anos, somos o sr. ou sra. João ou Maria. Se passámos os 59, somos o ou a idosa de tantos anos de idade.
Aqui há anos, li um texto, não recordo de que escritora, que dizia, que uma mulher perde várias vezes a identidade na vida. Ou é a mulher de alguem, ou a filha, ou a mãe.
E é verdade. Nasci num meio pequeno, onde toda a gente se conhecia, e era a filha mais velha do Manel Ferreira. Anos mais tarde fui trabalhar para Lisboa. Aí eu era simplesmente a Elvira. Sem apelidos. Só eu. Depois casei. O meu marido era militar, e foi para Moçambique em comissão. Eu era muito jovem estava perdidamente apaixonada. Deixei o emprego, no laboratório e fui para Lourenço Marques. Aí chegada, não conhecia ninguem, a terra era estranha,sentia-me muito só. Porque o marido saía em patrulhas, e levava vários dias para voltar.
Fiz amizade com as mulheres dos amigos do meu marido. E deixei de ser outra vez a Elvira, para ser simplesmente a mulher do Carvalho. E assim foi durante uns anos.
Quando em 73, acompanhei o meu marido para Angola, decidi que ia ser diferente. E foi. Procurei emprego, juntei-me á Cáritas, e recuperei a minha identidade.
Em 81, o filhote era um bebé lindo, e muito amoroso. E eis que perdi outra vez o nome. Durante os 20 anos seguintes, passei a ser a mãe do Pedro. Há uns 5 anos voltei a ter nome. Passei a ser a Elvira Carvalho. Era tudo o que eu queria. Ser a Elvira.
Agora vou perder o nome de novo. E desta vez para sempre. E é por isso que estou triste. Não me preocupa a idade. Apenas o rótulo.
Detesto essa coisa impessoal, fria e discriminatória de idosa.

30.8.07

CERTIFICADO


Foi-me atribuído este certificado, pelo reporter do Blog"Pó de Ser", pela dina "Coisas Simples"e pela Franky do "Conversas de café". Aos três agradeço com o maior carinho, mas sinceramente
penso que são prémios a mais. Não quero ver-me outra vez na contingência de fazer escolhas.
A quem me nomeou peço compreensão.
Aos outros bloguistas que fazem parte da minha lista, sintam-se todos nomeados. Na verdade se não os considerasse bons, não passaria tanto tempo convosco.

28.8.07

DIÁRIO DE UM CÃO

1ª Semana:
-Hoje completei uma semana de vida. Que alegria ter chegado a este mundo!

1º Mês:
-Minha mamãe cuida muito bem de mim. É uma mãe exemplar!

2º Mês:
-Hoje me separaram de minha mamãe. Ela estava muito inquieta e, com o seu olhar, disse-me adeus. Espero que a minha nova "família humana" cuide tão bem de mim como ela o fez.

4º Mês:
- Cresci rápido; tudo me chama a atenção. Há várias crianças na casa, e para mim são como "irmãozinhos". Somos muito brincalhões, eles me puxam o rabo, e eu os mordo de brincadeira.

5º Mês:
- Hoje me deram uma bronca. Minha dona se incomodou porque fiz "pipi"dentro de casa. Mas nunca me haviam dito onde deveria fazê-lo. Além de que, durmo no hall de entrada. Não deu para aguentar.

8º Mês:
- Sou um cão feliz!Tenho o calor de um lar; sinto-me tão seguro, tão protegido... Acho que a minha família humana me ama, e me consente muitas coisas. O pátio é todinho para mim, e, ás vezes me excedo, cavando na terra como os meus antepassados , os lobos, quando escondiam a comida. Nunca me educam. Deve ser correcto tudo o que faço!

12 Meses:
- Hoje completo 1 ano de idade. Sou um cão adulto. Meus donos dizem que cresci mais do que o esperado. Que orgulho devem ter de mim!

13 Meses:
-Hoje me acorrentaram e fico quase sem poder movimentar-me até onde tem um raio de sol, ou quando quero alguma sombra. Dizem que sou um ingrato. Não compreendo nada do que está acontecendo.

15 Meses:
-Já nada é igual... Vivo na varanda. Sinto-me muito só. Minha família já não me quer. Ás vezes esquecem que tenho fome e sede. Quando chove, não tenho tecto que me abrigue...

16 Meses:
-Hoje me desceram da varanda. Estou certo de que a minha família me perdoou. Fiquei tão contente, que pulava com gosto. O meu rabo parecia um ventilador. Além disso, vão levar-me a passear na sua companhia. Fomos em direcção á rodoviária. De repente, pararam o automóvel, e abriram a porta. E eu saltei feliz, pensando que iamos passar o dia no campo. Não compreendo porque fecharam a porta e se foram. "Oiçam, esperem" lati... se esqueceram de mim... Corri atrás do carro com todas as minhas forças.
Minha angústia crescia ao perceber que quase perdia o fôlego, e eles não paravam. Tinham-me esquecido.

17 Meses:
-Procurei em vão achar o caminho de casa. Estou e sinto-me perdido! No meu caminho existem pessoas de bom coração, que me olham com tristeza, e me dão algum alimento. Eu gostaria que me adoptassem: Seria leal como ninguém. Mas sómente dizem " pobre cãozinho, deve ter-se perdido."

18 Meses:
- Há dias eu passei perto de uma escola, e vi muitas crianças e jovens como meus "irmãozinhos". Aproximei-me e um grupo deles, rindo, me atirou uma chuva de pedras, "para ver quem tinha melhor pontaria". Uma dessas pedras feriu-me o olho, e desde então, não enxergo com ele.

19 Meses:
-Parece mentira. Quando estava mais bonito, tinham compaixão de mim. Já estou muito fraco; meu aspecto mudou.
Perdi o meu olho e as pessoas me mostram a vassoura, quando pretendo deitar-me numa pequena sombra.

20 Meses:
-Quase não posso mover-me! Hoje, ao tentar atravessar a rua por onde passam os carros, um deles me atropelou! Eu estava no lugar seguro chamado "calçada", mas nunca esquecerei o olhar de satisfação do condutor, que até se vanglorizou por me ter atropelado.
Quizera que me tivesse matado! Mas só me deslocou as cadeiras! A dor é terrível! Minhas patas trazeiras não me obdecem, e com dificuldade arrastei-me até á relva na beira do caminho...
Faz dez dias, que estou embaixo do sol, chuva ou frio, sem comer. Já não posso mexer-me. A dor é insuportável! Sinto-me muito mal; fiquei num lugar húmido, e parece que até o pêlo me está caindo...
Algumas pessoas passam e nem me vêem. Outras dizem "não chegue perto". Estou quase inconsciente; mas alguma força estranha me faz abrir os olhos. A doçura da sua voz me fez reagir. "Pobre cãozinho, olha como te deixaram", dizia... junto com ela estava um senhor de avental branco. Começou a tocar-me e disse:
"Sinto muito senhora, mas este cão, já não tem remédio. É melhor que pare de sofrer."
A gentil dama, com as lágrimas no rosto concordou: Como pude mexi o rabo, e olhei-a agradecendo. Apenas senti a picada da injecção, e adormeci para sempre, pensando em porque tive de nascer, se ninguém me queria...

(autor desconhecido)

Porque acabei de ouvir nas notícias que este ano foram mais os animais abandonados no mês de Agosto, do que em anos anteriores... lembrei-me desta estória que alguém me mandou.

26.8.07

ADEUS JULIETA...

Foi com imensa tristeza que recebi hoje a notícia da sua morte. Julieta era a minha sogra. Uma excelente pessoa, amiga de toda a gente. Que ao longo de 40 anos sempre me tratou com todo o respeito e com imenso carinho. Até sempre amiga.

25.8.07

ENTREGA DE PRÉMIOS



Acabei de receber este prémio das mãos do capitão Garfio do blog La Ortiga. Confesso que fiquei emocionada. Este é um prémio que vou a partilhar convosco.

E assim sendo passo a chamar os premiados para a entrega do prémio.


J.G. do blog " O Sino da Aldeia", ninguém merece mais do que o Jorge um prémio de solidariedade. Pelos seus posts que são autênticas aulas para quem como eu não pôde estudar.

O que eu tenho aprendido com ele. Mas também pela sua simpatia, e pelos comentários sempre bem humorados. Eu sei que ele é contra estas coisas de prémios...mas vou fingir que não sei.


O Repórter do blog "Pó de Ser". Sempre pronto também a partilhar os seus conhecimentos.

Também com ele tenho aprendido muito.


Dina do blog "Coisas Simples e Pequenas" Os seus posts são autenticas reportagens diárias , cheias de humor e ironia.


Azul do blog "Cheiros de Verão". Os seus posts são autenticos hinos de alegria. Sempre bem disposta, é difícil não pensar nela como amiga mesmo não a conhecendo.


La Morocha do blog "Catarsis" Ás voltas com os preparativos para um casamento em breve, os seus posts, são como ora cheios de ilusão, ora cheios de dúvidas. Mas é uma jovem com mt força de vontade e que vejam só resolveu aprender portugês. Sim que ela é do Uruguai.


Mar , do blog "Eclipse de Luna " Timida, romantica, sensível- a definição é da própria. Os seus posts são na maioria lendas maravilhosas, com um fundo de moral que nos encantam.


Daniel, do blog "Mi Mundo, Mi Escape" Pelos seus posts, pela partilha que faz dos seus conhecimentos da música latina, e pela sua maravilhosa escrita.


A Pitanga do blog "A Pitanga Doce". Porque penso que através dos seus posts, tem contribuido para aproximar dois mundos.


Finalmente uma breve explicação. Gostaria imenso de dar este prémio ao Vicente do blog " Ecos de Verdade" Ninguém é tão solidário quanto ele. Não conheço ninguém capaz de voltar atrás numa decisão apenas por solidariedade como ele o fez. Vicente, é o AMIGO, aquele que sofre as nossas dores, e vive os nossos problemas. O ombro amigo sempre pronto a carregar as dores do mundo e sempre pugnando por um mundo melhor. Não sei se ele vai ler este post, nem como vai reagir. Mas sei que lhe devo um enorme OBRIGADO.


Também gostaria de dizer que entregaria este prémio ao "AUTOXIRO" se alguém não o tivesse feito antes.


E pronto. É tudo Parabéns a todos.

24.8.07

A PROPÓSITO DE...


Moro numa rua que só tem prédios de um dos lados, como pode ver-se pela foto. No extenso campo em frente que vai até ás margens do Coina, afluente do rio Tejo, acampam vários circos por ano. De Maio até ao Natal. Neste momento tenho um aqui em frente. Não tenho nada contra as pessoas que gostam de circo. Eu mesma gosto dos trapezistas e equilibristas. O que eu não suporto são os números com animais, e os circos que os utilizam.
Pois este, chama-se Montecarlo e tem imensos animais. Não se vêem as jaulas porque a foto foi tirada da minha varanda, e o outdor não deixa ver.
Mas acho verdadeiramente deprimente que os animais ali estejam metidos em jaulas, para gáudio de miúdos e graúdos que quase acampam em frente ás jaulas.
Sou contra toda a espécie de clausura, seja humana ou animal. Acho que é uma tortura, e me espanta que os homens pugnem tanto por liberdade e depois torturem os animais.
Penso que em parte é o público o culpado. Se ninguém fosse aos espectáculos com animais, será que os circos continuavam a ter animais?

23.8.07

PARABÉNS A VOCÊ...

Para uma princesa, que hoje está aniversariando este bouquêt com os desejos de muitas felicidades, e que a vida te dê tudo o que desejas, mesmo que isso englobe o campeonato para o Benfica...eheheheheh.

Aproveito a ocasião para felicitar outras 2 princesas. Uma aniversariou em 15/8, a outra a 21/8.
Por razões várias não pude felicitar na altura neste cantinho, mas ás 2 desejo as maiores felicidades.
Para as 3 Um grande beijo.

19.8.07

U M PRÉMIO...

Bom, acabei de ser agraciada com 1 prémio. Ou serão 2 ? Eu explico. Fui nomeada para este prémio pela Dina do blog "Coisas simples" e pela Azul do blog "Cheiros de Verão". Agora mandam as regras que tenho que nomear outros 5 blogs. E vamos a ver se dou conta do recado.

O Sino da Aldeia
pela alegria e pelo sentido de humor .

Pó de Ser
pela simpatia, e pela disponibilidade.

A Fada Guerreira
pela amizade e pela comunicação.

TatY Ferreira por ela mesma
porque é uma garota cheia de alegria e de sonhos.

Autoxiro
porque com as suas fotos e observações, tem contribuído para uma ligação entre bloguistas de várias nações.

E pronto: Creio que me safei. Não tenho mt prática destas coisas. Quero só agradecer a todos pelo carinho e em especial á Dina e á Azul. Mtº Obrigada.