24.6.17

SONHO AO LUAR - PARTE X




Quando voltou depois de almoço, encontrou em cima da secretária, uma caixa com papel de impressora, que ela abriu para tirar algumas folhas e guardar as restantes. Acabara de ligar o gravador, quando ele entrou no escritório.
- Olá. Já viu o papel?
- Sim. Já o guardei. Acabei de verificar que já cheguei ao fim do que estava no gravador. A cópia, está impressa e arquivada numa pasta.
- Muito bem. Gostaria que lesse para mim. Há muito tempo que não leio um livro.
- E tem algum preferido?
- Sim. Tinha comprado “Os poemas possíveis” de José Saramago, que não cheguei a ler. Deve estar algures nessa estante. Gosta de poesia?
- Sim, embora não conheça o livro em questão, mas procuro-o já.
Percorreu a estante até encontrar o que ele pediu. Sentou-se dizendo:
-Aqui está. Posso começar?
-Por favor.
Com voz pausada, ela foi lendo, um após outro, os poemas do autor, perante o silêncio dele. Um quarto de hora depois foi interrompida.
- De momento chega. Importa-se de conversar um pouco? A Isabel lê muito bem. Sente o que está a ler. E decerto, este não é o tipo de poeta, que uma jovem prefere.
- Porquê?
- Pelo que me leu, não são poemas de amor, e esses são normalmente, os que as jovens mais gostam de ler.
- Realmente nunca tinha lido poemas de José Saramago, embora tenha lido quase todas as suas obras em prosa. Mas contrariamente ao que diz, senti, que eram poemas de amor. De amor à liberdade, à fraternidade, e à luta por um mundo melhor. É talvez um amor diferente, mas nem por isso deixa de ser amor.
- Tem um excelente sentido de análise. Não é muito vulgar nas jovens de hoje.
- Talvez eu nem seja, tão jovem assim. Ou talvez eu tenha tido um bom mestre, - respondeu perscrutando-lhe o rosto, tentando adivinhar alguma emoção.
- E teve?
- Sim. Um grande amigo, que me iniciou nas leituras, ensinando-me a buscar o verdadeiro sentido daquilo que lia.
Será que ele se lembraria dela? De quando leram juntos, Miguel Torga, ou Ernest Hemingway? Dos livros que lhe emprestou, e que ela lia com rapidez, só pensando em estar à altura dele? Se o fez, não deixou transparecer no seu rosto nenhum sinal visível.
- Pode-se dizer então, que gosta muito de ler.
- Gosto? Sou uma leitora compulsiva.


14 comentários:

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Boa noite querida Elvira!
Muito boa sua estória e ficando cada vez mais curiosa com o seu desvendar.
Um abraço e feliz final de semana.

✿ chica disse...

Nem com a leitura ele reconheceu a voz? Está instigante tudo isso!Adorando! bjs, chica

Anete disse...

Olá... Um novo capítulo emocionante... Que bom que os dois apreciam a leitura...
Uma boa noite e bom domingo...

Tintinaine disse...

Estou cá com a impressão que ele já sabe quem ela é!!!

redonda disse...

Gostei - e aqui fiquei também com a ideia para procurar os poemas de Saramago.
Será que ele não sabe já que é ela?

um beijinho e estou à espera do próximo

aluap Al disse...

De Saramago também só li algumas obras em prosa, esse poemas que falam de amor à liberdade à fraternidade e à luta por um mundo melhor imagino que eram os possíveis da altura.
Boa noite Elvira.

Odete Ferreira disse...

Muito bem, Elvira. Leitura em ordem e com muito gosto!
Penso que ele já deve ter identificado a voz... Esperemos pelo percurso narrativo da autora...
Bjinho :)

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história e desejar um bom domingo!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
para alem da historia que está a ficar cada dia mais emocionante vamos chegar ao fim com muito mais cultura geral á custa claro da autora que em cada capitulo nos trás sempre algo de bom nesse sentido.
continuação de um bom domingo.
JAFR

Edumanes disse...

Se Hélder a recusou antes de ter perdido a visão. Devido à diferença de idades será que quando souber quem ela é a vai receber de braços abertos?

Tenha uma boa tarde de domingo amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

Os olhares da Gracinha! disse...

Partilham o mesmo gosto pela boa leitura! Bj

Prata da casa disse...

Também não conhecia este livro do nosso Saramago.
Hummm, com tanta insinuação ele ainda não percebeu quem ela é? Mau!!
Bjn
Márcia

Jack Lins disse...

Hum...já vou pesquisar se marido fofo tem esse livro por aqui.

Majo Dutra Rosado disse...

Gostei muito, Elvira.
Abraço
~~~