18.6.17

DE LUTO







A morte saiu à rua num dia de canícula.
 Veio rápida como um raio, ou num raio,
 Dizem. Uma gigantesca labareda.
Cercada por mares de fumo.
A natureza que se agita, estrebucha,
E se imola. Na agonia de quem partiu
Na dor de quem ficou. 
Que os mortos repousem em paz.
 E que os vivos tomem medidas,
Para que tragédias destas dimensões,
 não se repitam.

14 comentários:

Anete disse...

Triste fato, Elvira! Deixo o meu abraço e que Deus esteja consolando a todos os familiares e amigos dos envolvidos.
Tristeza mesmo p Portugal! Que venham as providências necessárias...

Com orações...

Pedro Coimbra disse...

o Inferno, vimos o Inferno, Elvira Carvalho :(

✿ chica disse...

Cenário que nos choca sempre!Tristeza! Trágico momento! bjs, chica

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma tragédia nunca vista.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

esteban lob disse...

Querida Elvira:

La tragedia que vive tu país es inconmensurable.Esa pobre gente tratando de huir de las llamas que nos muestra la televisión, asombra y conmueve.Recibe mi abrazo desde el otro lado del mundo, que aunque no sea más que un grano de arena, ten la certeza de su sinceridad producto de la conmoción interior que las insensibles llamas nos producen a todos.

Fuerte abrazo.

Rosemildo Sales Furtado disse...

É lamentável Elvira! Que DEUS tenha piedade de todos.

Abraços,

Furtado

Os olhares da Gracinha! disse...

Que Deus se lembre de todos!!!
Por aqui ... o sol não consegue espreitar ... o fumo e as cinzas invadem _nos!
Bj

Emília Pinto disse...

Quando se deu esta desgraça, por todo o lado grassavam incêndios provocados por mão criminosa na sua grande maioria. Espero que o ser humano aprenda com este inferno, mas não creio, Elvira. Obrigada pela homenagem. Beij7nhos
Emília

Ailime disse...

Uma tragédia que se abateu naquela zona do País, onde tantos pereceram.
Que descansem em paz e que Deus suavise a dor e o sofrimento dos que perderam os entes queridos e as suas casas.
Beijinhos,
Ailime

Socorro Melo disse...

Muito triste. Essas tragédias têm sempre um histórico de descaso para com a natureza. Infelizmente depois que acontecem é que são tomadas providências, de situações tão óbvias. Sinto muito pelo sofrimento dos atingidos.

lis disse...

Muito chocada Elvira
Como se tivesse sido aqui ,do meu lado,
Muito triste e indignada também por pensar que em tempos atuais isso nao poderia acontecer.E somos reféns dos que governam o mundo.
Um abraço grande

paideleo disse...

...que os vivos tomem medidas.

A ver cando deixamos de prantar leña e prantamos árbores de folla caduca.

Jack Lins disse...

Muito triste mesmo...hoje mesmo estava conversando com marido sobre isso.

Andre Mansim disse...

Realmente, muito triste!
O povo português está sofrendo.