9.11.15

FOLHA EM BRANCO - PARTE XXI

Depois do almoço, foram até à baixa. Passearam um pouco pela larga avenida da cidade, e sentaram -se na muralha que separava a avenida da ribeira que ali vinha desaguar no oceano. O verão terminara há muito, mas o outono mantinha-se ameno, pelo menos durante o dia, que à noite sempre se levantava vento, e fazia frio. Havia ainda muitos turistas na cidade, e os barcos rumo à marina, ainda eram frequentes. Falaram de coisas sem importância, ou melhor, Miguel falou, a jovem limitava-se a ouvir, por vezes atenta, outras nem isso.
Por vezes  Miguel desesperava, e quase tinha vontade de desistir. Ir à sua vida e deixar a jovem ali perdida nos seus labirintos interiores. Mas logo se recriminava. Ele nunca fora homem de desistir de nada, não era agora que ia começar a sê-lo. Outras vezes recriminava-se  por não ter  naquele dia, quando saíram da falésia, acompanhado a jovem à polícia e ter dado  parte do acontecido. Mas logo se desculpabilizava, com o pensamento de que o facto de lhe ter salvo a vida, lhe dava a responsabilidade de a integrar nela. E ela só podia voltar verdadeiramente à vida quando recuperasse a memória. 
Levantou-se, e estendeu a mão à jovem.
-Vamos Teresa? São horas do lanche. E ainda precisamos fazer umas compras.
Depois do lanche, entraram numa papelaria. Miguel ia comprar um caderno de desenho e um lápis para que a jovem fizesse o que o médico lhe recomendara. Ela porém estacou à entrada, onde estavam algumas revistas expostas. Com uma breve mirada, Miguel viu que se tratava de revistas sem nada se interessante, revistas de programação televisiva, e de palermices sobre os artistas, as revistas habitualmente apelidadas de cor de rosa.
Depois de efectuada a compra, dirigiu-se à saída onde a jovem continuava na mesma contemplação.
Intrigado perguntou:
- O que há de tão interessante, nessas revistas?
- Não sei. Gosto desse, - e apontou a capa de uma pequena revista, com uma conhecida artista de novelas. Miguel olhou e leu em voz alta.
-Mariana. É isso? O nome de Mariana, diz-lhe alguma coisa?- Perguntou esperançado.
-Não sei, respondeu ela confusa. Mas gosto dele.
- Pois a partir de hoje, será Mariana. E quem sabe não é esse o seu verdadeiro nome.




14 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Nem quero ler quando o Miguel se cansar de tanto mutismo...

Edumanes disse...

Pode não ser o nome, mas é bela,
nenhum dos que Miguel tenta adivinhar
com calma é preciso saber esperar
porque ficaremos a saber o nome dela!

Tenha uma boa noite amiga Elvira, um abraço.
Eduardo.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Mariana
é um nome que vale por dois

Maria,
eu já disse que seria

aluap Al disse...

Olá Elvira.
Como não tenho tempo de comentar em todos os 'post´' somente vim dizer que estou a acompanhar.
Beijos e resto de bom domingo!

lourdes disse...

Li hoje "de tacada" os últimos 7 episódios.
Continuo a achar que este Miguel é demasiado bom para ser verdade, mas estou muito intrigada sobre a menina.
Quando será que ela vai recuperar a memória? E o que é que lhe vai acontecer?
Bjs

Rosemildo Sales Furtado disse...

Um nome que lembra quatro: Maria, Ana, Ana Maria e Mariana. Uma grande ajuda na recuperação do nome. Aguardemos os acontecimentos.

Abraços,

Furtado.

Janita disse...

Ora aí está um nome que também gosto; Maria Ana = Mariana.

Ainda não chegou o momento, mas ninguém fica desmemoriada para sempre.
Grande paciência a do Miguel. E a R.M. que nunca mais está pronta e a ida à falésia que tarda.
É um suspense e tanto. Aguardemos o final e que seja feliz.

Um abraço, Elvira

Pedro Coimbra disse...

Um nome muito bonito.
O da minha filha mais nova.
Boa semana

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Mais um pequeno paço na historia.
Um abraço e boa semana.

Dorli Ramos disse...

Oi Elvira.
Fico imaginando onde acha tanta inspiração para um conto tão longo.
Beijos
Minicontista2

Mariangela do Lago Vieira disse...

Lindo nome!!E inspiração.
Abraços,
Mariangela

Laura Santos disse...

Será que o nome dela é Mariana?... Acho que ele deveria comprar a revista!
xx

Socorro Melo disse...


Mariana. Um belo nome.

Zilani Célia disse...

AINDA LENDO.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/