6.3.17

CASAMENTO POR PROCURAÇÃO - PARTE VII



- Aqui é a sala comum. É a maior divisão da casa. Daquele lado é a casa de jantar, deste como vês uma sala de estar. Estás muito calada. Que se passa Sofia? Se não tivesses falado no aeroporto diria que és muda.
- Desculpa. É que é tudo muito novo para mim. E o medo do avião, e a emoção de me ver numa terra estranha deixaram-me muito cansada.
- Calculo que sim, - disse sorrindo.
A sala, na parte onde se encontravam, tinha duas janelas com cortinas estampadas, um sofá em tons de azul, também estampado, coberto de almofadas coloridas, e um cadeirão estofado em cor-de-vinho. No chão uma carpete, muito parecida com as que a tia Ilda tecia com trapos, lá na aldeia. E em cima da carpete uma pequena mesa de vidro.
No outro lado da sala, a chamada casa de jantar com outra janela que iluminava a mesa retangular com cadeiras estufadas de amarelo.
Por todo o lado as cores vivas estavam presentes, como se os franceses quisessem celebrar a vida, depois do término da guerra que ocorrera há pouco mais de vinte anos.
Passaram depois à cozinha, decorada em tons de branco e verde água.
- Não sei se sabes, mas trabalho no restaurante do meu tio. Ele era o cozinheiro quando cheguei. Comecei a seu lado como aprendiz. Agora sou eu o cozinheiro. Ele dirige o restaurante, mas hoje para eu estar aqui, teve que voltar à cozinha. Quer isto dizer, que exceptuando o dia de folga, em que o restaurante fecha, eu faço as refeições lá. Mas deixemos as explicações para mais tarde, depois de teres descansado.
Passaram depois aos quartos. Havia um mais pequeno, com uma cama de solteiro, e um maior com cama de casal.
Quim foi buscar a mala dela para o quarto de casal, e disse.
- Fica à vontade. Podes trocar de roupa, e descansar. Eu vou até ao restaurante, dar uma ajuda ao tio na elaboração do jantar, e mais tarde venho buscar-te. Jantamos lá.
Deu-lhe um breve beijo na face e deixou-a só.






15 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Coitadinha da Sofia! Aguardemos.

✿ chica disse...

Só imagino o que passava na cabeça dela! Tudo novo, nada ainda explicado! bjs, chica

Rui disse...

Um "ambiente" algo frio ! (?)... Parece ser necessário um pouco mais de "calor humano" !
Aguardemos !

Ilaine disse...

Elvira, querida!

Obrigada pela visita em meu blog.
Fiquei muito feliz.

Que linda escrita, amiga!
Parabéns!

Beijo grande!

Edumanes disse...

A noiva está cansada da viagem. O noivo preocupado com o trabalho no restaurante. Se eu fosse alentejano...Dizia tal tá a porra compadre! Nas Neves, uma aldeia do Concelho de Beja, havia um moço pastor de ovelhas. Na véspera do seu casamento dirigiu-se ao seu patrão dizendo, parece que me querem casar, será que o patrão me podia dispensar por uma hora ou duas. Claro que sim, fica lá o dia todo com a moça. Não patrão, quando sair da igreja a moça vai para casa dos pais dela, e eu venho para junto das ovelhas!

Tenha uma boa noite amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

AvoGi disse...

Não seria capaz de casar por procuração!
Admiro as mulheres que encetaram um casamento Tô baseado numa fotografia
Kis :=}

Catarina H. disse...

Naquela altura era tudo muito complicado. Quantas famílias não se viram nestas situações?
Vamos aguardar o desenrolar da trama.
Cara Elvira, tenho tido pouco tempo para comentar e até para ler. Mas sempre que posso, venho pôr a leitura em dia :)
Beijinhos e boa semana :)

Cantinho da Gaiata disse...

Coitada, logo no primeiro dia ficou sozinha.
Não me parece que vá correr bem esta história.
Bj

Tintinaine disse...

Devagarinho vai a história avançando e eu desesperando pela hora do vamos ver.
Será que a noiva vai querer dormir na cama de solteiro?
Se se lembrar disso a coisa complica-se!

Majo Dutra disse...

Essa de ir diretamente para o quarto de casal,
é muito forte...
Abraço, Elvira.
~~~~~~~~~~

Elisa Bernardo disse...

Querida Elvira, não tenho conseguido estar a par, no fim de semana já leio tudo o que deixei para trás para voltar ao ritmo. Espero que esteja bem. Um grande beijinho com saudades.

Pedro Coimbra disse...

Ela sente-se um corpo estranho.
E ele não está a ajudar a afastar esse sentimento.
Abraço

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
para já está tudo muito frio , tal como o País para onde foi .
JAFR

Rosemildo Sales Furtado disse...

As malas foram para o quarto de casal. Será que é porque a cama é maior e ela por estar cansada terá um melhor descanso? Vamos aguardar.

Abraços,

Furtado

Fernanda Maria disse...

Até aqui tudo parece correr bem, será que vai haver surpresas ?

Um beijinho amiga Elvira

O Toque do coração