30.5.18

CASAMENTO DE CONVENIÊNCIA - PARTE XI




- Não estou para ninguém e a Susana não sabe a que horas volto, -disse o advogado à sua secretária antes de entrar no seu gabinete.
Mal se instalaram no escritório, Pedro retirou do casaco o relatório que o investigador lhe tinha enviado e passou-o ao amigo que o leu em silêncio. Depois disse:
- Que a criança seja teu primo, e que queiras ajudar a família, eu compreendo, mas essa peregrina ideia de casares com a tia da criança, é que não me entra na cabeça. Primeiro, não tinhas um compromisso com a Cristina Barbosa?
-Nunca foi nada sério, nunca lhe fiz qualquer promessa, apesar de no início ter chegado a pensar nisso. Conheceste-a, é uma mulher muito bela, mas tem tanto de bonita como de fútil. A nossa relação ultimamente resume-se a isto. Ela a tentar arrastar-me para festas enfadonhas e eu a arranjar desculpas para não ir. Hoje mesmo tenciono ter uma conversa séria e acabar com qualquer ilusão da sua parte.
-E depois, chegas junto desta, - olhou o relatório para confirmar o nome e continuou, - Joana Teixeira e declaras que te apaixonaste por ela, mal a viste e que vais morrer de amor se não aceitar casar contigo?
- Não sejas ridículo. Penso propor-lhe casamento oferendo-lhe ajuda para criar o menino, e cuidar da mãe que decerto precisará de assistência médica. Será um casamento de conveniência, uma espécie de negócio.
-E os sentimentos Pedro? Onde fica o amor, o carinho, a paixão?
- Ora, tu sabes que eu não acredito no amor. Vá, não olhes assim para mim,  tu e a Helena são a exceção que confirma a regra.
-Acreditando que tu penses assim, quem te diz que esta jovem pensa como tu? Mais, quem te diz que ela não está apaixonada por alguém?
- Se tivesse uma qualquer relação o Abílio tê-la-ia descoberto. Algo me diz que é uma mulher que sempre se preocupou mais com os outros que com ela própria. E é com essa preocupação, com o bem-estar do menino e da mãe que conto para convencê-la.
- Bom, se já estás decidido, o que queres de mim?
- Que redijas um contrato pré matrimonial, com as condições que eu te ditar na altura, sendo que deverás acrescentar uma alínea, frisando que o casamento terá que ter uma duração no mínimo de dois anos, assim que eu te disser. E que nessa altura entres com o pedido de adoção do menino, e trates de toda a documentação para que me torne legalmente pai dele, o mais depressa possível depois do casamento. 
- Porquê essa alínea dos dois anos?
-Porque em dois anos, já serei legalmente seu pai, o menino terá crescido, criado laços comigo, e será muito mais fácil na minha posição que o juiz me dê a sua guarda, do que à Joana.Tenho melhores condições de vida.
-Isso é uma canalhice, Pedro.
- E não é uma canalhice o que elas nos fazem, quando um homem lhes dedica toda a vida e  nos abandonam sem dó nem piedade?
- Não podes julgar todas por uma. Oxalá um dia encontres alguém que te demonstre como estás enganado.  Pelo teu próprio bem. Mas parece-me que estás a pôr a carroça à frente dos bois. Nem sequer sabes se a tia vai adotar o menino ou se simplesmente requereu a guarda como parente mais próximo. E se ela não pretender adotar a criança como vais entrar com um pedido de adoção?
-Não te preocupes. Se ela não tiver pensado nisso, eu a farei pensar.
-Pareces ter pensado em tudo. Mas estamos ainda na fase das hipóteses. Pode acontecer que contrariamente ao que pensas, a jovem não aceite esse casamento. Mas supondo que aceita, já pensaste que em dois anos, ela pode gerar um filho teu?
- És sempre o mesmo sonhador Ricardo. Acreditas mesmo, que uma mulher que aceita um casamento para melhorar a vida dos seus, vai querer sujeitar-se a uma gravidez? Não tenhas ilusões. É bem capaz de querer reduzir o prazo dos dois anos.
-Arrepias-me com o teu cinismo.
-Posso contar contigo?
- Não tens contado sempre?


Bom  gente, hoje acordei quase sem me poder mexer. Na verdade estive melhor enquanto a medicação durou e de há dois dias para cá tem sido sempre a piorar. Ainda fui à aula da manhã, mas de tarde fui para o médico. Acabei de chegar, e além da medicação e da requisição para fazer uma TAC, as recomendações são para repouso absoluto "de cama, e não no sofá" palavras dele, durante dois dias. Depois vai-se levantando aos poucos, andando um bocadinho em casa e volta para o repouso. 
O conto está escrito e vou programá-lo para ir saindo. Mas não se admirem se não conseguir visitar-vos. 



26 comentários:

Ana disse...

é preciso obedecer às ordens do medico para que a recuperação seja mais rapida. As melhoras! Abraço

Gaja Maria disse...

O que interessa é que que fique bem e rapidamente. Com a saúde nao se brinca. As melhoras Elvira. Abraço

Rejane Tazza disse...

Primeiro falando com Elvira: TE CUIDAQ! FAZ O REPOUSO,ainda que chato,rs


Agora o conto está muito bom. Acho que Pedro tem tudo na cabeça, mas falta deixar um lugar para o destino... bjs, chica

Rejane Tazza disse...

Ele programou, organizou, mas taaaaaaanto pode acontecer,né? bjs

noname disse...

Faça o que o disse o médico. Cuide-se para ficar boa e voltar ao convívio. Desejo de coração que tudo dê certo e um destes dias, chegue aqui, aos pulinhos de contente :-)

Melhoras rápidas, um xi coração
Até já

Cantinho da Gaiata disse...

Amiga Elvira, estou preocupada com a sua saúde, tem que fazer tudo direitinho como o médico diz e fazer o exame para ficar mais descansada, até lá rápidas melhoras.
Quanto ao conto, este promete mesmo, mas vamos ver se ela aceita essas condições todas.
BJ grande.

Roaquim Rosa disse...

boa noite
havia uma pessoa na minha família que dizia isto :
- primeiro eu, segundo eu, terceiro e quarto e quinto eu , depois vesse !
acho que vai entender !!
um bom feriado com recuperação !!
JAFR

Ontem é só Memória disse...

O importante é que fiques melhor! Espero que voltes rápido e de boa saúde!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Edumanes disse...

Já estou a imaginar o Pedro um vigarista?
tenha uma boa noite e rápida recuperação amiga Elvira,
Um abraço.

Larissa Santos disse...

Será que o Pedro vai ter sempre a mesma sorte? Será que ela vai aceitar ? Estou curiosa.


As suas melhoras.

Bjos
Boa noite.

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
TEU CONTO ESTÁ PERFEITO, COMO SEMPRE PRENDES A ATENÇÃO DO LEITOR E FAZES COM QUE FIQUEMOS A ESPERA DA CONTINUAÇÃO.
FICA BEM AMIGA. TOMARA QUE MELHORES LOGO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Seguindo com muito entusiasmo.
Desejo-lhe rápidas melhoras.
Beijinhos,
Ailime

Pedro Coimbra disse...

As melhoras.
Cuide de si que é o mais importante.
Abraço

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Seguindo com muito entusiasmo.
Desejo-lhe rápidas melhoras.
Beijinhos,
Ailime

Tintinaine disse...

Cuide da sua saúde que a gente nunca se queixa!
Entretanto vamos imaginando qual será a reacção da menina quando tiver conhecimento da proposta.

Isa Sá disse...

As melhoras rápidas.

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Lucia Silva disse...

O conto cada vez mais empolgante, melhoras amiga!
Feliz dia, beijos!

aluap Al disse...

Palavras sábias do amigo: "não podes julgar todas por uma".
As melhoras Elvira.

esteban lob disse...

Lo más importante es la salud, apreciada Elvira. Espero que tus achaques estén siendo superados. En esas condiciones el Casamiento de Conveniencia, no obstante su apasionante trama, pasa a segundo plano.

Abrazo chileno.

Duarte disse...

Esta é a noticia que ninguém tem vontade de dar e os demais de a receber. Bom, o importante é que estamos aqui, ainda que seja com alguma queixinha. Ânimo amiga que não vais demorar mesmo nada em estar totalmente recuperada. Ante tudo, disciplina.
Pedro, que personagem! Este romance pode ser dos que gostam à minha malta. Iremos falando disso.
Abraços de vida para uma pronta recuperação.

Majo Dutra disse...

As melhoras, estimada amiga.
Tudo pelo melhor.
Abraço grande.
~~~

Victor Barão disse...

Minha amiga, Elvira, da parte que me toca o importante são em absoluto as suas melhoras. O conto é uma bela e verdadeira dádiva da sua parte, como autora, que eu agradeço encarecidamente...
Ficam os meus votos do melhor fim-de-semana possível, dentro das circunstancias, com acréscimo de parabéns por esta sua virtuosa escrita
Beijo solidário e de amizade
VB

Tais Luso disse...

Estou mais lenta do que tartaruga, amiga, mas chego lá onde me proponho! Não sei como você consegue pensar, bolar os capítulos com essas dores!! vá mais devagar, cuide-se!
Estou indo devagar, está muito bom, excelente. ainda dei um pulinho nos seus outros blogs...
Beijo!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Acredito que o Pedro esteja tentando enganar a si próprio. Algo me diz que ele já está apaixonado e não quer confessar. Aguardemos os acontecimentos.

Abraços e um ótimo final de semana para ti e para os teus.

Furtado

PS: Como será que está a vitamina D em Elvira? Que tal um pequeno banho de SOL para testar?

jorge esteves disse...

Credo!...
(mas já lá vou; mais à frente...)
jorge

Meu Velho Baú disse...

Os seguidores de mais este belo romance cá estão mas agora o mais importante é cuidar de si,
As melhoras Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...