4.2.18

A VIDA É... UM COMBOIO. PARTE XXVIII




Nunca uma semana passou tão depressa para Amélia. Naquela mesma noite falou com o filho e contou-lhe sobre a proposta de casamento de Paulo. A criança ficou pensativa por alguns momentos, e depois disse:
- Tu disseste que para arranjar um namorado era necessário gostar muito dessa pessoa, e que ela gostasse de nós. Eu gosto do Paulo, mãe. Nada me deixaria mais feliz, do que contar com ele como se conta com um pai. Eu sinto que ele gosta de nós. De mim, de ti. O problema é teu. Será qua gostas dele como dizes que é preciso?
Amélia ouviu o filho, espantada com a sua lógica. O seu menino estava a demonstrar-lhe que tinha crescido. Com os olhos rasos de água abraçou a criança.
- Sim, filho, a mãe gosta dele. Não sei como aconteceu, conhecemo-nos há tão pouco tempo, mas encantei-me com o seu jeito, a sua gentileza, a maneira como te trata, e até com os sentimentos que descobri nele, nestes dias.
- Então, mãe, não há problema. Suponho que casarão em breve, e podemos enfim ser uma família.
Paulo ficou encantado, quando depois de Martim ir dormir, ela lhe telefonou, e contou a conversa que tiveram 
No dia seguinte depois, de ter estado uma hora com Pedro, dando-lhe dicas que podiam ser importantes para a defesa que estava a elaborar, dirigiu-se ao gabinete que partilhava agora com Carlos e pô-lo ao corrente do desejo do cliente em doar metade da propriedade. Carlos que a olhava curioso, por a achar diferente naquela manhã, perguntou-lhe:
- Como sabes tu disso? Não me digas que passaram juntos, o fim-de-semana.
-É claro que não, mas encontrámo-nos sim. Ou melhor o Martim encontrou-o num passeio na quinta da avó. Sabes que ele é vizinho da avó Maria?
- Muito me contas. E então ele pediu ao Martim para te dizer que desejava doar metade da quinta?
- Não brinques, é sério. É claro que nos encontrámos depois. E que o adverti de tudo o que devia em relação a essa doação, mas ele está seguro do que quer. A pessoa a quem quer beneficiar, é o seu caseiro, que na verdade, ele considera como irmão de criação, já que foram criados juntos lá mesmo na fazenda, que segundo diz era nesse tempo, bem mais pequena. Eu disse-lhe para procurar os documentos de propriedade, para que pudéssemos agendar a doação e os novos registos de propriedade. O problema é que ele gostaria de ter tudo pronto para o dia dois de Maio, porque o beneficiado, faz anos nesse dia, e ele queria dar-lhe essa posse, como prenda de aniversário.
- Dia dois? Mas temos apenas dez dias úteis até ao dia dois. Vou dizer à Margarida que lhe telefone, ou queres fazê-lo tu?
- Diz. Eu telefono.
- Bem me queria parecer. Até tiraste a aliança. Grandes progressos. “Não brinques com isso, Carlos. É apenas um conhecido que me ajudou a mudar o pneu” – disse tentando imitar a voz de Amélia e lançando a seguir uma gargalhada.  Estou a ver que o chefe tanto esperou para te fazer sócia para acabar por te promover, quando te vai perder. E mais, vai perder um dos seus melhores clientes.
- Porque dizes isso?
- Ora, não te lembras do que ele disse de ter os advogados nos seus próprios escritórios, trabalhando em exclusivo com ele?
-Achas que me vai propor isso?
- Ó não. Acho que te vai propor casamento. O resto vem por acréscimo. Telefona lá ao homem e diz-lhe que traga todos os documentos da propriedade esta tarde. Não temos tempo a perder.



Aqui podem ver a netinha que hoje fez 9 anos, bem como os dois bolos de aniversário para as duas festinhas que lhe foram dedicadas

21 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Mais um maravilho episódio! Que não haja nenhum intruso para estragar o momento!!
AMEI!

NEXT...

"Esvoaços em fina candura" ...[Poetizando...]

Excelente Domingo

Cantinho da Gaiata disse...

Maravilha, chegar de viajem e ler este episódio deixou-me bem melhor.
Em breve temos casamento.
Bjs e boa semana.

Janita disse...

Com tudo a correr sobre rodas, em breve chegará ao fim esta bonita história que muito me está a agradar.

Parabéns pela neta linda que tem. A Mariana tem um sorriso doce e um olhar muito terno. E os cabelos? Que maravilha!!

Os bolos têm um aspecto delicioso. Tudo muito bonito.

Um abraço e mil felicidades para si e sua família.

Edumanes disse...

Não há tempo a perder. O tempo é dinheiro e o dinheiro custa a ganhar. Tudo parece estar no bom cominho, para Paulo e Amélia, o que desejam realizar!

Tenha uma boa noite amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

✿ chica disse...

Adorei o capítulo...emoções... respondi sobre a peteca, coloquei lá a imagem de uma!rs

Adorei ver a Mariana! bjs, parabéns! chica


Os olhares da Gracinha! disse...

O conto está a compor-se... bj

noname disse...

Vai-se compondo a coisa.

Boa noite e beijinho

Rui disse...

Fiquei com a "pulga atrás da orelha" com a sua nota 1 no cap. XXVI . (??)
Será que a "procissão ainda vai no adro" ?... :))

Abraço e Boa semana, Elvira ! :)

Kique disse...

Muito boa esta parte
Bjs
Kique
https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

Tintinaine disse...

O pessoal já está a contar com esse casamento, Elvira, por isso nada de dar a volta à história e defraudar os leitores.
Boa semana!

lourdes disse...

E agora como manda a tradição, vem o casamento.
Será que ainda vai acontecer alguma coisa má antes disso????
Bjs.

Pedro Coimbra disse...

Beijinhos para a Mariana e a avó, boa semana

Roaquim Rosa disse...

bom dia
Acho que já não há muito a comentar , mas ainda faltam alguns episódios .
JAFR

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história e desejar uma ótima semana.


Isabel Sá
Brilhos da Moda

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Está no bom sentido.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Larissa Santos disse...

Este episódio foi muito bonito. :)) estou ansiosa

Hoje:- {poetizando e encantando} Arrepios de um luar encantado
.
Bjos
Votos de uma óptima Segunda-Feira

Manu disse...

Uma história que continua a encantar-me.
A lucidez do filho é fantástica.
Parabéns para a tua netinha linda.

Beijos

Anete disse...

Boa 2a feira, Elvira!

Passo a passo caminhando para dias felizes do casal... Certamente teremos um romance bem finalizado!
Lá vou eu agora participar da festa da sua princesa... Seus bolos sempre são belos e saborosos...
Bjs

lis disse...

Oi Elvira
Tenho aqui um conto que ja anda bem adiantado.
Sinto que é instigante e volto com calma para ler cada capítulo, como gosto.
Por hoje, meu abraço de chegada de pequeno intervalo.
Bons dias

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Estou a por a leitura em dia e cada vez mais aprecio esta historia muito bem pensada e construída.
Beijinhos,
Ailime

Lucia Silva disse...

Ótimo esse episódio!
Beijos carinhosos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...