11.2.18

A VIDA É... UM COMBOIO. - PARTE XXXVI


                                           Igreja matriz de Alvaiázere



Depois que saíram da igreja, que os dois acharam linda,  Paulo disse.
- Vem. Vamos até aquela pastelaria. Lanchamos, ali. Preciso falar contigo.
Escolheram uma mesa mais afastada, e pediram dois cafés e dois pastéis de nata. Depois que o empregado se afastou, Paulo perguntou.
- Vais contar-me o que se passa?
- Nada. Não se passa nada.
- Olha Amélia, talvez eu não seja um homem muito romântico, mas preocupo-me com as pessoas que amo. O teu rosto não é precisamente o rosto de uma noiva feliz. Leio uma certa inquietação nos teus olhos que me põe nervoso. Somando a isso o facto de ainda não teres telefonado ao teu irmão, não me venhas dizer que não se passa nada.
- Já tive uma experiência falhada. É natural que tenha receio. Afinal conhecemo-nos há tão pouco tempo. E se não der certo? O Martim está nas nuvens. Já pensaste como ele vai ficar, se depois de casados verificámos que foi um erro e nos separamos?
- É natural um certo temor quando vamos mudar toda a nossa vida. É humano, todos o sentimos. Uma vida a dois, implica novos hábitos, a que uma pessoa sozinha não está habituada. E é normal que não estejamos de acordo em todas as situações, que se nos apresentem. Afinal somos duas pessoas com personalidades diferentes, e às vezes é preciso fazer cedências, sem que isso signifique uma situação de domínio. Depende apenas de nós, compreender e aceitar o outro. Os casamentos têm altos e baixos, o nosso decerto não será exceção. Mas diz-me uma coisa, deveria a natureza eliminar as rosas, só porque elas têm alguns espinhos?
- Desculpa. Foram muitos anos a racionalizar sentimentos, a construir muralhas à minha volta, e depois apareces tu, e sem cerimónias derrubas todas as minhas defesas, invades-me o coração e o pensamento, e isso assusta-me. Tudo me parece um sonho e tenho medo de acordar.
- Perderás o teu medo, se eu prometer que esse sonho nunca será pesadelo? Tem fé, querida. Confia em mim. E agora promete-me que hoje mesmo, falas com o teu irmão.
- Prometo. Esta noite falo com ele.
Tinham acabado o lanche. Paulo pediu a conta depois de ter perguntado à jovem se queria algo mais e de ter obtido uma negativa por resposta.
- Mais confiante? – Perguntou ele enlaçando-a pela  cintura, enquanto se dirigiam para o carro.
Ela limitou-se a sorrir, mas no seu íntimo sentia-se bem mais segura depois do que ouvira. Afinal ele dissera que se preocupava com as pessoas que amava. E estava preocupado com ela. Se ele a amava, então ela confiava que tudo ia correr bem. E decidiu. Nessa mesma noite telefonaria ao irmão. Sempre queria ver, melhor seria dizer, ouvir a reação do irmão quando lhe dissesse que ia casar dentro de dez dias. Ia pensar que tinha endoidecido. E a verdade é que tinha mesmo. Estava doida pelo homem, que ia a seu lado. Ele não era só bonito, era compreensivo, tinha bom coração, e sabia entendê-la como ninguém a entendera até então.


Nota, Há três dias que estou com grande dificuldade em entrar em alguns blogues que só consigo entrar à quarta ou quinta vez e outros ainda não consegui entrar desde sexta-feira. Esta mensagem de Ops, ocorreu um erro está a aparecer a mais alguém ou é só comigo?



E como estamos no Carnaval aqui me têm hoje em mais uma brincadeira.






18 comentários:

Lucia Silva disse...

É muito natural essa insegurança dela! Quanto ao irmão, acho que ele vai dar bronca, tomara que não! Vamos esperar! Amando suas brincadeiras de carnaval, linda e criativa!
Beijos carinhosos!

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Eu não tenho tido dificuldades em entrar nos blogues, deve ser um problema com o seu blogue minha amiga.
Um abraço e bom Domingo.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

lourdes disse...

E tudo está a seguir de vento em popa.
Ainda há principes encantados? Lindo, rico, bom coração e apaixonado....
Será que não vai acontecer alguma coisa de menos bom? Palpita-me que sim.
Bjs.

Os olhares da Gracinha! disse...

Dúvidas de quem não deseja voltar a sofrer!!!bj e por vezes no telemóvel tenho o mesmo problema!!!

noname disse...

Quando os dois tiverem consciência que o filho é dos dois, como vai cada um moer isso? Vamos ver, que o destino é um comboio e a viagem tem que seguir.

Boa tarde Elvira.

PS: Só errou na cor da base ahahahahah

Rosemildo Sales Furtado disse...

Há sempre insegurança em toda tomada de decisão, mas isso é bom porque quando dá certo, a emoção é bem maior. A história/estória está cada vez melhor e emocinante. Continuo gostando e aguardando os acontecimentos.

Abraços,

Furtado

Cantinho da Gaiata disse...

Muito normal os medos dela, mas vai tudo correr bem.
Estou desejando ver o encontro do irmão com o Paulo.
Bjs e bom Carnaval.

Edumanes disse...

Igreja será enfeitada,
para o dia do casamento
onde não faltará nada
naquele preciso momento!

Preparada para o Carnaval,
já está a nossa amiga Elvira
viva o nosso pais Portugal
haja saúde, paz e amor na vida!

Um abraço e boa noite.

Cidália Ferreira disse...

A estória está a ter um caminho bonito!

Não tenho dificuldades em entrar. Mas pode ser do sistema.


Beijinhos, boa noite!

✿ chica disse...

Ela ainda não está completamente tranquila ,apesar de tanto gostar dele. Vamos esperar! Adorei a brincadeira...bjs, chica

A Nossa Travessa disse...

Minha querida Elvirinhamiga

Chegados à PARTE XXXVI com as coisas a acelerar resta agora aguardar pelo casamento, por ir isso o que é preciso é ter paciência q.b.

Espero que já tenhas os esquemas preparados com régua e esquadro para o vestido de noiva da Amélia e que o Paulo também já tenha tirado as medidas, isto é o alfaiate, para o fraque, ou será uma casaca?

O teu dom de escrever deixa-nos sempre num suspense bom..

Muitos qjs do teu amigo e admirador

Henrique, o Leãozão

_____

NB - Penso que já podes ir à NOSSA TRAVESSA. E como sempre vais comentar. Muito obrigado

Kique disse...

Elvira a Rainha da Bateria ahahhahahaha
Bjs
Kique
https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

Tintinaine disse...

Estou curioso para saber a reacção do irmão quando lhe contar quem é o noivo.
Do meu lado o site da Blogger está a funcionar muito bem.

Anete disse...


Chegando agora por aqui depois de ler tantos capítulos...
Tá emocionante! Algumas águas ainda vão rolar, segredos reveladores...
Qto a dificuldade que está encontrando, não faço ideia do que seja... ?!?)... Torcendo p que logo normalize...
Um abraço e um bom amanhã...

Pedro Coimbra disse...

Estou a sentir que vem aí borrasca.
Estarei enganado??
Abraço, boa semana

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história.


Isabel Sá
Brilhos da Moda

paideleo disse...

Eu tamén tiven problemas co Ops ese con algúns blogues.

Vou seguir lendo.

Olinda Melo disse...


Foi bom ele ter essa conversa. Para evitar mal-entendidos.
Mas ainda há o irmão que ela quer ouvir...

Por cá o Carnaval está de arromba.

Bj

Olinda