Seguidores

27.5.19

UM PRESENTE INESPERADO - PARTE VI






Olhou o relógio. Onze e meia. Dobrou a carta e meteu-a no bolso do casaco.
- Vou sair, qualquer emergência liga-me para o telemóvel – disse ao passar pelo gabinete da sua secretária.
Meteu-se no carro e dirigiu-se à morada indicada. Estacionou o carro no lado contrário da rua. Ao sair, observou o prédio. Notava-se que já tinha alguns anos mas estava bem conservado. Trinta e nove r/c direito dizia o envelope. Tocou a campainha. Uma senhora de meia-idade com uma criança ao colo, abriu-lhe a porta.
-Bom dia. A senhora é Isabel Sarmento?- perguntou.
- Se deseja falar com a Isabel ela foi ao centro de emprego, mas deve estar a chegar.
-Muito bem, eu espero no carro. Virou-lhe as costas e dirigiu-se à porta, mas quando a abriu viu uma mulher jovem do outro lado, e perguntou:
- Isabel Sarmento?
- Sim. Deseja alguma coisa?
- Falar consigo. O meu nome é Ricardo Medina.
A mulher ficou lívida e Ricardo teve a sensação que ela podia desmaiar a qualquer momento.
- Ri…cardo? O senhor é o Ricardo? Não pode ser! – balbuciou quase sem voz.
- Claro que não pode ser, - disse irritado. Como é que se atreveu a dar o meu nome a uma criança sem minha autorização?
-Senhor, - ela retorquiu, - não pudemos discutir este assunto no átrio do prédio. Se puder entrar, esclarecemos o assunto.
Abriu a porta e convidou-o a entrar. Indicou-lhe a sala. Natália, saiu da cozinha com a menina ao colo, e esta ao ver Isabel estendeu os braços para ela chamando, mãe, mãe… Isabel deu-lhe um beijo e disse: 
- A mãe agora não pode, meu amor. Natália por favor importa-se de lhe ir dando o almoço enquanto eu atendo este senhor?
-É bonita a sua filha - disse ele tentando ser amável.
- Não é minha filha, embora lhe queira como tal. É a Matilde e segundo a Susana, é sua filha.
Irritou-se de novo.
-Já lhe disse que não conheço nenhuma Susana. Porque não a chama e esclarecemos este assunto de uma vez por todas?
-Susana suicidou-se há dez meses. Se me der licença eu vou buscar a carta que ela me deixou. 
Retirou-se deixando-o atordoado. Que brincadeira mais idiota. Ele nunca conhecera nenhuma Susana. Tinha tanta certeza disso como tinha de saber que o sol nascia todos os dias.
Isabel voltou e estendeu-lhe a carta. Depois disse-lhe como uns pescadores encontraram o corpo irreconhecível entre as rochas e como o reconhecimento fora feito pelas roupas que ela vestia.
-Lamento - disse ele. Que idade tinha a sua irmã quando supostamente manteve uma relação comigo? E quando foi isso?
-Vinte anos. Há pouco mais de dois anos Susana disse que namorava consigo. Nunca a vira tão feliz e fiquei contente. Mas pouco tempo depois, disse-me que tinham acabado, caiu em depressão, e quando descobrimos que estava grávida já era tarde para um aborto. A menina tem quinze meses.


Amigos hoje vou sair bem cedinho para o Algarve, devo chegar já bem tarde, pelo que não estranhem a minha ausência.



22 comentários:

Tintinaine disse...

Boa viagem!

noname disse...

Boa viagem, Elvira

Abraço

Pedro Coimbra disse...

A trama complica-se e o mistério adensa-se.
Bom passeio, boa semana

Cantinho da Gaiata disse...

Olá amiga Elvira!
Desejo -lhe uma boa viagem e que a estadia seja boa, pois o clima está magnífico.
Lendo mais uma história de seguida que é como gosto, assim não fico tão ansiosa pelo capítulo seguinte.Estou a adorar.
Beijinho grande e boa estadia.

Joaquim Rosario disse...

Bom dia
Como dizia alguém :
- Que grande imbróglio .
Boa viagem
JAFR

Maria João Brito de Sousa disse...

Boa viagem, Elvira.

Abraço

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Boa viagem minha amiga.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Isa Sá disse...

A passar para acompanhar a história.
Boa viagem!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Cidália Ferreira disse...

Bem, vamos a ver se ele se lembra! Porém, há sempre o teste a fazer!
Divirta-se!


Gratidão por todos vós. 6 anos...
Beijos e uma excelente semana.

chica disse...

E agora???Vamos acompanhando...Gostando sempre! bjs, chica

Larissa Santos disse...

às tantas, e como ele nem gostava da Susana, nem se lembrará dela...

Hoje:- Não consigo perceber este meu jeito.

Bjos
Votos de uma óptima Segunda-Feira

Sandra May disse...

Bom dia, Elvira!
Como está o seu cunhado, melhor? Espero que sim.
Bom passeio ao Algarve, que não conheço, mas imagino ser lindo comi tudo que vejo e leio sobre Portugal.
Agora vou lá pra postagem de domingo.
Um abraço.

Edumanes disse...

Falta saber se Ricardo está dizendo a verdade. Se ele diz que não conheceu nenhuma Susana. Será que ela lhe disse o seu nome?

Tenha um bom dia amiga Elvira. Um abraço.

António Querido disse...

Muito boa viagem com ida e volta! Todos uns malandros, uns que não dão o nome correto, outros que depois de serem servidos, partem para outras!

O meu abraço.

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Que estranho(?) o esquecimento dele!
Fiquei muito curiosa com o próximo episódio.
Desejo-lhe boa viagem de regresso.
Beijinhos,
Ailime

Teresa Isabel Silva disse...

O enredo está a ficar denso!

Aproveito para desejar uma boa viagem!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Janita disse...

Algo me diz que é agora que vão ser postos os pontos nos ii's.
Nessa altura, ele, o Ricardo, estava fora do país...

Foi para rimar Elvira, não se aborreça. :)

Espero que tenha feito boa viagem de ida e volta, e tudo esteja como desejava.

Um abraço.

Kique disse...

Seguindo esta bela historia
Bjs

Kique

https://caminhos-percorridos2017.blogspot.com

teresa dias disse...

Mistério!!!
Estou a gostar, Elvira. Muito!
Beijo.

Os olhares da Gracinha! disse...

Estou a gostar a cada capítulo... Bj

Roselia Bezerra disse...

Boa noite de paz, querida amiga Elvira!
Estou gostando de desenrolar pois curiosa estou para saber o que ele vai fazer e se é verdade, mas creio que a mulher não iria mentir.
Tenha dias abençoados!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Gaja Maria disse...

Será que Susana se fez passar por outra pessoa?