Seguidores

25.5.19

UM PRESENTE INESPERADO - PARTE V






Setembro chegava ao fim, todavia  o sol brilhava quente e intenso a lembrar o Verão que há dias tinha dado lugar ao Outono.
Ricardo despiu o fato-macaco com que estivera a trabalhar com um dos seus mecânicos numa limusina que tinha sido alugada para um casamento dois dias depois, lavou as mãos, e encaminhou-se para o escritório.
Era um homem alto, delgado, de ombros largos e longas pernas. Teria perto de quarenta anos, moreno de olhos cinzentos e cabelos negros. Um homem muito interessante, uma presença forte, marcante. Era o dono da "Impala," uma empresa de carros de luxo, para aluguer, com ou sem motorista. Empregava dez motoristas, quase todos também mecânicos, mas não raras vezes ele mesmo se ocupava da verificação de alguma reparação mais complicada.
Era um empresário bem-sucedido, os seus motoristas eram recrutados entre os melhores, e eram reconhecidos pela eficiência e educação. Talvez por isso tinha tantos clientes fiéis.
Já no seu escritório, verificou primeiro o correio eletrónico, e só depois as cartas que a sua secretária tinha colocado em cima da mesa. Cartas do banco, faturas para pagar, recibos de contas pagas. Por último uma carta dirigia a ele e não à firma. Ficou surpreso. Quem diabo lhe escreveria e o que quereria dele? Olhou o remetente. Isabel Penha Sarmento. Não conhecia ninguém com aquele nome. Bom, o melhor era abrir a carta e ver logo do que se tratava.
Abriu o envelope, e retirou duas folhas de papel. A primeira, escrita à mão com uma letra bem desenhada dizia:

“Caro Senhor:
Ricardo Souto Medina
Sei que não me conhece e decerto estará a pensar que lhe estou a roubar o tempo, que lhe é tão precioso por nada. Acredite que me custa imenso fazê-lo. Protelei esta carta durante dez meses, mas prometi a alguém que conheceu bem, mas que já partiu, que o informaria de que o senhor foi pai de uma menina em Junho do ano passado. Junto a cópia da certidão de nascimento da menina, e verá que ela tem o seu nome.
Lamento se esta notícia vai atrapalhar a sua vida, mas promessa é promessa e eu cumpro as minhas, mesmo quando elas me afetam.
Se tiver algum interesse em conhecer a sua filha, a minha morada está no remetente.
Isabel Sarmento”

Ricardo leu e releu a carta. Depois pegou na cópia da certidão de nascimento e leu Matilde Sarmento Medina filha de Susana Penha Sarmento e de Ricardo Souto Medina.
Largou a cópia como se ela queimasse. O seu rosto moreno tinha perdido a cor. Que raio de história era aquela? Como é que alguém que ele nunca conhecera se atrevia a dar o seu nome a uma criança? Aquilo era caso de polícia.


E AGORA? SERÁ QUE SUSANA ENGANOU A IRMÃ?




E porque amanhã é domingo, esta história volta segunda. Deixo um apelo aos meus amigos portugueses. Não engrossem a fileira dos abstencionistas.  Que adianta levar o ano inteiro a clamar se quando podemos fazer alguma coisa para tentar inverter a situação não o fazemos?

25 comentários:

noname disse...


Será?!

Aguardando já segunda feira ehehehehh

Boa noite, Elvira

Sandra May disse...

Então amanhã é dia de postar as piadas...adoro!
Esse Ricardo parece um gato, Elvira. Alem do mais ainda é dedicado ao trabalho é empresário bem sucedido.
Tô apostando que ele seja sim, o pai de Matilde.
Bom domingo a todos.

chica disse...

Vamos sentir falta amanhã!!! tá ótima! bjs Chica

Joaquim Rosario disse...

Bom dia
Claro que não vamos esperar só até segunda , mas vamos sofrer mais uns bons capítulos .
Bom fim de semana e façam a vossa obrigação !
JAFR

teresa dias disse...

Olá, Elvira!
Uau! O que estará para vir...
Caso de polícia? Hum, não acredito!
Beijo, bom domingo, saúde aí para casa.

teresa dias disse...

Claro que queria dizer «bom fim-de-semana».
Bjs.

Maria João Brito de Sousa disse...

Não me parece que Susana tenha enganado a irmã. O mais provável é que, remetida para a qualidade de relação passageira, Ricardo já se nem recorde dela...

Se amanhã ainda me contar entre os vivos, estarei nas urnas, não duvide.

Abraço

Janita disse...

Não creio que a Susana tenha enganado a irmã.
A minha intuição, diz-me que a identidade de Ricardo Souto Medina é que foi roubada. Alguém, sem escrúpulos, se fez passar por ele. Quiçá, um seu 'amigo' ou pessoa de família.

Como hoje irei estar super ocupada, vim já ler a sua narrativa Elvira, para a não ler requentada.

Um abraço, bom sábado.

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história e desejar bom fim de semana!



Isabel Sá
Brilhos da Moda

Tintinaine disse...

Ora cá estamos nós no olho do furacão!
O suspense é a alma de qualquer boa história.
Gostei e volto na segunda-feira para ver o que vai acontecer.

Larissa Santos disse...

Agora fiquei intrigada com o final... será??
Fico a roer as unhas até segunda. ;))

Hoje:-Quero-te tanto...Quero-te, porque sim. [Poetizando e Encantando]

Bjos
Votos de um óptimo fim-de-semana.

Teresa Isabel Silva disse...

Agora vou ficar aqui ansiosa para saber se a Susana mentiu ou não!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

esteban lob disse...

Excelente continuación de un caso muy bien tratado, Elvira. Y con un agregado que vale para todos los países, en que quienes se abstienen, luego son los que más critican.

Abrazo.

Os olhares da Gracinha! disse...

Adensa_se o mistério... Bom fim_de_semana!

Rui disse...

Estou a acompanhar. :)
Vejamos se o Ricardo se recorda e como reagirá !
Não acredito que a Susana tenha enganado a irmã.
Ele poderá é não se lembrar, assim de repente !

Abraço :)

Cidália Ferreira disse...

Gostei!
A Janita é capaz de ter razão!

Beijos. Bom fim de semana!

Pedro Lopes - portuguesito sempre desempregado e sempre no youtube tudos dias falando coisas do palhacos loucos :( disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Pedro Lopes - desempregado em putugal disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Edumanes disse...

Com essa agora. Mais me entusiasma a ler os próximos capítulos!

Amanhã por volta das nove e picos coisa e tal. Lá estarei na secção de voto, nº. 18, cumprindo o meu dever de cidadão. Desde que se vota livremente, ainda não falhei nenhuma vez!

PS: Como a senhora é adepta do FCP, continue a ter esperança, outras
oportunidades surgirão. Para o seu marido adepto do Sporting, muitos parabéns!

Boa noite e bom fim de semana. Abraços para si amiga Elvira e para o seu marido!

aluap disse...

Elvira, como diz a cantiga:

Mas quem será? mas quem será? mas quem será?
O pai da criança...

Após esta carta cheira-me que a vida de todos vai mudar.

Abraço e @té 2ªF.

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Agora é que a história vai "aquecer"!
Infelizmente o seu apelo não foi ouvido.
Eu não faltei! Vou sempre até que Deus me dê forças.
Beijinhos e boa semana.
Ailime

Roselia Bezerra disse...

Boa noite serena, querida amiga Elvira!
Será? Não creio que a tenah enganado... mas vou acompanhar os próximos capítulos.
Fique na paz!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Gaja Maria disse...

Que raio se terá passado?

Rosemildo Sales Furtado disse...

Acredito que a carta dará início a um relacionamento que poderá muito a vida da Matilde. A história/estória promete.

Abraços,

Furtado

Lúcia Silva Poetisa do Sertão disse...

Sinto cheiro de romance no ar!
Beijinhos!