14.4.18

RENASCER - XI

- E ela veio de França, sozinha? – Perguntou admirado.
- Não, filho. Vieram os três. Faltam poucos dias para o Natal e sabes como os nossos emigrantes sempre regressam nesta época para passar o Natal em família.
-É verdade, E a mãe? Como tem passado? – Perguntou para mudar o rumo à conversa.
- Agora bem mais feliz. Quando tivemos a notícia da tua morte, todos ficamos muito tristes, como é natural, mas ela foi-se muito abaixo. Não comia, não dormia, vinha de noite para a rua, olhar o céu. Um dia perguntei-lhe porque o fazia tantas vezes, e respondeu-me que estava a tentar descobrir, qual daquelas estrelas eras tu. Cheguei a pensar que ela ia perder o juízo, até fiz uma promessa ao S. Macário para ver se melhorava. Um dia a tua irmã Amália, meteu-a no carro e levou-a a um médico amigo do teu cunhado. Ele receitou-lhe uns comprimidos, e ou fosse por ele, ou milagre do santo, ela começou a melhorar. As tuas irmãs traziam para nossa casa os teus sobrinhos sempre que não estavam na escola, numa tentativa de nos darem um motivo de alegria, mas estava a ser muito difícil.  Oxalá nunca passes por um desgosto destes. Nenhum pai devia passar. É uma dor sem tamanho, é contra natura.
-Ó pai mas eu não morri, por isso vamos mudar de conversa, que para sofrimento já chega.
- Pois não. E todos os dias dou graças a Deus por isso. Mas a tua mãe fez uma promessa à Nossa Senhora dos Remédios, quando partiste, e acho que vai querer que lá vás com ela por estes dias.
- E eu vou, sem dúvida. Mas meu pai, não quer fazer uma paragem, onde houver um café? Apetece-me tanto beber um.
- Está bem. Mas não pudemos demorar. A viagem é longa os dias são curtos, temos pouco mais de hora e meia de sol, e nunca gostei de conduzir de noite.
- Está bem. Dez minutos são suficientes. E o pai, também deve precisar esticar as pernas.
Dez minutos depois, retomavam a viagem rumo a Peso da Régua, onde família e amigos o esperavam.


E então amigos? Alguém me ajuda com o nome deste conto? Ou vai até ao fim sem nome?
Podem deixar as vossas sugestões nos comentários.

15 comentários:

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história.

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Larissa Santos disse...

Bom dia. Este conto também promete. A Fé é que recupere a memória.

Titulo (O morto vivo)

Hoje:- Sou a flor que renasce na primavera.
-
Bjos
Votos de um Óptimo Sábado

Roaquim Rosa disse...

bom dia
todos nós estamos a pensar que o Carlos vai recuperar a memoria , mais dia menos dia . A autora já deu alguns pormenores que podem vir a ser cruciais nessa dita recuperação , mas ainda é muito cedo para tirar conclusões .
quanto ao titulo talvez sugerisse algo sobre a guerra no Ultramar .
Um bom fim de semana .
JAFR

Manu disse...

Uma história com um desfecho surpreendente!
Um título?

" Reviver"

Abraço Graça

✿ chica disse...

Continuo gostando e torcendo...Ainda não imagino um título... beijos, lindo fds! chica

Anete disse...


Olá!!! Descobri que você gosta mais de “abraços”, não é?! Li em algum comentário seu...
Então, que tal o conto ter como título: “Renascendo Para Bem Viver”?!?

Abração e bom sábado...

Cidália Ferreira disse...

Acho que com esta visita às origens ele vai "Renascer das Cinzas"...



Especial:- Chilreiam os pássaros com o desassossegado violino. [ Poetizando...]
.
Beijinhos e um bom fim de semana

Edumanes disse...

Espera-se que Carlos recupere a memória,
para poder contar como foi que aconteceu
porque essa desastrosa guerra sem glória
nenhuma das partes envolvidas favoreceu!

Tenha uma boa tarde de sábado amiga Elvira.
Um abraço.

Tintinaine disse...

Prometo que vou ficar a pensar no título!
Bom fim de semana!

Meu Velho Baú disse...

Cada vez mais interessante....
O título ? podem ser muitos...." O renascer de um Ressuscitado "
Beijinhos

lourdes disse...

E a coisa promete. Algo me diz que a amiga dele que foi para França "já era" e ele vai acabar com a viuva.
Tambem penso que não vai ser agora na terra dele que recupera a memória.
Será?
Bjs

Berço do Mundo disse...

Continuo a pôr a leitura em dia

redonda disse...

Sobre o nome deste conto, até estava bem como estava porque ele primeiro não tinha bem nome

Para dar sugestões, para já, poderia ser:
O regresso

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Elvira!
Hoje, li com calma, todos capítulos para poder sugerir algo como participação...
"Reminiscências de um ex combatente".
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
O que mais gostei foi quando o pai lhe disse para ele pensar grande pois Deus não o teria deixado vivo à toa.... Perfeito! Valeu muito!
Bjm de paz e bem

Lucia Silva disse...

Um capítulo com ensinamentos sobre esperança, força de prosseguir para alcançar os objetivos e superar as dificuldades.
Beijos e abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...