Seguidores

9.4.18

RENASCER - VI





22 comentários:

Cantinho da Gaiata disse...

Uma história triste mas que por certo vai acabar bem.
Deve ter acontecido tanta desgraça desta, nem quero imaginar.
Beijinhos e uma boa semana.

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história e desejar uma ótima semana!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Tintinaine disse...

Olha o Hospital da Marinha que também já foi desta para melhor! Não foi vítima da mesma guerra onde foi ferido o Julião, mas de outra mais complicada que até podemos considerar uma consequência da primeira.
Uma viúva e uma menina órfã podem vir a ser a família que falta ao Julião.

Pedro Coimbra disse...

Tenho que voltar para trás para poder pegar o fio à meada.
Boa semana

Gil António disse...

Existem tantos enganos do género. Mortos que estão vivos, vivos que estão mortos.
.
* Saudade de ter ... Saudade *
.
Feliz início de semana
Bom dia.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Continuo a acompanhar com interesse.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

✿ chica disse...

Gosto da trama...Sabes como ninguém nos prender! Lindo! bjs, chica

António Querido disse...

As guerras só nos trazem tristezas!

O meu abraço.

Cidália Ferreira disse...

Pensei que fosse ele o Julião. Ou a história vai dar a volta? Humm estou a gostar

Beijo e uma excelente semana.

Anete disse...


Boa segunda-feira, Elvira!
Estive lendo vários capítulos, já que os meus dias têm sido bem corridos por aqui. Família, compromissos, etc.
Gostando do suspense tão envolvente!
Abraços

Rui disse...

:( "Um balde água gelada", para ambos ! :(
Certamente que a senhora vai querer encontrar-se de novo com o militar e vice-versa, para tentarem conhecer alguns pormenores mais do que se teria realmente passado.
pelo menos, para ele, poderá aqui haver algum ponto de ligação com ele próprio. (?)

Abraço, Elvira

Edumanes disse...

Sendo mesmo uma crise,
quando falta de memória
será que alguém lhe disse
a guerra foi uma inglória!

Tenha uma boa tarde amiga Elvira.
Um abraço.

Ontem é só Memória disse...

Estou a adorar este novo registo!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Zé Povinho disse...

Infortúnios da guerra...
Abraço do Zé

aluap Al disse...

Parabéns pela escolha deste conto em época da chamada revolução dos cravos.
Um abraço.

Lucia Silva disse...

Uauuuuu!!!! quanto suspense! A história com esses suspenses, prende nossa atenção e ficamos sempre ansiosas pelos próximos capítulos.
Beijos!

Pedro Luso disse...

Olá, Elvira!
Para quem gosta de prosa, romance ou contos, encontra nesta tua narrativa momentos de boa leitura. Mais um ótimo capítulo. Parabéns.
Um abraço e excelente semana.
Um abraço.
Pedro

Pedro Coimbra disse...

Tinha deixado comentário.
Não ficou?

Os olhares da Gracinha! disse...

Provavelmente alguém viveu uma história semelhante!bj

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Continuo a acompanhar com muito interesse esta história que já me prendeu.
Um beijinho.
Ailime

Berço do Mundo disse...

Coitados, meteram-se num pesadelo burocrático para voltar a matar um e ressuscitar outro perante o Estado...

redonda disse...

Quem será ele?