11.1.18

A VIDA É ...UM COMBOIO - PARTE I




Eram onze da manhã, num escritório de advocacia, de Lisboa, Amélia revia um processo de divórcio litigioso, quando recebeu o telefonema da polícia, informando-a de que o seu marido tinha sofrido, um acidente de automóvel, à saída de Santa Maria da Feira. A tremer tentou saber como ele estava, mas a polícia apenas lhe disse que Afonso e a sua acompanhante, tinham seguido de ambulância para o hospital de Aveiro.
Em choque, Amélia, desligou o telefone não sem antes o seu cérebro ter registado aquelas palavras “a sua acompanhante”.
Tentou levantar-se, mas as pernas não lhe respondiam.  Carlos, um dos colegas apercebeu-se do que se passava, e levantando-se aproximou-se dela.
- Que se passa, Amélia? Estás tão pálida que parece que vais desmaiar a qualquer momento.
- A polícia acaba de me informar que o Afonso sofreu um acidente de automóvel e foi transportado para o Hospital de Aveiro. Tenho que ir para lá agora.
- Não estás capaz de conduzir. Ia contigo, mas tenho um julgamento esta tarde. Espera um pouco. Vou falar com o chefe e já volto.
Afastou-se. Amélia não conseguia raciocinar, só pensava no marido e na misteriosa acompanhante. Seria a sua secretária? O marido era um importante empresário, e não raras vezes se deslocava a negócios. Por vezes acompanhado da sua secretária, uma mulher de trinta e cinco anos, casada e com dois filhos, em quem Amélia confiava plenamente. Mas ele tinha-lhe dito que ia sozinho.
- Amélia, o chefe quer ver-te. Vem, acompanho-te.
Ela levantou-se, apoiada pelo colega, que a acompanhou. Bateu com os nós dos dedos no gabinete do chefe, e à sua ordem de entrada abriu a porta e deu-lhe passagem. O chefe,  que se encontrava de pé, apressou-se a puxar uma cadeira para junto dela. Depois sentou-se, pigarreou e disse:
- Acabo de falar para o hospital de Aveiro. Lamento imenso Amélia mas as notícias não são boas. O seu marido chegou já sem …
Interrompeu-se, ao ver que a jovem resvalava na cadeira e só não caía porque o colega a seu lado se apressou a segurá-la. Amélia acabara de desmaiar.
Quando voltou a si, estava estendida no sofá do escritório tendo a seu lado o chefe e a sua secretária Teresa, e vários colegas. Bebeu o copo de água açucarado que lhe deram, e estendeu-o a um dos colegas como se fosse um autómato. Não chorava. Sentia um nó na garganta, e uma opressão no peito que parecia querer esmaga-la a qualquer momento, mas não conseguia chorar.
- Amélia, podes dar-nos o número de telefone do teu irmão? Vamos telefonar-lhe para te vir buscar. Não podes sair daqui nesse estado, e sozinha.
-Está no meu telemóvel, - conseguiu murmurar.
Teresa, apressou-se a ir buscá-lo. Estendeu-lho dizendo:
-Procura o número que eu falo com ele.







Nota: Penso que recuperei a saúde, sinto-me bem. Ainda debilitada, mas nada que não seja normal depois de oito dias quase só a chás. Entretanto começo hoje uma nova história, com um titulo maluco porque não me lembrei de nada melhor. Alguém me ajuda com uma boa sugestão?


30 comentários:

Larissa Santos disse...

Mas vai continuar? Adorei.
(daria, "um soco no estômago" )

Saudade, com cor e presença.
.
Bjos

Tintinaine disse...

Impossível pensar num título sem conhecer o enredo.
Venha a história e depois falamos.

Roaquim Rosa disse...

bom dia
com uma entrada destas , vamos ter uma historia longa e com certeza cheia de emoções.
quanto ao titulo , não foi á toa que lhe pôs o primeiro , mas para já " o comboio " não nos diz nada realmente .
vamos esperar mais alguns capítulos e então logo veremos.
JAFR

✿ chica disse...

BAH! Empolgante! E se fosse uma amante a acompanhante se fosse ela nem o enterraria,rs...Cuspiria em seu corpo ,rs...BEEEEEEM boazinha,né? Mas vamos esperar... PROMEEEEEEEEEEETE!!! beijos praianos, chica

noname disse...

Mas, a vida é mesmo um comboio, ora a carvão, ora daqueles de alta velocidade. Acho o título óptimo :-)

Continuação de boas melhoras, vai uma carne de porco à alentejana?.

No Reino do Infinito disse...

Ainda desconhecendo a trama e alusivo ao comboio do titulo, que tal: A próxima estação da Vida?

Infinitos ansiosos pelo desenrolar da história!

Os olhares da Gracinha! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Os olhares da Gracinha! disse...

Antes de mais ... rápidas melhoras!
Eu concordo que a nossa vida seja comparada a uma viagem de comboio ... onde num entra e sai ... tal como nos apeadeiros ... entram e saem pessoas ... da nossa vida!
Imagino o sufoco da personagem ao saber que há "uma companhia" nesse desastre!
...
O passeio faz-se no Parque da Cidade … da Mealhada:
https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/2018/01/parque-da-cidade-da-mealhada.html

E a tarte de abóbora é decorada com … amêndoa:
https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/2018/01/tarte-de-abobora.html

Continuação de uma BELA de uma semana!!!

Larissa Santos disse...

Hoje:- Teus lábios querem devorar-me...
.
Bjos
Resto de uma boa Quinta-Feira

António Querido disse...

A vida é mesmo um comboio, se o maquinista adormece descarrila e tudo vai para o maneta! Mesmo lendo só o começo acho que se deve manter o título.
Abraço

Odete Ferreira disse...

Mais uma história que promete!
Bjinho, Elvira
(Continuação do restabelecimento da saúde)

Janita disse...

Para mim o título está óptimo, até porque a vida é mesmo um comboio que não espera por ninguém...quem se deixar ficar sentado a cismar no dia d'ontem, acaba por perder a viagem.
Veremos o que vai seguir-se, qual é o próximo apeadeiro...

Um abraço.
(Folgo em saber que o pior já passou)

Ontem é só Memória disse...

Estou ansiosa para ler mais!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Kique disse...

Mais um conto que promete
Bjs
Kique
https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

Zé Povinho disse...

Não dou palpites sobre o título. Continuação de melhoras.
Abraço do Zé

Edumanes disse...

Terá Amélia ao receber a noticia de que o seu marido tinha sofrido um acidente quando, em Santa Maria da Feira seguia com a sua acompanhante sentido uma pontinha de ciumes?

Estive a ver Portugal directo hoje à tarde falando do Universidade Sénior do Barreiro, vi lá algumas estudantes a dançar, mas não vi lá a amiga Elvira.

Na Universiddade sénior
do Barreiro, alegria é dançar
não havendo outra melhor
para mais animo à vida dar!

Tenha uma boa noite, um abraço e as suas melhoras!

Rui disse...

Nomes de título sem conhecer a estória não dão bom resultado, Elvira ! Isso mesmo ressaltou na última vez que o pediu ! :))

Quanto a este conto, não começou nada bem e é caso para dizer que "um mal nunca vem só" , a avaliar pelas suspeitas sobre a acompanhante !
:(
Aguardemos ! :)
Abraço

Ana disse...

Olá Elvira!
O titulo parece-me bem. Porque não ficar assim?
Abraço

Diana Fonseca disse...

Quando li Santa Maria Da Feira, fiquei contente por se ter lembrado do meu concelho, hehe. Quando vi que o homem faleceu no acidente, entristeci. Espero que a história tenha uma reviravolta e que ela não se dececione com a acompanhante dele.

Roselia Bezerra disse...

Ola, querida amiga Elvira!
Melhoras da saúde sempre!
O conto está ficando interessante...
Estou de férias e quase não estou entrando no mundo virtual...
Seja muitibfekyz e abençoada !
Bom

Roselia Bezerra disse...

* muito feliz...
Bjm de paz e bem

Pedro Coimbra disse...

O que é que nos prepara agora?
Uma traição descoberta da forma mais trágica possível??
Abraço, bfds

lua singular disse...

Oi Elvira,
Vai-se saber o que passa nessa sua cabecinha criativa.
Fico na expectativa
Beijos
Lua
Singular

Gaja Maria disse...

Acho cedo para sugerir um título mas já estou curiosa com a história. Abraço

Lucia Silva disse...

Vim correndo para ler o primeiro capítulo dessa história que promete muitas emoções, haja coração!!!! O título está ótimo!
Vou já correndo ler o segundo capítulo!!!!
Beijos carinhosos!

Duarte disse...

Vamos lá a ver. O mais importante, é que já estejas quase recuperada, até diria que já estás bem, mas sempre fica aquele estado hipnótico por causa do tratamento.
Gosto deste tema, vou pensar num titulo e conto-te.
Abrazos de vida

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Desejo que já se encontre restabelecida.
Esta história começa por ser bem empolgante!
Vamos ver o seu desenrolar.
A vida é na verdade um comboio com várias estações e apeadeiros,))!!
Beijinhos,
Ailime

Berço do Mundo disse...

Que início emocionante e o título não está mal, afinal a vida às vezes passa-nos por cima como um comboio. Uma dúvida... a Elvira tem insistido em contextos jurídicos, com muitos advogados à mistura. Por algum motivo especial? Sigo para o próximo episódio.
Bom domingo
Ruthia d'O Berço do Mundo

Cantinho da Gaiata disse...

Não estou desaparecida, amiga Elvira, já tinha passado por aqui só que não tive tempo de comentar.
Bom mais um conto que começa mesmo bem, o que será que vai sair daí.
Vou passar para o episódio seguinte.
Beijinho grande.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Elvira! Cheguei, li a primeira parte, vou ler mais algumas partes e fazer comentários a cada cinco partes.

Quanto a tua saúde, não sabia que estavas debilitada, mas DEUS é PAI e, com certeza, tão logo estarás com todo gás.

Abraços,

Furtado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...