6.6.18

CASAMENTO DE CONVENIÊNCIA - PARTE XXI






Retirou a mão masculina da sua cintura, com extremo cuidado, para não acordá-lo, aguardou uns segundos sem se mexer, e como Pedro continuava a dormir, deslizou da cama, e esgueirou-se para a casa de banho. Quando voltou, depois de ter tomado banho, secado o cabelo e escovado os dentes, Pedro já tinha acordado, e encontrava-se observando a rua pela janela da suite. Tinha apenas vestido os calções do pijama, mostrando toda a parte superior do corpo. Lembrando de como tinha adormecido sobre aquele peito forte, Joana corou desviando o olhar.
Calmo, ele avançou para a porta, falando com aparente naturalidade.
- Bom dia. Espero que tenhas dormido bem. Já pedi o pequeno-almoço, que deve estar a chegar. Enquanto isso vou tomar um duche.
Desapareceu no interior da casa de banho, enquanto ela se dirigia para a sala, e se sentava no sofá tentando acalmar-se.
Quando mais tarde, ele voltou impecável nas suas calças azuis, a camisa branca de manga comprida dobrada até ao cotovelo, e desabotoada nos dois primeiros botões, o pequeno-almoço já se encontrava na sala.
Iniciaram a refeição em silêncio, 
Ambos queriam falar sobre a noite anterior, mas nenhum sabia bem como o fazer. Agora à luz do dia era ainda mais difícil para Joana falar. Para ele não era mais fácil, temia agravar a situação, não queria que a jovem começasse a chorar de novo, ou que ficasse ainda mais traumatizada.
Sem o olhar, Joana rompeu o silêncio.
-Ontem à noite…
-Não precisas, falar mais disso, nem agravar memórias que te fazem sofrer, - interrompeu ele. Compreendi perfeitamente a tua atitude. Vou confessar-te uma coisa. Desde que entraste no meu escritório, que me senti atraído por ti e te desejo. Sabendo o que sei hoje, dou graças por não ter surgido uma oportunidade de termos chegado a maiores intimidades antes do casamento. Vendo como estavas ontem, tenho a certeza que terias desistido dele.  E manter a nossa união é muito importante. Lembra-te que temos um filho para criar e educar. O Ricardo disse-me ontem, durante a cerimónia, que a nossa adoção do pequeno Pedro não demorará muito, e eu quero tanto esse filho, como te quero a ti. Não vou permitir, que renuncies à tua parte do combinado, nem que para isso tenha que tomar um duche gelado todas as noites.
Estendeu a mão, segurou a dela que se encontrava trémula, e continuou.
-Tens que confiar em mim. Juro-te que não te vou forçar, nem magoar, ainda que procure estimular as tuas sensações ou o teu desejo, só avançarei quando tu o desejes tanto, quanto eu.
- Ontem, deste-me provas de que posso confiar em ti. Pelo bem do menino, mas também por nós próprios, eu quero que esta união dê certo, mas sinceramente tenho medo de não ser capaz.  É mais forte do que eu.
- Não temas. Vamos tentar resolver a situação só entre nós. Se não resultar, procuraremos a ajuda de um profissional. Não vamos desistir daquilo que queremos. Agora esquece tudo o que não seja o dia maravilhoso que está lá fora, e vamos aproveitá-lo.


19 comentários:

noname disse...

Um homem jovem e saudável, que pode ter os seus próprios filhos, que mesmo antes da proposta de casamento, já tinha dito ao advogado seu amigo, que o contrato deveria durar pelo menos 2 anos, porque dessa forma e caso acabasse, o menino seria só dele, uma vez que ele tinha muito mais condições, que faz um casamento no mínimo estranho, por conveniência, mas com direitos sobre a noiva, que diz que quer tanto aquele menino como a ela, mas esconde que o filho é do primo, e ela não não se questiona?

Aguardo com expectativa o desenrolar deste imbróglio :-)

Rejane Tazza disse...

Tudo andando bem e ele se mostrando um verdadeiro homem... bjs, chica

Edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edumanes disse...

Por hoje está visto. Volto amanhã para ficar sabendo o que é que mais aconteceu, se é que aconteceu? Se o mar se mantiver calmo. A embarcação chegará a porto seguro sem rombo no casco, com as hélices a funcionar!

Tenha uma boa noite amiga Elvira.
Um abraço.

Tintinaine disse...

A conversa está boa e dá para aguentar até ele apresentar o rebento do seu primo à avó que é a parente viva mais directa.
Fico à espera dessa parte.

Larissa Santos disse...

Estou a gostar tanto deste conto. :)) Ela é um Cavalheiro. :))


Bjos
Votos de uma boa noite

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Amiga!

Bem, devo dizer que estou "apaixonada" por esta estória. O que parecia ser um Homem duro e interesseiro está a surpreender-me. O amor é assim. Quando se ama tem-se toda a paciência do mundo. Que sorte teve a Joana em ir à procura do pai do menino. Nada acontece por acaso, é bem verdade. Oxalá a estória não tenha um " desvio para azedar a coisa"...

Até amanhã... à próxima! :)
Beijinhos

Anete disse...

Capítulos muitos bons, Elvira. O amor e a ternura fazem milagres... Os dois experimentarão a alegria de um bom relacionamento. Vale cativar a compreensão!...
Um bj e boa noite...

Pedro Coimbra disse...

Os Pedro são uns cavalheiros.
Diz aqui o João Pedro :))
Abraço

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
É realmente uma historia que nos emociona com todo o seu enredo !!
JAFR

Cantinho da Gaiata disse...

Estou de veras apaixonada por está linda história.
Não percebo sendo ele tão cavalheiro não lhe confessar que o menino é filho do primo, será que vai trazer mais uns capítulos interessantes? Esperemos😂
Beijinho e até amanhã.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Está a ficar bastante interessante minha amiga.
Um abraço e continuação de boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Meu Velho Baú disse...

Bom dia
História fantástica que o destino uniu duas pessoas, espero que Pedro não me de desiluda pois está a demonstrar ser um grande Homem.
Beijinhos

António Querido disse...

Há homens e HOMENS, patetas e delinquentes, é preciso manter a calma para não acontecerem situações precipitadas.

Grande abraço.

Os olhares da Gracinha! disse...

Agora tem mais que SABOREAR os momentos!!!bj

Lucia Silva disse...

Um homem digno, de caráter, respeitador, compreensivo, tudo o que uma mulher precisa para completar sua felicidade.
Beijos!

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Um Homem com letra maiúscula que me está a cativar pelo seu procedimento para com Joana.
Muito bom!
Um beijinho.
Ailime

Zilani Célia disse...

MARAVILHOSO, AMIGA.
https://zilanicelia.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...