1.6.18

CASAMENTO DE CONVENIÊNCIA - PARTE XIII





- Supondo que aceito a tua proposta. Que espécie de casamento seria? Quero dizer seria um casamento branco, ou completo?
- Queres saber se teria sexo? Pois sim, tendo em conta que não sou gay, nem impotente, e que sou um homem sério que uma vez casado respeitará a esposa, é lógico que o sexo fará parte do casamento.
- Devo dizer-te que a tal vida de princesa não me seduz em absoluto e que nunca me venderia por tal motivo.  Mas tens razão numa coisa. Com o teu dinheiro, a minha mãe poderia iniciar um novo tratamento que até agora não fez por só estar disponível num hospital privado, e não dispormos de recursos para isso. E o Pedro poderá ter acesso a uma vida que eu não lhe poderei dar.  Então, se eu aceitar será só por eles. E uma vez que encaras o assunto como um negócio, quero saber que garantias vou ter de que cumpres essas promessas, se me decidir a aceitar.
- Vejamos, o meu advogado redigirá um contrato em que fique estipulado o que acabei de te propor, bem como algo mais que entendas e seja razoável. Não sei como está a situação do menino, se entraste com o pedido de adoção, ou simplesmente tens a guarda por seres o parente mais próximo.
- Tenho a guarda, mas já entrei com o pedido de adoção. Porquê?
- Penso que já te disse que pretendo adotá-lo. Suponho que estando casados não te importes que o faça. Só assim será legalmente nosso filho.
Pela segunda vez a jovem corou. Lutava consigo mesma para manter o controlo na frente dele, mas estava a ser um esforço demasiado grande. O homem que estava na sua frente, era demasiado interessante, e ela tinha tão pouca experiência com o sexo oposto. Por outro lado, parecia-lhe que nada daquilo era real. Que tudo não passava de um sonho absurdo do qual ia acordar a qualquer momento. Pôs-se de pé.
- Tenho que ir. O Pedro já deve ter acordado.
- Tenho a certeza que a avó cuidará dele com todo o carinho. E ainda não me deste uma resposta.
- Nem vou dar. Não se toma uma decisão que vai alterar toda a nossa vida, assim à toa. Falaremos outro dia, se até lá não mudares de ideia.
- Dois dias, Joana. Dois dias é o tempo que te dou para que me digas que sim.
- És muito arrogante. Não te passa pela cabeça que não aceite, pois não?
- Não se trata de arrogância, mas do meu conhecimento do ser humano. Amas demasiado a tua mãe e o menino, para que não penses no quanto vão beneficiar com este casamento.
- Devias aprender também, que ninguém ama demasiado. Não há medida para o amor. Ama-se ou não se ama.  
E sem mais uma palavra ou gesto virou-lhe as costas e preparou-se para sair.
-Não te esqueças. Espero a tua resposta depois de amanhã à mesma hora,- disse antes que ela fechasse a porta atrás de si.
Pedro levou uns segundos, o olhar a porta fechada por onde ela acabara de sair. E então voltou a sua atenção para o projeto de remodelação do hotel, que o arquiteto lhe enviara.


Gente, passar 24 horas seguidas na cama, é uma tortura. 48 endoidece qualquer um. Não aguento mais. Uma coisa é por o que esta feito ao lado do que está por fazer e ficar quietinha. Outra é estar deitada a olhar para o teto. Não consigo ler deitada, já que a posição dos braços a segurar o livro me agrava as dores. Já me levantei. As suspeitas do médico apontam para uma hérnia discal. E isso toda a gente sabe que é doloroso, mas não mata ninguém. O essencial é não fazer esforços, que provoquem crises. 
  Bom fim de semana para todos. 

22 comentários:

Filhos do Desespero disse...

As melhoras Elvira. :)

Abraço

noname disse...

Ahahahahah

Ò mulher danada. Melhoras Elvira.

Rejane Tazza disse...

Vamos agu8ardar a resposta... Esperando o melhor! E pra ti também! TE CUIDA!! Sei que és do meu tipo: agitadinha,rs beijos, feliz JUNHO!

Os olhares da Gracinha! disse...

Antes de mais ... as melhoras uma vez que sei que a hérnia discal provoca demasiado desconforto!!!
...
Quanto ao desenrolar da história ... está a ficar interessante!
...
bj

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Continuo a acompanhar e desejo-lhe as melhoras..
Um abraço.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Cantinho da Gaiata disse...

Uii amiga, hérnia discal? sei bem o que isso é, fui operada a uma na cervical faz este ano 10 anos, espero as rápidas melhoras.
Estou gostado desta história, vamos ver o que ela decide.
Bjs.

Gaja Maria disse...

Melharas rápidas Elvira. Abraço

Cidália Ferreira disse...

Acho que a Joana não se vai fazer de mole. vamos ver até onde isto vai! Amei! :)

Beijo e bom fim de semana.

Edumanes disse...


Pedro está fazendo chantagem por ter muito dinheiro. Porquanto Joana parece não estar disposta por enquanto ceder às suas exigências! A ver vamos por quanto tempo mais ela consegue resistir?

Amiga Elvira também tenno uma hérnia discal. Segundo me disse o Ortopedista, por enquanto seria melhor não mexer, por não ser cancerismo. Se eu fizer disparates ela chateia, se os fizer ela não chateia. Fui à farmácia comprei Voltaren Emolgelex, apliquei onde sentia as dores tem sido uma maravilhas!

Tenha um bom fim de semana sem dores.
Um abraço.

António Querido disse...

As suas rápidas melhoras amiga!

ABRAÇO.

Lucia Silva disse...

Em primeiro lugar, desejo-lhe melhoras e rápidas! Dor ninguém merece! Em segundo, o conto está cada vez mais maravilhoso e empolgante.
Saúde e beijos!

Tintinaine disse...

Ai Joana, Joana! Saiu-te a sorte grande e a terminação e tu ainda não deste por isso.
Quanto às dores e ao incómodo de passar a vida estendido ao comprido, eu estou quase mestre no assunto.
Bom fim de semana e as melhoras rápidas.

O meu pensamento viaja disse...

Bom fim de semana, Elvira.
Beijo

Kique disse...

AS melhoras Elvira
Bjs

Zé Povinho disse...

Coloquei a leitura em dia... As melhoras, amiga.
Abraço do Zé

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
A história promete...
Vamos ver no que dá o casamento se realmente se efetuar.
Desejo-lhe boas melhoras e que descanse o máximo. Difícil, mas tem de ser.
Beijinhos,
Ailime

Rui disse...

Posto assim o assunto, como um "acordo de negócio", não acho nada correto !
Certo que ela vai aceitar. Provavelmente até será um casamento que poderá vir a correr bem e virem a apaixonar-se, mas não me agradaria a ideia !


Entretanto sobre as suas 48 de cama, compreendo que seja péssimo, por tudo !
:(( ... Só lhe posso desejar as melhoras, Elvira .

Abraço

Victor Barão disse...

Acima de tudo, votos das mais rápidas e plenas melhoras.
Quanto ao conto, muito promete, para mim começa a assemelhar-se a um bom romance, que após começar-se a ler não se consegue parar!
O literalmente melhor fim-de-semana possível, dentro das circunstancias
Com reiterado beijo solidário e de amizade
VB

Diná Fernandes O.Souza disse...

Olá amiga Elvira, desejo que tenhas melhorado, sei o que é ficar deitada por muitas horas , há 4 anos operei o joelho e fique na cama, é insuportável.
Qto ao texto, imagino que o Pedro sofrerá a decepção de levar um não, voltarei pra ver a resposta.

Votos de um final semana leve sem dores.
Abraço!

Majo Dutra disse...

Não desobedeça ao médico, Elvira!
A hérnia pode agravar-se.
Arranje uma TV para o quarto e veja filmes.
Arranje uma cadeira flexível para estar ao PC.
Ótima convalecença.
Abraço grande.
~~~~

jorge esteves disse...

Amiga Elvira, confesse lá (ou melhor, confesse cá): é desenhadora? Porquê, vai perguntar. Eu digo: o risco é a sua profissão?!...
A sério: se for (se for!...) hérnia, sabe que quando há uma inflamação isso de 'o essencial é não fazer esforços' é um risco tremendo?...
Confiemos no seu bom-senso!...
As melhoras e um abraço.
(vou por o resto da leitura em dia)
jorge

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA
https://zilanicelia.blogspot.com/