30.6.18

SINTRA - A CAPITAL DO ROMANTISMO


Diz-nos a História que na Serra de Sintra se encontram vestígios de todas as épocas desde o neolítico até à actualidade. 

A história de Sintra é tão grande e variada, que não caberia neste espaço, pelo que vos remeto para este site e assim quem estiver interessado, poderá conhecê-la a fundo.




Depois da conquista de Lisboa em 1147 por D. Afonso Henriques, Sintra é definitivamente integrada no espaço cristão. Logo após a tomada do Castelo, D. Afonso Henriques funda a igreja de São Pedro de Canaferrim, outorgando Carta de Foral à Vila de Sintra em 1154. 

Nos séculos  XI e XII estabeleceram-se na zona vários conventos e ordens militares, que possuíam casas e vinhas e que fizeram prosperar a vila.Porém no século XIV, a epidemia de peste negra, chegou a Sintra, onde se propagou rapidamente devido ao clima frio e húmido da Vila, tendo dizimado uma boa parte da população. 





Conheceu um período de menos brilho, durante o domínio espanhol, quando os duques de Bragança se transferem para Vila Viçosa. Mais tarde o terramoto de 1755 causou em Sintra, como aliás em quase todo o país, avultados prejuízos e grande número de vítimas. Mas esta não foi a única tragédia que assolou Sintra. O grande ciclone de Fevereiro de 1941, provocou em Sintra uma enorme destruição. Seis anos depois, cai na serra, o bimotor Dakota, proveniente de França, em que morrem carbonizadas 16 pessoas. 
Mais recente ainda, muitos de nós lembramos o grande incêndio de Setembro de 1966, que incontrolável durante seis dias destruiu quase a totalidade da Serra. Nele morreram carbonizados, 25 militares que operavam no combate e que sem preparação conveniente, se deixaram cercar pelas chamas.
Em Sintra viveram grandes escritores nacionais e estrangeiros, como Eça de Queiroz, Ramalho Ortigão, Ferreira de Castro, o poeta inglês Robert Southey, Lord Byron, que a imortalizou num dos seus poemas como "Cintra's glorious Eden" entre muitos outros, que a glorificaram e lhe deram fama de "A capital do Romantismo"


Para se encantar em Sintra, não pode deixar de visitar,  o Palácio Nacional de Sintra, também chamado Palácio da Vila, o Palácio da Pena, e o Castelo dos Mouros.



 Ainda o palácio da Regaleira, na quinta do mesmo nome, mandado construir por Monteiro de Carvalho o "Monteiro dos Milhões", em cujo espaço se encontram verdadeiras maravilhas arquitectónicas e botanicas,
o Palácio de Seteais, e o Palácio de Monserrate, o Convento dos Capuchos, a fonte da Pipa, com seus painéis de Azulejos.  As várias igrejas e capelas das quais destaco a de S. Pedro,cuja construção remonta ao século XVI.
O Museu de História Natural,


 o Museu do Ar, e a casa-museu Leal da Câmara, o Centro de Ciência Viva, o Museu das Artes de Sintra, o Museu Ferreira de Castro,


 e o recentemente inaugurado News Museu, dedicado à Comunicação Social, que ocupa as instalações do antigo Museu do Brinquedo, são outros espaços a não perder.
Bom, e praias?- Pergunta-me, quem não as dispensa.no Verão. Pois ali bem perto integrado no Parque Natural de Sintra-Cascais, existem várias e boas praias, como a das Maçãs (que deve o seu nome às maçãs que o rio que ali desagua, trazia, nos tempos em que Sintra era rodeada de extensos pomares de macieiras) Praia Grande, muito procurada pelos amantes de surf, praia da Ursa,a mais ocidental de Portugal, entre outras bem conhecidas como S. Julião, Magoito e Adraga.



                                Praia das Maçãs


                                 Praia Grande

                                       Praia da Ursa

Na Gastronomia, Sintra apresenta vários pratos deliciosos, entre os quais destaco a Vitela à Sintrense, o Leitão de Negrais, as Migas à Pescador e  Açorda de Bacalhau, e os Mexilhões de cebolada.
Na doçaria, destacam-se os famosos Travesseiros, e as Queijadas de Sintra, entre muitos outros igualmente deliciosos.






E então, vamos de férias para Sintra?


Fontes 
Cm de Sintra, e apontamentos das minhas visitas.

16 comentários:

Rejane Tazza disse...

Um convite que deixa mesmo vontade.. Lindo tudo o que vi aqui e vejo pelos blogs amigos de Portugal! bjs, chica

Roselia Bezerra disse...

Boa noite , querida amiga Elvira!
Vou começar pelos travesseiros de Sintra e queijadas que os provei na Periquita... uma delíca dos deuses, minha amiga!
Sintra foi meu sonho de conto de fadas e me veio favorecido o passeio pela nossa amiga em comum, Ailime (e seu esposo). Foi um marco na minha vida, jamais imaginei poder viver Sintra... está em eu coração desde então. Se não voltar, vivi o céu cá na terra, amiga.
As prais passeamos por elas, Cascais é lindo!
Vocês são felizardas de terem todo este Portugal lindo aos seus pés sem precisar de atravessar o Atlântico, rs...
Nada como uma noite dormindo e zás, estamos aí...
Só precismaos sair da crise atual... Euro valorizado por aqui.
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Isa Sá disse...

Uma zona muito bonita. Portugal tem tanto para conhecer!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Larissa Santos disse...

Pois muito bem. Adorei a publicação. Obrigada:))

Bjos

Um óptimo Sábado

Os olhares da Gracinha! disse...

Adoro Sintra e os seus olhares convidam a regressar!!!bj

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

É uma zona bela e mágica minha amiga.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Cidália Ferreira disse...

Tenho muita curiosidade em conhecer Sintra. Obrigada pela partilha!



Beijos. Bom fim de semana!

Tintinaine disse...

Já fui a Sintra uma quantidade de vezes. Mas não vi nem 10% das maravilhas aqui enumeradas. Só mesmo na terceira idade é que há tempo para essas coisas todas. Antes disso, são os filhos, as pressas, a falta de estacionamento e muitas outras coisas que fazem a gente passar ao lado.

Rui disse...

Quem não adora Sintra, Elvira ?!... É maravilhosa.
Estive lá uns dias, no ano passado e voltei a ficar maravilhado !
Só o senão do trânsito automóvel caótico e dificuldades de estacionamento, com ruas demasiado estreitas no centro ! Tudo demasiado "apertado".
Também a oferta hoteleira não chega para as necessidades !
De resto, uma cidade onde se pode bem passar uma semana inteira e sempre com coisas novas para visitar !
Um local turístico por excelência !!!

Abraço

Emília Pinto disse...

Muita coisa me falta conhecer em Sintra onde já fui muitas vezes; sei que tenho de voltar e ver tudo com muito mais cuidado. Quero aproveitar para te dar os parabéns pelo lindo filho que tens e também pela netinha. Que sejam todos muito felizes, principalmente que a saúde não falte. Um beijinho, querida amiga.

Emilia

Kique disse...

Sintra a vila encantada de portugal, a ultima fotografia é para abrir o apetite

Bjs

Hoje em Caminhos Percorridos - Descascas te toda para mim

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Que post tão lindo sobre a minha bela Sintra.
Partilhei hoje mais algumas fotos no ecos relativos ao passeio de há tempos e que tinha interrompido para mostrar como foi o meu primeiro dia de verão.
Beijinhos e bom domingo.
Ailime

Graça Sampaio disse...

Minha terra do coração! Vivi lá a minha adolescência, desde os dez anos até me casar. Por lá estudei, brinquei, namorei... que saudades!

Beijinhos sintrenses.

luisa disse...

Vamos pois! Se não de férias, em visita. E muitas visitas me faltam fazer para conhecer melhor Sintra. :)

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Elvira! Tudo lindo! Muito obrigado pelo belo passeio turístico que ora me proporcionaste.

Abraços,

Furtado

Anete disse...

Um post bastante agradável sobre a linda Sintra... Na 1a vez em que estive em Portugal 🇵🇹, tive o prazer de conhecer, juntamente a mais 8 cidades... Mas, da 2a vez, tive a alegria enorme de conhecer vc, Elvira!... 😀👏
Os docinhos são bem gostosos...
O meu carinho...