12.10.18

ENTRE O AMOR E A CARREIRA - PARTE XXVI


Na semana seguinte começaram as aulas, e uma nova rotina se impôs na vida dos habitantes da quinta. Logo pela manhã, Clara levava as crianças e o irmão à escola. Voltava para casa, onde se entretinha a ajudar Antónia com as lides domésticas. Perto do meio-dia, voltava à escola a recolher os alunos para o almoço, e levava-os uma hora depois, pois as crianças tinham o horário até às três. Tiago tinha um horário mais incerto, quase sempre almoçava na escola e voltava para casa de autocarro.
Bernardo e Soraia, tinham ficado na mesma sala, adoravam a educadora e estavam radiantes com a escola e os novos amiguinhos.
Clara programara para o próximo sábado uma ida ao centro comercial, pois os dias tinham arrefecido bastante, e ela verificara que as roupas do inverno anterior já não serviam às crianças. Tiago também precisava algumas coisas e o melhor era irem todos e passar lá o dia.
Podia ser que estivesse em exibição algum filme infantil, e era uma maneira deles se distraírem num dia em que não tendo escola, iam de certeza sentir mais a falta do pai que não voltara a dar notícias.
A primeira mensagem, por correio eletrónico, chegou naquela sexta-feira, pouco antes de ela sair de casa para ir buscar os miúdos à escola.
Nela, Ricardo falava das saudades que tinha de todos, perguntava se os filhos estavam a gostar da escola, se perguntavam por ele, se já tinham começado as aulas do Tiago. Depois falava do trabalho que estavam fazendo ali, das dificuldades do dia-a-dia resultantes de duas mentalidades e costumes tão díspares como eram os seus e dos seus homens e os afegãos.
Terminava com um beijo.
Como tinha que ir buscar as crianças deixou para responder mais tarde.
Chegou à escola um pouco antes do toque de saída. Posicionou-se junto ao portão e tirou o telemóvel para fotografar os miúdos, dentro do recinto escolar, com as suas batas, de xadrez azul para mandar depois ao pai. A escola que frequentavam começava com quatro salas de crianças em idade pré-escolar, e seguia com as salas do ensino básico até ao quarto ano. Só os alunos da “pré” usavam bata, todas de xadrez, na cor correspondente à sala que frequentavam. Bernardo e Soraia tinham ficado na sala azul, daí a cor das suas batas. Porém na confusão da saída com todas as crianças correndo em conjunto, não se atreveu a tirar a foto, com receio de que algum dos pais presentes, interpretasse mal o gesto. Acabou por os fotografar no quarto antes de os despir e de lhes dar banho. Depois do jantar e de os ter adormecido, não sem antes lhes ter contado uma história, Clara desceu à biblioteca e ligou o computador, e enviou para ele  a foto que tirara às crianças.
E então começou a responder à mensagem recebida nessa tarde. Tal como ele fizera, ela falou de como os dias iam passando na quinta. Contou como foi o primeiro dia de aulas das crianças, de como eles gostavam da escola, de como andavam contentes nela, de que nunca se esqueciam dele, e a prova é que ainda há momentos, antes de adormecer, tinham pedido ao Anjo da Guarda para o proteger e trazer de volta para eles. Contou que no dia seguinte, ia passar o dia nas compras pois eles precisavam de roupas para o Inverno que se aproximava, e também que estava a pensar contratar uma nova empregada para a casa, Antónia andava aflita com uma dor ciática, e com as constantes idas à escola, ela não tinha muito tempo para a ajudar. De resto a casa era bastante grande para uma só empregada, e Antónia já não era nova. 
“Tem cuidado contigo. Sentimos muito a tua falta. Um beijo”
Anexou então a foto que tirara nessa tarde, e enviou a mensagem.




Esta história, volta segunda-feira. 



21 comentários:

noname disse...

E pronto, já aguardo o episódio da tarde, a história prende.

Bom dia, Elvira

António Querido disse...

UM BOM-FIM-DE-SEMANA!

COM O MEU ABRAÇO.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Continuo a acompanhar e aproveito para desejar um bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Os olhares da Gracinha! disse...

E assim se vão matando as saudades!!!
Bom fim de semana!

Rejane Tazza disse...

De relato das novidades aos beijos apenas enviados à distância...Vamos lendo, gostando e esperando mais e mais sempre! beijos, lindo fds! chica

Larissa Santos disse...

Grande Mulher. Tão bonito...Adorei:))

Hoje, com: " Mélicos tormentos "

Bjos
Votos de uma óptima Sexta- Feira

Edumanes disse...

Ricardo na sua missão encontra-se bem. Clara e as crianças também. E quando assim é tudo está bem! E quem ao contrário pensar, estará enganado porém?

Tenha um bom fim de semana amiga Elvira.
Um abraço.

Maria João Brito de Sousa disse...

Fico a aguardar a próxima segunda-feira, mas voltarei no Sábado e no Domingo para ler as suas habituais publicações de fim-de-semana.

Abraço, Elvira.

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Um episódio perfeito, que poderia acontecer na vida de qualquer família.
Gostei imenso.
Desejo-lhe excelente fim de semana.
Beijinhos,
Ailime

Janita disse...

E pronto...a vida adquirindo os contornos de uma rotina normal. Afinal, as personagens das histórias são seres normais, como não
podia deixar de ser.

Um abraço, bom fim de semana, Elvira.

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história!



Isabel Sá
Brilhos da Moda

Tintinaine disse...

Dever cumprido. Refiro-me ao meu, claro, que a nossa heroína leva o dela muito a sério. Já fez o relatório para o patrão e enviou a mensagem mais intimista ao marido. Por enquanto são duas pessoas diferentes, mas em breve isso vai mudar. Acredito eu!
Bom fim de semana.

Cidália Ferreira disse...

Cada dia que passa gosto mais do conto!! AMEI!

Coisas de uma vida.
Beijos e um excelente fim de semana.

Manu disse...

Nada como umas mensagens para matar saudades.

Bom fim de semana
Abraço Elvira


O meu pensamento viaja disse...

Bom fim de semana, Elvira. Beijinhos

sandra mayworm disse...

Passando pra acompanhar a história, Elvira. Que romântico!
Tenha um ótimo fim de semana, e cuidem-se bem!

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida amiga Elvira!
Senti sentimento no beijo dado... Oba! Há química e emoções intensas... como todo bom romance que se preze... há ternura e um cuidar do que o outro ama... isso é um excelente sinal também!
Deua a abençoe muito!
Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

Anete disse...

Bom sábado, Elvira...
As novidades estão boas, a distância estarão alimentando uma amizade sólida para que no retorno um relacionamento maior venha à tona... Hummm, a virada da vida dos dois é certa!

Abçs

lis disse...

Oi Elvira
Passando pra deixar meu abraço e continuar a leitura "Entre o Amor e a Carreira", que certamente estarão entrelaçados.Assim espero.
Os dias vao ser longos, até a volta do pai e bom que ela vai se saindo bem com as crianças.Vamos aguardar esse retorno, com ansiedade também rs
Abraço e bom domingo

aluap Al disse...

Não há dúvida que as novas tecnologias ajudam a matar as saudades!
Abraço e @té @manhã.

Rosemildo Sales Furtado disse...

A ausência aos poucos vai despertando sentimentos de ambos, como revela o interesse recíproco pelos contatos. Continuo gostando e aguardando.

Abraços e muita saúde e paz para ti e para os teus.

Furtado