7.3.18

A TRAIÇÃO - PARTE VIII







Depois de vários minutos de concentração total no exame que fazia, João desligou o eletrocardiógrafo e levantou-se.
- Ajuda a tua mãe a vestir-se e acompanha-a à sala de espera. Tenho que falar contigo, - disse voltando à sala contígua e sentando-se à secretária.
Odete fez o que ele lhe pediu, e daí a pouco estava sentada à sua frente.
-É grave? – Perguntou ansiosa
-É. O ECG mostra que a tua mãe sofre de Doença Arterial Coronária em estado muito avançado. Precisa de uma Cirurgia de Revascularização, ou Cirurgia de coração aberto, urgente. 
Neste momento ela corre o risco de sofrer um enfarto agudo de miocárdio de um momento para o outro.
- Mas essa cirurgia não é muito perigosa?
- Todas as cirurgias contêm em si, um certo risco. Mesmo a mais simples como a do apêndice. Decerto que já ouviste falar em Ponte de Safena. Chama-se assim porque se trata de ligar a Aorta a um pedaço da Safena, retirada da perna, de modo a fazer circular por ela o sangue que já não consegue circular pelas artérias normais por estas se encontrarem obstruídas.  Esta cirurgia, foi feita a primeira vez nos Estados Unidos nos anos sessenta e de então para cá milhões de pessoas em todo o mundo foram submetidas a ela. É delicada, mas atualmente os riscos de morte na cirurgia são praticamente os mesmos de qualquer outra. Especialmente se a pessoa não tiver outras doenças crónicas que a possam tornar mais vulnerável. Claro que nunca sabemos se vai ou não ocorrer alguma complicação pós-operatória, mas neste momento a tua mãe corre um grave risco de vida, se não for operada rapidamente.
- Mas como se pode fazer essa cirurgia, se a simples consulta que a médica de família pediu para o hospital, tem uma lista de espera de seis meses?
- Podem recorrer a um hospital particular.
- Mas isso é caríssimo. Sabes bem que nem os meus pais, nem nós, os filhos, podemos suportar tal encargo,- quase soluçou.
João sentiu vontade de se levantar para a confortar. Lembrando do que sofrera por causa dela, disse com o tom mais impessoal que conseguiu, sem mover um único músculo facial.
- Eu posso escolher o melhor cirurgião, e o melhor hospital, para que a tua mãe seja tratada imediatamente. E pagar a conta, mas claro que isso teria um preço. Resta saber se estás disposta a pagá-lo.
- Que preço? – Perguntou ela levantando-se vermelha de raiva e vergonha.
- Nada demais. Apenas que voltes para a nossa casa.
- Não podes pedir-me isso, -disse ela deixando-se cair pesadamente sobre a cadeira. Estamos separados.


Aviso a quem me acompanha. Amanhã dia 8, por ser o Dia Internacional da Mulher, a história será outra. A Traição continuará no dia 9.

19 comentários:

Roaquim Rosa disse...

bom dia
acho que o doutor não pensou muito bem na proposta que fez á sua ainda mulher.
JAFR

Tintinaine disse...

Então, nada feito, devia ele responder, safa-te como puderes, o problema é teu.
Muito embora eu não perceba para que a quer ele de volta!

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Fico à espera da continuação para ver no que dá.
Um abraço e continuação de uma boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

✿ chica disse...

Bah! Nessa hora empolgante tu vais nos deixar até 5 feira sem saber?rs Curiosa pra ler! beijos,chica

Larissa Santos disse...

Coitado. Ele ainda a ama. Estou convencida que vai ceder :))

Hoje: - {Poetizando e encantando} ...Promessas
.
Bjos
Votos de uma boa Quarta-Feira

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história.


Isabel Sá
Brilhos da Moda

Meu Velho Baú disse...

Muito bom.....
Que será que vai acontecer ? fica o suspense no ar....
Beijinhos

noname disse...

Chantagem emocional? Quem diria Dr.
:-)



Bom dia Elvira

Anete disse...


Capítulo surpreendente! Aguardarei o próximo e torcendo agora pela ex-sogra dele... Rsss...
Vamos em frente, amanhã é um novo dia, com homenagens e “reconhecimentos”...
Bjs

Edumanes disse...

Odete merece umas boas estaladas. Porque não quer, nem para salvar a sua mãe voltar para junto do João seu marido. Se fosse lá no Alentejo, diziam ah! sua magana!!!
Tenha um bom dia amiga Elvira.
Um abraço.

Rui disse...

:( ... Não me caiu bem esta proposta do médico ! :(
Trata-se de uma chantagem de baixo nível, atendendo que se trata da mãe da Odete e tendo a noção de que ela não pode esperar, nem pagar ! :(... mas pior que isso, mostrou falta de amor-próprio e personalidade. Afinal, ela abandonou o lar, aparentemente sem qualquer motivo óbvio e não mais o tentou contactar.
Perdeu a minha simpatia. :(

Abraço, Elvira.

Cantinho da Gaiata disse...

Bom dia amiga, quando li hoje nem havia comentários,não tive oportunidade de o fazer, mas fiquei em pulgas.
Então agora vamos passar à chantagem ? muito mau, não gosto.Mas sei que amiga vai dar umas voltas que até vamos ficar do lado do João.
Beijinho ternurento.

Cidália Ferreira disse...

Ele está a ser um pouco "exigente" Lool Mas independentemente da doença da Mãe, era bom que fizessem as pases!

Beijos e um dia feliz.

Andre Mansim disse...

Ah mas esse cara é um bobalhão!!!!
Quer voltar ainda?

Os olhares da Gracinha! disse...

Que situação embaraçosa!bj

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Até fiquei "em choque" com o pedido do João.
É uma espécie de chantagem..
Vamos ver como responde Odete a tamanho desafio.
Beijinhos,
Ailime

Odete Ferreira disse...

A leitura desta parte de uma nova história, acicatou-me a curiosidade; vou tentar ler tudo, apesar do pouquíssimo tempo disponível.
(Ainda por cima uma personagem com o meu nome! )
Bjinho

Lucia Silva disse...

Acho pura chantagem e, também, acho que ele quer se vingar de todo sofrimento que ela o fez passar.
Beijos!

redonda disse...

Pode pedir sim porque afinal não se divorciaram e sobretudo porque ele ainda gosta dela e ela talvez ainda goste dele...mas podendo pedir, espero que ele fosse ajudar na mesma

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...