21.6.16

MANEL DA LENHA - PARTE XCI






No final de Setembro, o neto do Manuel entra na escola oficial, e a  19 de Outubro, num desastre de avião, morre Samora Machel. o presidente de Moçambique. No resto do ano não aconteceu nada que tivesse muita importância para o Manuel, cuja mulher continuava a fazer fisioterapia diária, mas que aparentemente não adiantava muito.  E chegou de novo o Natal, a festa em família teve também a presença dos compadres, sogros da segunda filha, mas a Gravelina continuou a comer na sala com o marido e a não ir à mesa.
E o ano chegou ao fim e como sempre outro lhe sucedeu, sem que a Gravelina mostrasse melhoras que se vissem.A 23 de Fevereiro de 1987, morre um grande cantor, da música de intervenção, Zeca Afonso,  de quem o Manuel era um admirador. No início de Abril a Assembleia da República, aprova uma moção de censura ao governo de Cavaco Silva, e no dia 28 do mesmo mês, Mário Soares, dissolve a Assembleia e marca eleições antecipadas.
Quase um mês depois, a 27 de Maio o Futebol Clube do Porto, sagrou-se Campeão Europeu de Futebol, em Viena. Uma grande alegria para o Manuel, cuja vida nos últimos tempos, não tinha razões para alegrias. 
No dia 1 de Junho desse mesmo ano, o Creoula era oficialmente entregue ao Ministério de Defesa Nacional, mediante despacho, adquirindo o estatuto  de Unidade Auxiliar da Marinha. O antigo porão,fora redimensionado,  dando origem à zona que se estende da casa das máquinas, à coberta de praças, foram instalados camarotes e câmara dos sargentos, a enfermaria foi alargada, criou-se um refeitório, ampliaram-se as instalações sanitárias, mudara-se o lastro da embarcação.
Recebia a classificação de "navio de treino de mar", que ainda mantém, iniciando assim uma nova etapa da sua história pessoal de navegação à vela. 
Em Julho as eleições legislativas dão um vitória estrondosa ao PSD que viria a formar governo em Agosto, com maioria absoluta e Cavaco Silva como primeiro ministro.
Em Outubro, a Gravelina, dá os primeiros passos. Apoiada na terapeuta, vai do quarto à sala. A terapeuta manda comprar uma bengala com base em tripé a fim de que apoiando-se nela possa recomeçar a andar. O filho vai comprar a bengala, e nos próximos dias a terapeuta, dedica-se a que a Gravelina, aprenda a controlar o esforço sobre a bengala e ganhe confiança. 
A casa onde viviam, abria directa para uma sala quadrada, onde existiam seis portas, dando cada uma para uma divisão da casa, a saber, de um lado, a cozinha, dois quartos de dormir,  e uma casa de banho.  Na outra parede em frente, a sala de estar e a casa de jantar.  O quarto onde o casal dormia, era o que ficava ao lado da casa de banho. A Gravelina aprendeu a seguir "colada" à parede, do quarto à sala, de modo que o braço direito, que levava a bengala, (o esquerdo continuava morto) fosse sempre encostado à parede. Na volta para o quarto ia pela parede do outro lado para que sentisse igualmente o braço junto à parede. Assim ela sentia-se mais confiante. De outro modo o medo era maior que ela e não dava um passo. 
A 8 de  Dezembro, quando em Portugal se comemora o dia da Padroeira, os E.U. e a U:R:S:S. assinam em Washington, o primeiro tratado de desarmamento da história, eliminando os misseis de alcance intermédio estacionados na Europa, os famosos SS20 e os Pershing II
E antes do ano acabar, a terapeuta que tinha acompanhado a Gravelina, dá por findos os seus tratamentos ao domicílio, devendo a doente a partir daí dirigir-se à clínica para continuar os tratamentos. 
Acabara de fazer 3 anos que os médicos a tinham mandado para casa, para morrer junto dos seus, pois a sua vida estava por horas.

13 comentários:

Bea Simpson disse...

Obrigada pela sua visita ao meu blog, por deijar sempre um comentario que me anima a seguir facendo o blog. Também gostei de ler o último que escriveu que tam bem compajina acontecementos históricos que nos refrescas a memoria, como a vida do Manuel, con tódolos detalles da cotidianeidade que tan bem sabe refleijar.
Uma grande aperta, amiga Elvira.

Isa Sá disse...

Passando para acompanhar a história..

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

A satisfação do Manel de o Porto ganhar a Taça dos Campeões Europeus foi igual à minha uma enorme alegria.
Um abraço e boa semana.
Andarilhar

Gaja Maria disse...

Gravelina era uma guerreira e as guerreiras quando querem conseguem :)

✿ chica disse...

Me inteirando do que havia perdido.Gostei! bjs, chica

Anete disse...

Gravelina melhorando, isso é muito bom...
A história continua com bons capítulos...

Um abraço grande...

Edumanes disse...

Nesse ano de muitos acontecimentos, morreu Samora Machel, aquele que nos fez a vida negra em Moçambique. No futebol, o Porto, foi campeão Europeu. Morreu o cantor Zeca Afonso, o homem que cantou Grândola Vila Morena. Mário Soares deitou abaixo o governo de Cavaco Silva. Gravelina, continua a lutar contra a doença com o apoio duma bengala!

Tenha uma boa tarde amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

O meu pensamento viaja disse...

Continuo intensamente ligada ao seu relato!
Beijo

Majo Dutra disse...

~~~
Continuo a aplaudir
o esforço necessário para redigir este relato.

~ Abraço, Elvira.
~~~~~~~~~~

Rosemildo Sales Furtado disse...

Para contrariar os médicos, três anos se passaram e D. Gravelina ainda estava vivinha e gozando com a cara deles.

Abraços,

Furtado.

Anjopoesia Anp disse...

Amei seu espaço, belos textos, parabéns, voltarei

Pedro Coimbra disse...

O que eu vibrei com essa vitória do Porto!!!

Elisa Bernardo disse...

Um grande beijinho para si Elvira sempre bom acompanhar aqui ;)
Beijinhos
elisaumarapariganormal.blogspot.pt