30.6.16

MANEL DA LENHA - PARTE XCVI


A mulher do Manuel, recuperou do acidente, mas durante um bom tempo fez fisioterapia para recuperar a relativa mobilidade que tinha antes. 
Passaram-se dois anos, estamos agora em 1995. Logo no mês de Janeiro, o país perde um grande vulto da nossa literatura com a morte de Miguel Torga. O génio que nos encantou com "os contos da Montanha" "Vindima" e "Os Bichos"e de tantas outras obras em prosa ou em verso, não mais voltaria a escrever.
Nessa época já o filho do Manuel, que continua a pensar que o pai leva uma vida de clausura por causa da mulher anda a pensar como fazer para proporcionar ao pai umas horas ou dias de alegria. Ele sabe que não pode arriscar de novo uma viagem com os pais numa carrinha. E depois de muito pensar resolve comprar uma auto caravana a fim de levar os pais a dar um passeio. Se bem o pensou melhor o fez. Depois de a comprar  alterou-a quase completamente. arrancou os sofás  na salinha que à noite se transformavam em cama, e colocou no local uma cama com colchão ortopédico, uma mesa de cabeceira, e uma porta para isolar o quarto e lhes dar privacidade. Desmanchou e ampliou a casa de banho para que a mãe se movimentasse sem problemas, dada a sua pouca mobilidade. Mas como fazer a mãe subir para o veiculo? Então fez uma placa elevatória, que descia até ao chão, colocava a mãe nela e fazia-a subir até à porta. 
Depois de todas estas alterações, já podia sair com os pais. A primeira viagem foi às Termas de S. Pedro do Sul, onde passaram uns dias, até seguirem para Carvalhais, a fim de assistirem às festas de Nossa Senhora das Chãs.
Desde que a mulher sofrera o AVC há quase 11 anos que o Manuel não ia à sua terra e estava radiante. A mulher pelo contrário, apesar de todo o conforto que o filho lhe dera, tentando aproximar o mais possível o espaço na caravana com com a casa deles, ela sentia que não era a mesma coisa, tinha um certo medo em se movimentar. E ia dizendo que para a próxima iam pai e filho sozinhos que ela ficava em casa. Sabendo que se ela não fosse o marido também não iria, ainda que a filha lhe dissesse que podia ir, que ela cuidaria da mãe.
Foram duas semanas que deram nova vida ao Manuel.
E nas eleições de 1 de Outubro António Guterres vence as eleições sucedendo no governo a Cavaco Silva.

16 comentários:

C.N. Gil disse...

Elvira,

Estou a gostar imenso desta viagem no tempo

:)

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Estamos cada vez mais a aproximar dos tempos actuais.
Um abraço e boa semana.
Andarilhar

Tintinaine disse...

Vou passando para estar actualizado.
O Miguel Torga era um dos meus ídolos!

✿ chica disse...

Que bom ver Manuel feliz, reencontrando o passado lá! Linda parte! bjs,chica

Majo Dutra disse...

Um filho tão habilidoso como o pai.
Uma família unida de pessoas que se amam...
Beijinho, Elvira.
~~~~~~~~

aluap Al disse...

Filho és/Pais serás... de repente este texto fez-me lembrar este provérbio.
E como compreendo esse regresso à terra natal. Por vezes viajamos na ânsia de procurar outros lugares, mas quando regressamos à nossa terrinha é que notamos que o quanto é especial.

Beijos.

Mariangela do lago vieira disse...

Oi Elvira, que família ótima do Manuel.
Eles merecem toda felicidade!
Abraços amiga!
Mariangela

Odete Ferreira disse...

Aprecio, de sobremaneira, esta capacidade da família de se reajustar permanentemente, face aos constrangimentos. A minha vénia!
(Ainda tenho bem presente a emoção da vitória ade A. Guterres)
Bjo, Elvira :)

José Lopes disse...

Nada como uns bons momentos em família...
Cumps

Elisa Bernardo disse...

Atrasadíssima mas já me vim inteirar de tudo:) Ufa:)
Beijinhos querida Elvira
elisaumarapariganormal.blogspot.pt

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
TENHO TIDO POUCO TEMPO PARA ESTAR NA NET, MAS JAMAIS DEIXO DE RETRIBUIR UMA VISITA, ENTÃO MESMO NÃO TENDO PODIDO CONTINUAR ACOMPANHANDO TEUS ESCRITOS, QUE ALIÁS SABES MUITO BEM O QUANTO EU GOSTO DELES. TE DEIXO AQUI MEU ABRAÇO E ESPERO NO PRÓXIMO, PODER ACOMPANHAR-TE DO PRINCÍPIO AO FIM COMO SEMPRE FAÇO.
FICA COM DEUS.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Gaja Maria disse...

Um filho de ouro, sempre.preocupado com o bem estar e a felicidade dos pais. Abraço

Rui Espírito Santo disse...

Sim senhora, Elvira !!! ... Eu não conheço pessoalmente o filho do Manel, mas parece-me ser uma pesssoa merecedora de todo o meu respeito e admiração !!!
Não desmerecendo as filhas, que certamente terão também cuidados de outro tipo com os seus pais, a este seu irmão eu daria um Grande abraço !!!

Socorro Melo disse...


Há sempre um novo horizonte... Deve-se aproveitar todas as oportunidades que a vida oferece, não importando idade ou estado.

Crocheteando...momentos! disse...

Viagens no tempo...sempre emocionantes! Bj

Portuguesinha disse...

Que bom! Essa resiliência é uma lição.