4.6.16

PORQUE HOJE É SÁBADO...




Rotina



Hoje
à mesma hora de sempre, acordei;
estendi o braço
olhei o relógio
e levantei-me.

Hoje
à mesma hora de sempre, fui ás compras,
percorri os mesmos sítios, vi as mesmas pessoas
repeti as mesmas palavras, os mesmos gestos
é à mesma hora de sempre estava de volta.

Hoje
à mesma hora de sempre, almocei,
vi o mesmo programa de TV,
enquanto metia a loiça na máquina,
e pensava nas mesmas coisas de sempre.

Hoje
à mesma hora de sempre chegaste
trocámos o inevitável beijo
e dissemos um ao outro as mesmas frases,
e depois... como sempre ficámos calados.

Hoje
à mesma hora de sempre, jantámos
e depois como sempre saíste
e eu fiquei à tua espera frente à Televisão,
mais confusa do que a Laura da novela

Hoje
à mesma hora de sempre, fizemos amor
ou executámos apenas um velho hábito?

22 comentários:

Tintinaine disse...

Romântico e rotineiro, mas verdadeiro.
Bom fim de semana!!!

✿ chica disse...

Que linda poesia da vida,Elvira! Linda inspiração! Ótimo fds! bjs, chica

António Querido disse...

Quer queiramos quer não, a monotonia é quebrada no nosso quotidiano diário, nenhum dia é igual ao anterior, eu gosto de variar no bom sentido!

Bom fim de semana com o meu abraço.

lis disse...

Oi Elvira estou quase voltando por aqui pra praticar a rotina que gosto .Bela rotina que nunca é igual. Beijos

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

E os dias passam sempre iguais à que quebrar estas rotinas.
Gostei do poema.
Um abraço e bom fim de semana.

Edumanes disse...

Neste mundo a caminhar,
hoje é sábado amanhã será domingo
com o sol no céu a brilhar
para iluminar o caminho do destino!

Por onde devemos seguir,
com ternura abraçar e beijar
sem no obstáculo tropeçar
com amor e felicidade a sorrir!

Tenha um bom fim semana amiga Elvira, um abraço,~
Eduardo.

Magia da Inês disse...


Essa poesia deveria ser letra de música!...
Bom fim de semana, amiga!
Beijinhos.
💕ه° ·.

Anete disse...

Bonito poema, Elvira! A rotina é mesmo insistente, mas prefiro incrementar os dias c novidades!!
Um abraço

Rui Espírito Santo disse...

Uma bela poesia, mas ... é urgente acabarmos com as rotinas !
Elas são "perigosas" ! Temos que criar espaços e ideias criativas para as combater, Elvira !
A vida é bela demais para se transformar numa rotina !

Abraço ! :)))

Ane disse...

Oi Elvira!Acho que a rotina acaba com o amor,é urgente fugir dela,criar novos hábitos,mudar enfim!Acompanhando a história de sua família,depois de tudo que aconteceu em Portugal,o tempo passou,os netos chegaram...e agora o que vai acontecer?Um abraço!

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Gostei muito das belas palavras poéticas... Um belo fim de semana

Maria do Mundo disse...

Fazer amor nunca é um velho hábito...sexo, talvez! Amor não!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Manda a "Cartilha do Marialva"
sobre o amor
e a rotina
nunca se deve a mulher interrogar
salvo
caso seja viúva
ou tenha resolvido não casar

Isa Sá disse...

a rotina do dia a dia...

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Maria Rodrigues disse...

Todos acabamos por ter a sua própria rotina.
Lindo poema.
Beijinhos
Maria

Graça Sampaio disse...

Ai as rotinas! Mas há quem diga e com razão «se estás cansada da rotina, experimenta viver sem ela»...

Gaja Maria disse...

As rotinas, os hábitos fazem parte da nossa vida. Embora por vezes pensemos que seria bom fugirmos delas, sabe-nos bem viver com elas. Beijinho

Ana Freire disse...

Mas há rotinas tão felizes... que se poderiam repetir por uma eternidade...
Tudo depende, de como as sentimos, cá por dentro...
Adorei o poema! Beijinhos!
Boa semana!
Ana

Janita disse...

Quando se vive com amor, saúde e alegrias, não há rotinas que enfadem, são sempre boas!!

Um abraço, Elvira! :)

Odete Ferreira disse...

Gosto de algumas rotinas e, muitas, ajudam a estruturar a nossa vida; contudo, tenho necessidade de as vestir de modos diferentes...
Em todo o caso, o poema é muito pertinente.
Bjo

Elisa Bernardo disse...

Adoro poemas...tão bonito Elvira!
Beijinhos

Dorli Ramos disse...

Oi Elvira!
Fazer amor não é hábito é amor de verdade a qualquer hora.
Beijos
Minicontista2