Seguidores

12.6.19

UM PRESENTE INESPERADO - PARTE XX





- Antes de te expor a minha ideia, quero fazer-te uma confissão. Tenho um amigo, ex-investigador da Judiciária, a quem pedi para te investigar. Deves compreender que aquela carta me deixou meio maluco, pensei que estava a ser vítima de um qualquer esquema, e nem sequer acreditei na história de teres tido uma irmã que se suicidara. Desculpa, não é agradável para ninguém saber que andaram a invadir a sua privacidade, mas deves perceber a minha situação. Por outro lado, eu podia calar-me e talvez nunca viesses a descobrir que o fiz, mas para mim a sinceridade é vital. Também te digo que quando tive o resultado do teste de ADN, fiquei desconcertado, mas esse meu amigo, explicou-me como se processava e foi ele que me disse que só podia ser coisa do meu irmão.  Por razões que talvez te conte um dia, desde a escola primaria, que ele fazia asneiras e arranjava sempre maneira de passar a culpa para mim e ser eu o castigado. Foi o que fez com a tua irmã, apresentando-se como se fora eu. Provavelmente com receio de que a tua irmã descobrisse que ele era casado. E agora temos que resolver este problema. A tua irmã queria que a menina, conhecesse o pai e eu prefiro que ela acredite que eu sou o pai, a que conheça o verdadeiro.
O empregado voltou com os pratos e retirou-se desejando bom apetite.
Ricardo esperou que ele se afastasse para continuar.
- Penso que não é justo, tirar-te a criança, uma vez que seria um sofrimento para as duas, pois como disseste ela nunca conheceu outra mãe. Antes de te fazer a minha proposta, vou perguntar-te até que ponto estás disposta, a sacrificares a tua vida por ela.
- Daria a minha vida, por ela se fosse preciso, – respondeu encarando-o com firmeza.
- Era a resposta que esperava. O que te peço é bem mais simples. Casa-te comigo, e resolvemos o problema.
Ela engasgou-se. De tal modo que parecia sufocar. O seu rosto começou a ficar roxo, e era nítido que não conseguia respirar, nem sequer tossir. Rapidamente Ricardo levantou-se, colocou-se atrás dela, pôs-lhe as duas mãos debaixo dos braços, levantou-a e executou a manobra de Heimlich, fazendo com que expelisse o bocadinho de Salmão, e recomeçasse a respirar. Nessa altura já o empregado se encontrava junto da mesa, a perguntar se era necessário alguma coisa, e havia vários pares de olhos, fixos na jovem, que envergonhada, só tinha um desejo.  Tornar-se invisível. Ricardo ajudou-a a sentar-se e deu-lhe um copo com água dizendo.
- Bebe devagar. Está tudo bem agora. Desculpa, não pensei que podia provocar um acidente.
Esperou vê-la mais calma e só então voltou para o seu lugar na mesa.
- Meu Deus que vergonha! Nunca me tinha acontecido nada assim. Não conseguia respirar, pensei que ia morrer.
- Não te preocupes, pode acontecer a qualquer um. Não te apetece mais? – perguntou ao ver a posição em que ela colocava os talheres.
- Não consigo comer mais nada.
-Nem sobremesa?
- Não. Só café.


21 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Boa noite de paz, querida amiga Elvira!
Ate eu me entalaria...
Estou adorando, mas penso na menina quando crescer. Saberá toda verdade?
Tenha dias felizes!
Bjm. Carinhoso e fraterno de paze bem

chica disse...

Uma notícia dessa desconcerta até santo,rs...Tá muito legal te acompanhar! beijos, choica

Janita disse...

A Elvira, por favor, não me leve a mal, juro que não há nisto que vou dizer a mínima ironia, mas ao ler essa técnica de Heimlich - cujo nome eu desconhecia - usada pelo Ricardo para 'desengasgar' a Isabel, a primeira coisa que me veio à ideia foi o espanto das tias do Vasquinho quando este no exame de anatomia brilhou, deixando extenuados os professores que examinavam o futuro médico:

"Ele até sabe o que é o esternocleidomastóideo..."

Quanto à resposta da jovem, que não ganhou para susto, saberemos amanhã.

Um abraço e um bom resto de noite, sem sobressaltos.

rosa-branca disse...

Bem amiga, estou a adorar e a história promete. Beijinhos e as melhoras

Larissa Santos disse...

Ai jesus:)) Será que ela vai nessa??

Bjos

Votos de uma óptima noite.

Gaja Maria disse...

Ia morrendo de susto. Que será que vai dizer?

Sandra May disse...

Mas isso no futuro pode trazer problemas, a menina Matilde não poderá conhecer a mãe biológica, mas e quanto ao pai biológico? Desenrola essa, Elvira!
Amanhã estarei aqui sem falta, se Deus quiser.
Um abraço.

Pedro Coimbra disse...

O choque dará lugar à rendição total.
Abraço

noname disse...

Engasgou-se, não era para menos eheheheh

Boa noite, lvira

Maria João Brito de Sousa disse...

Passando para ler e deixar o meu abraço. Elvira.

Joaquim Rosario disse...

Bom dia
Acho que ninguém estava á espera desse susto , mas por vezes a vida prega-nos assim umas partidas e ficamos sem folego para responder .
Capitulo curtinho , mas emocionante !
JAFR

teresa dias disse...

Convenhamos, o Ricardo foi um pouco "abrutalhado".
Bem, o pedido de casamento foi feito, venha a resposta da Isabel.
Amanhã... pois a Elvira gosta de nos deixar expectantes.
Beijo.

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma notícia bombástica perturba qualquer u!! Bj

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Continuo a acompanhar com interesse.
Um abraço e continuação de uma boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Ailime disse...

Bom dia Elvira,
Não foi caso para menos. O rapaz podia ter sido mais acautelado.
Mas tenho a certeza, se é que podemos ter certezas de que ela vai aceitar o pedido de casamento.
Um beijinho e ótimo dia.
Ailime

Isa Sá disse...

A passar para acompanhar a história!


Isabel Sá
Brilhos da Moda

Meu Velho Baú disse...

Bolas ficar engasgada é uma situação difícil , sabia a manobra para expelir o alimento mas não sabia que o método tinha esse nome.
Está entusiasmente .
Beijinhos

Olinda Melo disse...


Bem, afinal, o ADN é do irmão gémeo e a filha também!
Será que casando com a tia e fazendo-se passar por pai da sobrinha a coisa
resultará?

Aguardemos...

Bjs

Olinda

Cidália Ferreira disse...

Tive que vir ler este episódio ! Coitada da rapariga! :)

Ontem mocidade, hoje feliz terceira idade. [Poetizando e Encantando]
Beijos e um excelente dia!

Edumanes disse...

Depois de café, o que mais terá acontecido? Vou saber no próximo capítulo!

Tenha uma boa tarde amiga Elvira. Um abraço.

Lúcia Silva Poetisa do Sertão disse...

Esse capítulo foi de grande emoção mesmo! Se fosse eu teria a mesma reação ou desmaiaria!
Beijos!