Seguidores

10.6.19

UM PRESENTE INESPERADO - PARTE XVIII





Na semana que se seguiu, Isabel conseguiu enfim um emprego, ia começar na segunda-feira a trabalhar como secretária,numa empresa de transportes. Certo que era temporário, pois ia substituir a secretária, que se encontrava de baixa, com uma gravidez de risco. Seriam apenas onze meses, entre o tempo de gravidez que faltava e os meses de licença pós parto, mas pelo menos durante esse tempo podia respirar descansada, não fora o facto de Ricardo ter deixado uma espada suspensa sobre a sua cabeça. As últimas palavras do empresário soaram-lhe como uma ameaça. Se arrependimento matasse ela estaria morta. Porque havia de ter feito o que a irmã pediu? Porque havia de o ter procurado? Bem, na verdade, ela sabia porque o tinha feito. A irmã sempre sentira a falta do pai. E ela não queria que Matilde fosse uma reedição de Susana. Mas que seria dela, se ele resolvesse pedir a guarda da menina em tribunal? Certo que ele dissera que não o faria. Mas poderia ela confiar na sua palavra? A irmã tinha-se apaixonado e confiado no namorado. E onde é que isso a levara? Entretanto passara-se aquele fim-de-semana, a semana seguinte, e chegara-se de novo a sábado, sem que ele voltasse a dar notícias.
Naquela tarde, Isabel aproveitava o facto de Natália ter levado a menina ao parque, para fazer uma limpeza à casa. Vestia umas velhas calças de ganga, e um camiseiro que em tempos teria sido vermelho, mas que agora se apresentava bastante desbotado. Tinha o cabelo preso num rabo-de-cavalo, coberto por um lenço florido atado na nuca. Nos pés, uns chinelos já meio gastos.
Acabou de aspirar a sala, puxou o aspirador para o corredor e preparava-se para o desligar da tomada a fim de ir aspirar o quarto, quando a campainha tocou. Pensando que era Natália que voltava do parque, abriu a porta e corou ao ver Ricardo, que se encontrava do outro lado.
- Devia ter avisado, vejo que não venho em boa altura.
- De facto, costumo aproveitar a ida da Matilde ao parque para fazer estas limpezas, pois ela tem medo do barulho do aspirador.
- Precisamos falar mas posso voltar mais tarde. Porque não vem jantar comigo? Posso apanhá-la às oito horas. A ama pode ficar com a Matilde.
-Não é ama. É uma vizinha de há muitos anos que gosta muito dela e me ajuda. Se não se importa, realmente a mim dá-me jeito acabar a limpeza antes que elas voltem.
-Combinado. Volto às oito horas.
Deu a volta e foi-se embora.


18 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Ela nem vai ter tempo para decidir se quer ir ou não! As coisas estão a ajeitar-se!!

Corpos unidos sentindo bater o coração
Beijos e uma boa noite!

Roselia Bezerra disse...

Bom dia de nova semana, querida amiga Elvira!
Hum! rs... homem de atitude... tomara seja um bom marido... Antecipando à escritora, será?
Tenha dias felizes nesta semana!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

noname disse...

Vamos ver o que dá, este jantar.

Beijinhos, Elvira

PS: Está melhor? Espero que sim.

Pedro Coimbra disse...

E foi assim no final de uma refeição, de estômago aconchegado, que a minha mulher disse sim.
O resto é conhecido.
Boa semana

Maria João Brito de Sousa disse...

Como sempre, passo para acompanhar o desenrolar dos acontecimentos e deixar o meu abraço.

Joaquim Rosario disse...

Bom dia
Ao ver uma indumentaria daquelas , talvez o homem ficasse surpreendido e o discurso que tem para lhe apresentar mude para melhor !
JAFR

chica disse...

Aguardando o resultado desse jantar...Será???? beijos,linda semana!! chica

Janita disse...

O Ricardo deve ter tomado uma decisão, mas a sua atitude anda muito ríspida para o meu gosto. Vamos ver no que dá o jantar. Aceitará a jovem casar-se, com um homem que não ama, para proteger o futuro da sobrinha?

Um abraço e bom Dia De Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Anete disse...


Um jantar que promete... O mistério está no ar!
Uma feliz semana, Elvira! Bjs

Larissa Santos disse...

A moça está a ser pressionada

Peço desculpa pelo atraso mas estive uns dias de folga ;))

Hoje:-Deambulando pela natureza, sem chão

Bjos
Votos de uma óptima Segunda - Feira.

Os olhares da Gracinha! disse...

Mas que agradável surpresa!
Boa semana...

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Vamos ver o que ele tem para lhe dizer...
Um beijinho e ótimo feriado.
Ailime

Isa Sá disse...

A passar para acompanhar a história.

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Edumanes disse...

Será que Isabel aceita o convite de Ricardo para jantarem?

Bom feriado amiga Elvira. Um abraço.

aluap disse...

Com ou sem jantar por volta das oito horas vai ser interessante...
Um abraço.

teresa dias disse...

Vamos, então, aguardar pelo jantar...
Elvira, gostei da riqueza de detalhes deste capítulo.
Beijo.

Gaja Maria disse...

O que vai sair dali?

Lúcia Silva Poetisa do Sertão disse...

Excelente capítulo com gostinho de quero mais e vou para o próximo!
Beijos!