Seguidores

26.9.19

VIDAS CRUZADAS - PARTE XVI


– Não tia. Graças a Deus não. Foi do emprego. Dizem que se não estiver lá amanhã, escuso de ir mais. Já estou ausente há muito tempo, as férias acabaram, não tenho licença, nem atestado médico, - disse pedindo mentalmente perdão pela mentira, mas não podia dizer a verdade à tia.
- Bom, se é isso tudo bem. Mas podias ter dito quando entraste. Fiquei assustada. E sair assim de corrida, vais chegar de noite...
 – Talvez não, tia. Os dias são grandes e escurece tarde, não se preocupe.
- Então vamos mulher, vamos preparar um farnel para a viagem.
E dizendo isto Palmira, empurrava a empregada na sua frente.
- Não se preocupe tia, eu como alguma coisa pelo caminho.
- Era o que mais faltava! - Zangou-se ela – Da minha casa, nunca ninguém saiu sem farnel.
Quando Pedro saiu com as malas para o carro, já as duas mulheres tinham preparado uma cesta, onde não faltava a broa, o presunto, um belo salpicão, várias frutas, e uma garrafa de água.
Na verdade a tia tinha-se cansado durante todo o tempo que ele estivera em sua casa, para que bebesse vinho, mas Pedro sempre fora abstémio.
Abraçou as duas mulheres e saiu. Tinha pressa de viajar. Não queria correr o risco de se encontrar Rita, nem queria que ela o visse partir.

Chegou a casa ao anoitecer. Abriu a porta e sentiu o peso da solidão. A primeira coisa a fazer, era telefonar à mãe e pedir para ela regressar no dia seguinte. Teria que dar uma desculpa convincente, para aquele regresso inesperado pois nessa mesma manhã, quando lhe telefonara, não dissera que tencionava regressar e ele conhecia bem a mãe. Se desconfiasse que alguma coisa não estava bem era capaz de abalar de noite a caminho de casa.
Mais tarde ligaria à tia, para que as duas mulheres dormissem descansadas. Depois das chamadas, estendeu-se em cima da cama e deixou-se dormir.

13 comentários:

Janita disse...

A vida tem os seus caprichos, algum erro houve no diagnóstico do médico. Troca de exames, talvez...já passou tanto tempo!
Anda aqui uma pessoa a sofrer aos poucos, com isto de ler contos aos bochechos...que fará o nosso rapaz!!

Boa noite, Elvira.

noname disse...

Este impasse, é enervante mas, ao mesmo tempo dá pica ehehehehe

Boa noite, Elvira

Pedro Coimbra disse...

Um Pedro abstémio tem que ser um gajo bestial :))))
Abraço

Sam Seaborn disse...

Penso que já não faltará muito para termos uma ideia da situação clinica de Pedro e para que o romance avance.

Beijinhos

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Continuo a acompanhar com interesse e aproveito para desejar a continuação de uma boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

esteban lob disse...

Haz creado en Pedro un muy interesante protagonista, Elvira.

Abrazo austral.

Larissa Santos disse...

A Vida dele parece um ping pong...

Bjos
Votos de uma óptima Quinta - Feira

Edumanes disse...

Estará o Pedro apaixonado,
pela Rita e a Rita pelo Pedro
com Rita está ele preocupado
de lhe dizer a verdade terá medo?

Tenha uma boa tarde de Quinta-feira amiga Elvira. Um abraço.

Os olhares da Gracinha! disse...

... e um novo dia trará mais novidades!!! Bj

Cidália Ferreira disse...

Por vezes as surpresas boas acontecem!

Beijos. Boa noite!

Teresa Isabel Silva disse...

Está cada vez mais denso!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Meu Velho Baú disse...

Fica tudo em suspense....
Espero que o diagnostico médico esteja errado
Beijinhos e Bom Fim de Semana

Ailime disse...

Vamos ver o que virá!
Continuando a seguir com muito interesse.
Beijinhos,
Ailime