26.12.15

PENSO EM TI






Penso em ti
Na solidão
angustiada
dos dias
que dançam
em ondas de agonia
no oceano
do meu corpo
esquecido.

Penso em ti
Nos labirintos
do sonho
perdida.
Como barco
sem rumo
nem norte
em mar de
tempestade.

Penso em ti
Na escuridão
silenciosa
da minha noite
que cavalga
o tempo sem fim
do meu corpo
ondulante
de desejo.

Penso em ti
Principio e fim
da razão
do meu ser.

28 comentários:

Edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edumanes disse...

No mar e numa onda assim,
quem não gosta de nadar
sem rumo e sem fim
não é proibido sonhar!

Antes de perdido na ondulação,
o seu belo poema, gostei de ler
escrito com muita imaginação
por ser verdade tenho que o dizer!

Boa noite amiga Elvira, bom domingo, um abraço,
Eduardo.

lis disse...

Poético,Elvira
gosto do tema repetido _ porque assim me encontro ... rs
um bom abraço e parabéns pelo poema _ transitas por todas as artes,Elvira
parabéns

Isa Sá disse...

Muito bonito!
Tenha um ótimo domingo.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Dorli Ramos disse...

É Elvira,
Só temos lembranças do que tivemos e ainda temos, é só cuidar do corpo direitinho.Uma linda poesia e a imagem é de tirar o fôlego de qualquer um.
Beijos
Minicontista

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Lindo, continuação de BOAS FESTAS.

Crocheteando...momentos! disse...

Gostei bastante!
Continuação de boas festas!

Existe Sempre Um Lugar disse...

A melhor saída é seguir em frente com motivação.
Bom Ano Novo.
AG

Pandora disse...

Tenho saudades de quando pensava assim em alguém... Faz tanto tempo!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Sempre achei
o poema erótico
uma forma superior de expressão

o que li reforça essa opinião

Tintinaine disse...

Não quero comentar o poema, pois poderia dizer asneira e ser mal interpretado pela autora.
Mas há uma coisa que ando para dizer-lhe desde que alterou o cabeçalho do blog usando este motivo de Natal. É que as ovelhas do presépio são muito maiores que os camelos dos Reis Magos!!!
Não é culpa sua, mas sim do "camelo" que montou aquele presépio e, em certa medida, de quem o fotografou.
Tenho dito!
Continuação de Boas Festas até ao Dia de Reis.

Odete Ferreira disse...

Pensar em alguém deste modo só pode trazer o encanto no peito...
Lindo.
Bjo, amiga
:)

Elisa Bernardo disse...

Tão, tão bonito Elvira!

elisaumarapariganormal.blogspot.com

Pedro Coimbra disse...

Lindíssimo, bem diferente dos contos que costuma publicar, mas também muito bonito.
Boa semana

Blog da Gigi disse...

Lindo dia, Elvira!!!!!!! Beijos

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Sublime!
Desde já votos sinceros de um excelente 2016!
Abraço
Rui

José Lopes disse...

Votos de um bom ano de 2016, com muita prosa e alguma poesia para nosso deleite.
Cumps

António Querido disse...

Eu até penso nela, e sonho com ela mas...

António Querido disse...

Passei novamente para dizer ao meu amigo "Tintinaine", que a culpa foi das ovelhas, que ultrapassaram os camelos pela esquerda e enganaram o fotógrafo!:-)

© Piedade Araújo Sol disse...

Elvira

um poema muito sensual que gostei muito!

obrigada pelas visitas e comentários ao longo do ano.
desejo um bom ano de 2016.

um beijo

:)

Majo disse...

~~~
Elvira, amiga, surpreendeu-me!

Poética de quem está bem viva!

~ Beijo grato pelo belo brinde.~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Laura Santos disse...

Um belíssimo poema. A transbordar de sensualidade.
Feliz 2016, Elvira.
xx

maria madeira disse...

Não sabia que a Elvira também escrevia poesia. Gosto de poesia, mas admito que ando um pouco de costas voltadas, digamos assim. Aos poucos e poucos está a voltar a vontade de voltar a ler. Livros não faltam lá nos sitio dos livros.

Gostei de a ler. Tenha uma boa noite, Elvira.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Maravilhoso poema.
Amiga, após a ausência de algumas semanas,
regressei e hoje venho especialmente desejar-lhe
um bom ano de 2016.
Com amizade. Bjs.
Irene Alves

Anete disse...

Elvira, um poema de amor ardente e caliente!
Um abraço e boa noite.

São disse...

Que oceano vibrante e que nunca será, decerto, esquecido!


Bom final de ano e feliz 2016, amiga :)

lua singular disse...

Oi Elvira
Obrigada pelo carinho
Quando volta prometo ler o seu conto.
Beijos
Lua Singular

AFRODITE disse...


Que lindo Elvira!
E a imagem cai aqui como uma luva!!

Obrigada!
Beijinho poético
(^^)