23.5.17

JOGO PERIGOSO - PARTE II

Uma hora mais tarde, Madalena tinha conseguido estabelecer ligação com a Missão, e passava-lhe a chamada.
-Boa tarde. É possível falar com o doutor Daniel Pinto?
-Quem deseja falar com ele?
-É a irmã.
- Vou ver se ele pode atender.
- Obrigada. Por favor, diga-lhe que tenho urgência em falar com ele.
Pouco depois o irmão atendeu.
- Olá. Está tudo bem?
- Como está tudo bem? Como pudeste fazer-me semelhante coisa! Vendeste a tua parte no negócio da família a um desconhecido.
- Que querias que fizesse? Propus-te a venda, Afinal eras a principal interessada. Sabes que nem tenho jeito para os negócios nem eles nunca me interessaram. Tu não quiseste comprar a minha parte. E eu precisava dinheiro para realizar o meu sonho.
- Pensei que era o desejo dos nossos pais que o negocio fosse dos dois. Mas se me tivesses dito que a ias vender a um desconhecido, é claro que compraria a tua parte.
- Primeiro, só é desconhecido para ti. Para mim, é um amigo, de muitos anos, que me possibilitou a realização do meu maior sonho. Segundo, conheço-te o suficiente para saber que envidarias todos os esforços para me dissuadires e me afastares do que eu desejava.
-És um egoísta. Só pensas em ti. Como vou tocar para a frente a empresa com uma pessoa que não conheço?
- Sempre foste hábil a resolver problemas. Desculpa, tenho que desligar. Tenho mais de vinte pessoas à espera de consulta. Ainda que não acredites, amo-te maninha.
Desligou sem esperar resposta. Daniela ficou por momentos absorta, a olhar o aparelho. Depois lentamente poisou-o no descanso.
A empresa fora fundada por seu pai, que sempre pensou que um dia o filho iria continuar a sua obra. Mas Daniel desde cedo deu a entender que o seu negócio era outro. Ele queria ser médico, ir para África exercer a profissão entre aqueles que nada tinham. Pelo contrário a ela o mundo dos negócios sempre a fascinara. Não brincava com bonecas. Brincava de montar lojas e de comprar e vender coisas.


20 comentários:

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
penso que este conto vai ser um pouco diferente de outros anteriores !
haver vamos ainda é muito cedo !!
JAFR

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanhar a história!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

✿ chica disse...

Promete muito... Como te disse, sempre que der acompanharei de lá,mesmo sem comentar...bjs,chica

António Querido disse...

Pois é, pode haver uma dúzia de irmãos, mas nenhum é igual ao outro, cada um tem o seu sonho e a sua personalidade própria.
O meu abraço, ontem foi o dia dos abraços gratuitos, mas o meu é gratuito todo o ano e de boa vontade.

Edumanes disse...

Só para evitar a morte é que não há remédio. Guerra entre irmãos não é boa ideia. Cada um é para o que nasce. Daniela nasceu para o negócio. Enquanto que o seu irmão Daniel, nasceu para ser médico!

Tenha um bom dia amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

Os olhares da Gracinha! disse...

Nem sempre queremos seguir as "pegadas" dos pais! bj

AvoGi disse...

Pronto. Ja li o final da outra acabou como se previa.
Ja iniciei a leitura da nova...
Suspense
Kis :=}

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Olá!!!
Hum!
Já estou a gostara amiga Elvira.
Gosto de desafios,beijinhos.

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
JÁ LI E ESTOU ADORANDO, NÃO SEI QUAL A TUA FREQUÊNCIA EM POSTAR, QUERO VER SE NÃO ME ATRASO NAS LEITURAS SENÃO, MUITAS VEZES FICOU INVIÁVEL PARA MIM COLOCÁ-LA EM DIA MAS, VOU TENTAR SER APLICADA, KKKK.
ABRÇS AMIGA E FICA COM DEUS.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Majo Dutra disse...

Uma mulher de negócios!
Um início prometedor, estimada Odete.
Vou acompanhar.
Abraço
~~~

Tintinaine disse...

Lembro-me de quando tinha aí uns 17 anos ouvir a radionela do OMO ou TIDE, já não me lembro bem. Por volta das 7 da tarde estava tudo de orelha colada no rádio para ouvir o novo episódio.
Agora acordo, ou tomo o café da manhã, com o conto da Elvira.
Que bela vida, lá-lá-lá!

redonda disse...

E agora, quem será e como será este desconhecido?

estou a gostar


um beijinho e uma boa semana

Gábi

O meu pensamento viaja disse...

Vou tentar ler todos os capítulos.
Beijinhos

lua singular disse...

Oi Elvira,
Tem gente egoísta
Eu não tive esse problema, única filha e eu único filho.
Apesar de não ter empresas, tenho imóveis.
Sempre digo ao meu filho para nunca vender, pois os aluguéis vêm todos os meses.
Beijos
Lua Singular

Smareis disse...

Gosto muito de desafios, e creio que já vou gostando... Bjs!

Gaja Maria disse...

Um conto diferente. Vamos ver como se vai desenrolar.
Boa noite Elvira

lis disse...

Oi Elvira
Dando uma volta para acompanhar qual será o jogo que a trama promete rs
beijos

Meus Traços e Linhas disse...

Essa questão de família quando envolve o quesito herança é mesmo complicado, pelo visto a história vai esquentar...adorando acompanhar.
Abraços!

Berço do Mundo disse...

Duas personagens tão diferentes e tão fascinantes. Cada um com a sua missão...

Rosemildo Sales Furtado disse...

O Daniel está mais do que certo em optar por fazer o que gosta e de ter priorizado o seu maior sonho.

Abraços,

Furtado