22.5.17

JOGO PERIGOSO - PARTE I


-Entre.
A porta abriu-se e a mulher que se encontrava de costas, junto à janela voltou-se e encaminhou-se para a secretária.
Cumprimentou o homem que acabara de entrar, e indicou-lhe uma cadeira. Passou a mão pela testa e perguntou:
- Então? Descobriu-o?
O homem, de meia-idade, baixo e calvo, apresentava-se bem vestido, mas parecia incomodado, como se não estivesse habituado a andar de fato e gravata em pleno mês de Julho.
- Sim. Segundo os meus contatos, o nosso homem encontra-se hospedado em Moçambique. Contactei a nossa embaixada, e tenho aqui todos os dados. Está numa Missão em Nampula. Tenho aqui todos os possíveis contatos, morada e telefone da Missão, bem como da Arquidiocese de Nampula, a que a Missão está subordinada, disse estendendo-lhe algumas folhas de papel.
-Muito bem. Por agora é tudo. No escritório dar-lhe-ão o cheque com os seus honorários. Entrarei em contacto consigo se voltar a precisar dos seus serviços.
Ele levantou-se e estendeu-lhe a mão, que ela apertou dando a reunião por terminada.
O homem saiu fechando a porta atrás de si. A mulher, jovem e bonita, vestia um fato de calça e casaco cinza, e prendia os cabelos escuros num coque no alto da cabeça. O seu rosto de traços suaves, tinha no momento um ar crispado, como se estivesse profundamente irritada, ou sob uma grande pressão.
Pegou nas folhas que o detetive deixara sobre a secretária e deixou-se cair na secretária, com um profundo suspiro.
Estendeu a mão e colocando os óculos leu as folhas. Quando acabou recolocou os óculos em cima da secretária, e premiu uma campainha.
Ouviu-se uma leve batida na porta e de seguida ela abriu-se para deixar passar Madalena, a sua secretária. A jovem estendeu-lhe a folha de papel.
- Veja se consegue entrar em contacto com essa Missão. Quando o conseguir passe-me a chamada. Se não o conseguir até à hora de saída, tente de novo amanhã. Preciso de entrar em contacto com alguém de lá com urgência.
- Vou já tratar disso, - disse a empregada


22 comentários:

Tintinaine disse...

Nampula, terra que conheci fugazmente na minha passagem por Moçambique. Vamos lá ver se esta história ma faz recordar alguma coisa de lá.
Bom dia e boa semana!

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
a passar para não perder pitada !!
JAFR

Isa Sá disse...

A passar por cá para acompanha mais uma história e desejar um bom fim de semana!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

✿ chica disse...

Iniciando mais essa e torcendo seja linda como as demais! bjs, chica

Beatriz Pin disse...

Querida Elvira, um prazer voltar a saber de voçe. Antes de que non poida abrir o meu blogue, vou deijar meu comentario, que é un honor poder facelo sendo a cuarta pessoa que o deija! Parece que esta historia soa a detectives e caso a investigar alá en Moçambique. Sempre gosto de ler suas historias na sua/miña lingua! Asim podo aprender a escriver alguma que outra palabra coa que non estou familiarizada.
Ademiro sua tenacidade e forza de vontade para escriver ´non stop´ Moitas grazas por deijar seu comentario no meu post desta mesma mañán. Aperta grande

Os olhares da Gracinha! disse...

Gosto do seu jeito cativante de nos transportar para o meio da história!!!bj

Edumanes disse...

Jogo perigoso, sem nele entrar,
o que dá a investigação mais gozo
mete mulher vai dar muito que falar
sem arriscar a vida sairei vitorioso
até ao fim a tempestade vou enfrentar
porque eu penso que não sou medroso!

Tenha uma boa tarde amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

Anete disse...

Elvira, ainda estou com malas mundo afora... Rsss!
Imagino que tenha passado bons dias a passeio...
Gostei de ler o seu novo conto!
Um abração e obrigada pelo carinho.

Cantinho da Gaiata disse...

Passando para ver este jogo perigoso.
Bj e uma boa semana.

Graça Sampaio disse...

Esta mulher não para!!! Uma verdadeira máquina de escrever novelas!! Ah, valente!

Os meus parabéns!!

José Lopes disse...

Terminada uma trama eis que começa outra, e logo pelas bandas onde nasci. Vamos ver o que leva a mulher a ter interesse em comunicar com alguém a muitos quilómetros de distância...
Cumps

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Uma outra história que se antevê seja bem interessante e com muito suspense.
Beijinhos e boa semana.
Ailime

lis disse...

Oi Elvira
Parece que o jogo vai ser bom! rs
Gosto dos suspenses e da adrenalina que não deixa vontade perder nenhum capítulo.
Vamos seguir.
Abraço,amiga

Pedro Coimbra disse...

A acompanhar o jogo que agora se inicia.
Um abraço

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Bom dia Elvira!
Que maravilha, com certeza mais uma magnífica e instigante história e pelo que já pude sentir, vai ser repleta de mistérios. Feliz dia amiga e grata por sua visita, beijinhos.

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
QUE ÓTIMO, CHEGUEI NO INÍCIO, VOU ACOMPANHAR.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

redonda disse...

Gostei de como começa, com um mistério...

lua singular disse...

Oi Elvira,
Desculpa o atraso.
Vou acompanhar, já gostei do primeiro capítulo
Beijos
Lua Singular

Smareis disse...

Bom dia Elvira!
Vim no começo pra entender a história. Andei meia ausente,por motivo particular.
Pelo jeito vai ter surpresas e muitas curiosidades.
Beijos!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Uma história/estória começando com um detetive e com o título de Jogo perigoso, deverá ser muito interessante. Aguardemos!

Abraços,

Furtado

Meus Traços e Linhas disse...

Bom dia Elvira, vou acompanhar esse jogo perigoso, a primeira partejá me instigou o desejo de ler as demais, gosto do seu talento e jeito despojado de escrever.
Tenha um lindo domingo.
Abraços

Berço do Mundo disse...

Voltei, como prometido, para tentar seguir a sua história desde o início.
Um abraço, Elvira
Ruthia d'O Berço do Mundo