28.12.16

MINHA OFERTA



Eis Senhor
Meus versos
Meus carinhos.
Mais não me peças,
Mais não te posso dar;
Minha alma
É rosa cheia de espinhos
Onde por certo
TU te irias magoar.

Se um dia
Esquecidos pelos caminhos
Cheios de pó
Alguém os encontrar
São para Ti
Meus versos modestos
Para Ti
A quem tanto quis amar.

Talvez que ao lê-los sorrirás
E quem sabe até me perdoarás.



Estou de volta. Meio doente e cansada. Visitar-vos- ei amanhã.

19 comentários:

Érika Oliveira disse...

Que lindo, muita sensibilidade!

Janita disse...

Ele que tudo sabe e tudo vê, saberá que os versos da Elvira são como uma prece plena de amor.
Desejo que o cansaço seja dos festejos natalícios e que em breve se restabeleça.
Um abraço e as melhoras.

Gaja Maria disse...

Rápidas melhoras Elvira. Abraço

Tintinaine disse...

Então, as melhoras e rápidas!

Vera Lúcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vera Lúcia disse...


Lindos e fervorosos versos, Elvira!
Espero que você se recupere rapidamente.
Na oportunidade, deixo-lhe meus votos para um excelente 2017!
Beijo.

Rogerio G. V. Pereira disse...

E merecerá o Senhor
Tão modestos versos?

Magoa-o com teus espinhos
talvez O acordes de tão longa ausência

A terra O espera
e a desesperança dói

Isa Sá disse...

Bonito poema. As melhoras rápidas!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Berço do Mundo disse...

Então amiga Elvira, isso foram dos exageros natalícios ou do frio? Rápidas melhoras.
Quero agradecer a sua companhia ao longo de 2016 e desejar um Feliz Ano Novo, com muita saúde e alegrias.
Abraço festivo
Ruthia d'O Berço do Mundo

Os olhares da Gracinha! disse...

As melhoras Elvira!
Cancelei uma semana em terras algarvias pois a minha irmã apanhou uma gripe que a prostrou bastante!
Gosto dos versos!!!
Bj e um 2017 excelente!!!

Por aqui falamos de Fé:
https://mgpl1957.blogspot.pt/2016/12/a-fe.html

Roaquim Rosa disse...

Boa noite
simplesmente SOBERBO.
obrigado por este lindo momento.
JAFR

Edumanes disse...

Se do frio mal se agasalhar,
quando vinda de lugar quente
rápidas melhoras eu lhe desejar
porque, acontece a boa gente
meio doente, cansada de passear?

Um abraço.

O meu pensamento viaja disse...

Elvira, os seus versos têm a candura da inocência. São lindos!
As suas melhoras.
Beijinhos

Majo Dutra disse...

Que poema tão belo!
Belo, com acentuada expressividade
e uma mensagem doce e comovente.
Boa recuperação, Elvira.
Abraço afetuoso.
~~~~~~~~~

Elisa Bernardo disse...

Elvira, está melhor? uma pausa, um descanso faz falta! Espero que já esteja a recuperar. Um grande beijinho
elisaumarapariganormal.blogspot.pt

Odete Ferreira disse...

Versos que são uma sentida prece, Elvira.
Desejo que te restabeleças rapidamente, amiga.
BJ

Evanir disse...

Que toda a esperança, emoções,
vitórias e alegrias caiam como uma enorme
chuva de benção em sua casa
e sobre você e seus familiares.
Na passagem do ano que a luz divina
se acenda dentro de seu coração.
Desejo do fundo do coração
que a promessa do Ano Novo seja
cheia de esplendor e magia.
Deus abençoe grandemente sua vida.
Paz..Saúde..Fé ..Enfim Feliz Ano Novo.
Bjs ,..Evanir..
Obrigada pelo carinho.
Deus a de permitir minha volta
aos blogs onde tenho tantas amizades
inequecível.

Leonor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
maria madeira disse...

A Elvira nem imagina o quanto gostei deste seu texto. Ando um bocadinho, assim, como que a modos, de fazer as pazes com Ele. Zanguei-me forte e feio quando resolveu levar-me a pessoa que era o meu grande pilar. A minha mãe.

(as suas melhoras)

Boa noite, Elvira.