20.10.11

ROSA - PARTE VII



Continua

7 comentários:

São disse...

Desculpe a pergunta: é ficção ou se está baseando em situação conhecida? É que eu conheci pessoalmente um caso assim, aqui onde vivo.

Um abraço

Isamar disse...

A história continua emocionante talvez porque haja muito de real embora misturado com alguma ficção. Temo pelo futuro da Rosa mas talvez possa ter, desta vez, alguma sorte. Estas decisões repentinas não têm, quase sempre, um final feliz.Não se conhecem e, ao tempo, a mulher vivia uma situação de subserviência por ser o homem o único a ganhar o pão.

Bem-hajas, Elvira!

Beijinhos

Lilá(s) disse...

A história está cada vez mais emocionante! tanto que faço os possivéis para vir até aqui, apesar da falta de tempo com que ando.
Bjs

O Guardião disse...

A sorte anda arredia mas nunca se sabe de onde é que pode surgir.
Cumps

Luís Coelho disse...

Uma história com muita ternura e um pouquito de pintura literária.
Lê-se bem.
Não é cansativa.

lis disse...

Pôxa e eu que ingenuamente pensei que a mulher que lhe oferecera amparo era gente boa rs as vezes sou lenta em assuntos perversos rsrsporque essa vidinha de mulheres que fazem sexo por dinheiro é de dar dó, ainda mais considerando o tempo que passa a história.Atualmente ha "opções" de vida e naõ mais "mulheres da vida".
E assim,continua a zaga da Rosa, teve a sorte (?) de encontrar um homem que ficou seduzido pela sua beleza, agora vejamos no que vai dar ... rs
está bom Elvira muito bom!
apresentações feitas , o que vai rolar?? rs
boa noite e muita inspiração ok?
abraços

BlueShell disse...

O segundo parágrafo originou uma mudança muito repentina: penso ( e sabes que eu sou sempre franca) que essa transição podia ser melhor explorada. O porquê da ida do homem ao bordel, como se houvera sentido ao ver pala 1ª vez Rosa, o que lhe ia no pensamento antes de tomar a decisão de "A comprar"...e por aí fora!

No enanto ...or ritmo coltou a abrandar...quando os dois faze, a viagem e , de novo o encanto tomou conta da narrativa. Entendes qo que te quero dizer? Está lindo, tem todos os ingredientes de um conto de susoense, ação, amor...tudo.
(só aquele parágrafo...deu ideia que foi arrancado "a ferros" para tirar Rosa daquela casa, entendes?)

Agora...bom agora não posso "subir"! Vou ter de esperar mesmo!!!

Muito bom, querida...estou ansiosa.

Um beijo imenso de bom dia!

BShell