13.10.11

ROSA - PARTE I




Continua

ESTÁ AÍ O INÍCIO DE MAIS UM CONTO. ESPERANDO QUE VOS AGRADE EMBORA NEM DE LONGE NEM DE PERTO SE ASSEMELHE AO ANTERIOR.

12 comentários:

Pitanga Doce disse...

Já vi que vou gostar da história. Continua que quero saber da vida dessa Rosa.

beijos Elvira.

lis disse...

Gostei do início Elvira
Esse naõ quero perder pedaços rs
Vamos aguardar pra ver o desenrolar os dias da Rosa e sua avó.
Guardadora de rebanhos,gosto desse ofício.
grande abraço

Victor Von Serran disse...

infelizmente só sabemos quando fomos felizes na infelicidade do presente. Obrigado pela visita, estou seguindo o sexta -feira, e prometo voltar para ler os outros textos.

um abraço, obrigado pela visita ao Crônicas !

。♥ Smareis ♥。 disse...

O começo está interessante, me deixou curiosa, aguardo a continuação.Um excelente resto de semana cheio de coisas boas. Bjs grande!

elvira carvalho disse...

Parece que continuam as dificuldades com a publicação de comentários. Recebi este por mensagem


"Olá Elvira!Que bom ter começado um novo conto. Em que época se passa esta cena da imagem em frente do espelho? 1930? Recordo-me da realidade que se vivia nas aldeias portuguesas, nessa altura 1920, 1940 e que eram idênticas a esta. Força! tenho um palpite que vai ser muito interessante. Beijinhos e até amanhã. MRaquelEncarnação"

Isamar disse...

Mais uma história muito bonita do quotidiano aldeão na primeira metade do século XX e até no início da segunda metade. Talvez ainda perdure nalgumas regiões mais afastadas do litoral apesar da escolaridade obrigatória e dos transportes gratuitos que lhes permitem o acesso. A alimentação assegurada era essencial e este era quase o único meio de a ter.
Os mais pobres não tinham outra escolha, sobretudo aqueles a quem, prematuramente, faltavam os pais e eram postos a servir nas casas dos lavradores da terra.
Uma Rosa, em botão,que nos parece predestinada a um duro percurso de vida.

Bem-hajas, Elvira!

Beijinhos

São disse...

Começou bem.

Um abraço.

Graça Pereira disse...

Elvira
O preâmbulo promete e parece-me que vai resultar numa história com muitas curvas e contra curvas...Aguardo!
Beijocas
Graça

Mariazita disse...

Boa noite, Elvira
Hoje venho convidar-te a participar numa brincadeira que me foi endossada pela minha amiga Carla Ceres.
Vai AQUI
para te inteirares.
Espero que a ideia te agrade.
Beijinhos

Dulce disse...

E começa muito bem Elvira, e pelo começo, a história promete.

Beijos e uma boa noite.

BlueShell disse...

Vês? tal como eu dizia: "constróis muito bem as personagens: elas valem por si, têm vida...e isso me encanta...
O meio envolvente é-me tão familiar...estou a gostar..
Agora irei ler a PerteII

Bj
até já.

mundo azul disse...

_____________________________

...então vamos acompanhar a nova história da grande contista!

Beijos de luz e carinho...


________________________________