18.7.07

DESTINO DE FÉRIAS - CHAVES

Castelo de Chaves.


Voltando áqueles que não gostam de praia e preferem as termas como destino de férias e descanso, vamos outra vez ao norte. E não é que no sul não hajam termas. Da próxima vez, prometo vou ao Algarve e mostro-vos as termas de Monchique.

Mas hoje vou para Trás-os-Montes, até á linda cidade de Chaves. Pertencendo ao distrito de Vila Real, e banhada pelo Tâmega, a cidade possui muitos vestígios de civilizações pré-históricas.

Porém foi na época romana que Chaves conheceu o seu maior desenvolvimento. Os romanos instalaram-se onde hoje é a cidade. Construíram pequenas fortificações nos montes vizinhos, o que lhes davam uma certa segurança, contra os invasores. Construíram a ponte de Trajano, numerosos balneários termais para se aproveitarem das suas águas minero-medicinais. E de tal modo se desenvolveu que foi elevada á categoria de Município no ano 79 por Vespasiano, o primeiro César da Família Flávia. Talvez por isso se chamasse Aquae Flaviae.

No século III as sucessivas invasões, dos Suevos, Visigodos e Alanos, quase destruíram a cidade, com as suas guerras, e a cidade estagnou até ao sec. VIII, altura em que foi invadida pelos árabes. Sucederam-se três séculos de lutas entre árabes e cristãos, tendo a cidade andado de conquista e reconquista ora para os cristãos, ora para os mouros.

Só em 1160, já Portugal existia, foi definitivamente reconquistada aos mouros e passou a fazer parte integrante de Portugal. Pela sua situação fronteiriça Chaves estava sempre em perigo de invasão pelo que o rei D. Dinis mandou erguer o castelo e as muralhas que ainda hoje se observam em algumas partes da cidade.
Zona termal junto ao rio, podendo ver-se ao cimo o castelo.
Na actualidade Chaves tem muito que oferecer ao visitante , além é claro das termas. ( E a propósito, sabia que a água termal de Chaves é a mais quente da Europa?) Desde logo, um belo passeio pelo Tâmega, ou pelas suas margens, ladeadas de árvores frondosas. Para quem gosta de monumentos, uma visita ao Museu, onde pode conhecer toda a história da cidade . A igreja Matriz de estilo românico que data do sec XII, composta no seu interior de três belas naves. A igreja da Misericórdia, logo ao pé da igreja Matriz, com fachada granítica, e interior de uma só nave, construída no sec. XVII, de estilo barroco. Atravessando a ponte romana de Trajano, chegamos á freguesia de Madalena, imponentemente instalada na margem do rio, onde pode observar a igreja da Madalena, (infelizmente estava fechada quando lá estive).
Para os bons garfos, a gastronomia é de uma riqueza impar. Além do famoso presunto de Chaves, o salpicão, linguiças e alheiras, temos o cabrito assado ou estufado, o cozido e a feijoada á transmontana, os milhos á romana, as trutas recheadas de presunto, os pastéis de Chaves, e o Folar, que não tem nada a ver com o nosso folar, porque o de Chaves, é recheado de carnes de porco, presunto, salpicão e linguiça.
E pronto: Que tal umas férias em Chaves?

10 comentários:

marta disse...

Isso não vale D. Elvira.Com as suas descrições fico cada vez mais indecisa com relação ás férias. Na verdade fico com vontade de ir a Lagos, Peniche, S. Pedro do Sul, Chaves e o orçamento não dá.

Repórter disse...

Durante alguns anos, fiz férias em Chaves.
É uma cidade interior mas com algumas belezas dignas de registo.
E, como qualquer cidade que se preze, lá tem uma "Rua Direita".

José disse...

Não conheço a cidade de chaves, parece mal um cidadão da Beira Alta, confessar tal pecado!Mas garanto que brevemente irei visitar. pois o Norte do País é deslumbrante no verão...
Seguindo a intuição de Reporter, quero a Vila de S.Pedro do Sul, promovida a cidade! Pois a sua Rua central e mais antiga, é a Rua Direita...

mar disse...

Me pensaré lo de las vacaciones por alli, por lo que he leido me ha gustado, bosques frondosos,buena gastronomia..la verdad no tiene desperdicio...
Un besito.Mar
Gracias por tu link. Tu tambien tienes el tuyo por mi blog

Dina disse...

Não conheço Chaves mas fiquei com vontade.
Infelizmente férias este ano é coisa que não deve ser fácil!
Bjs

rui disse...

Conheço um pouquito de Chaves. Passei lá uma vez. Mas o que recordo de Chaves é um presunto que acho que foi o melhor que comi em toda a minha vida.

Anónimo disse...

Que pena já ter gozado férias este ano. Fiquei com vontade de conhecer.

Garfio disse...

Es usted una gran embajadora de su país. Tengo que visitarlo. Saludos.

lula disse...

Chaves é realmente uma cidade bonita.
Eu sou fã do Norte de Portugal. Tem sítios muito bonitos e relaxantes.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,