21.7.07

A GUERRA

A guerra faz-nos sentir
mil sensações
e todas diferentes.

Faz que em sobressalto dos corações
subam aos olhos lágrimas ardentes.

Faz de todos assassinos
sejam homens ou meninos.

Converte uns em heróis
outros em míseros farrapos.

Faz-nos tremer de medo
e lutar com valentia.

A guerra é tigre voraz
sempre pronto a atacar.


Destruir uns aos outros,
é missão
da guerra.
Matar, torturar, violar,
destruir gente e chão,
amordaçando o coração
perante a emotividade.
E até se viesse Cristo
creio bem - estou certo disto -
não teríamos piedade.


Que mundo este, mãe, que me doaste!
Mundo de ódios, e ruins paixões.
E foi para isto que me geraste,
e que
com tantas lágrimas me criaste?

8 comentários:

Repórter disse...

Gostei.
Uma abordagem à guerra com revolta pelo meio.

José disse...

Sim a guerra transforma os homens e, estes transformam o mundo,deixando marcas terrificas, durante decadas,as quais afectam várias gerações, veja-se nagasaki e yroshima, onde ainda hoje se tiram grandes lições para a humanidade...
Embora ainda presista a ideia por parte de alguns países de continuarem a desenvolver o que deveria estar esquecido para sempre...

carla disse...

É o meu grande terror. Que os meus filhos que eu crio com tanto amor cheguem á idade adulta e vão parar a uma qualquer guerra que os senhores do mundo andam sempre a inventar.

rui disse...

Nunca passei por uma, felizmente.
Mas vejo na TV. Deve ser muito traumatizante e doloroso.

lula disse...

As guerras são, a par da fome, dos piores flagelos da humanidade.
E em ambas as situações, quem sofre sempre são os inocentes.
Quem faz as guerras são os senhores do mundo e é revoltante saber que bastaria UM dia sem guerras para acabar com a fome no mundo...

Patricia disse...

É revoltante que quem começa as guerras, nunca vai para o terreno de guerra propriamente dito, fica sempre a ver de longe.
Em vez de ir anda uns desgraçados, matar uns infelizes inocentes.
Por vezes, nem uns sabem porque matam, nem outros sabem porque morrem, porque na realidade aqela guerra não é deles

desnudando el alma disse...

Hola Elvira!!! Soy argentina, y me encantó tu poema sobre la guerra, aunque algunas palabras no las entendí pero sí la esencia. Si queres entrar a mi blog vas a poder leer una narración sobre la única guerra que padecimos ¡por suerte!)se llama Nuestras Malvinas.
También pinto sobre óleo y madera y me encanta viajar ¡tenemos algunas coincidencias!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,