15.7.07

HOJE

Hoje
eu quero
chorar
por mim
a dor
de ter
nascido.

Hoje
eu quero
destruir
este desespero
de viver.

Hoje
eu quero
a felicidade
perdida
na noite ardente
dos corpos
vibrantes de amor.

Hoje
eu quero
esquecer
dos meus sonhos
a morte
e na esperança
agarrar a VIDA.

4 comentários:

Dina disse...

Gostei.

Repórter disse...

Gostei. Muito bonito.

Anónimo disse...

também gostei. Na linha de outros que já postou. Muito bomito

marta disse...

Gosto. Mas vou mais prás receitas não leve a mal.