9.12.17

O SONHO DO PAI NATAL


O Pai Natal sonhou um sonho lindo, tão lindo que não queria acordar. E não queria acordar porque neste ano os Humanos encheram-se de boa vontade e fizeram um acordo de Paz, que silenciou todas as armas. Em todos os cantos do planeta, mesmo nos lugares mais recônditos da Terra, as armas calaram-se para sempre e os carros de combate e outras máquinas de guerra foram entregues às crianças para neles pintarem flores brancas de paz.
O Pai Natal sonhou um sonho lindo, tão lindo que não queria acordar. E não queria acordar porque nesse sonho não havia fome: em todas as casas havia comida, havia até algumas guloseimas para dar aos mais pequenos. Mesmo as crianças de países outrora pobres tinham agora os olhos brilhantes, brilhantes de felicidade. Todas as crianças tinham acabado de tomar um esplêndido pequeno-almoço e preparavam-se para ir para a escola, onde todos aprendiam a difícil tarefa de crescer e ser Homem ou Mulher.
O Pai Natal sonhou um sonho lindo, tão lindo que não queria acordar. E no seu sonho não havia barracas, com água a escorrer pelas paredes e ratos pelo chão,  nem gente sem tecto, a dormir ao relento. No sonho do Pai Natal, todos tinham uma casa, um aconchego, para se protegerem do frio e da noite.
O Pai Natal sonhou um sonho lindo, tão lindo que não queria acordar. E no seu sonho não havia instituições para acolher crianças maltratadas e abandonadas pelos pais nem pequeninos e pequeninas à espera de um carinho, de um beijo... de AMOR. Todas as crianças tinham uma família: uma mãe ou um pai ou ambos os pais, todas as crianças tinham um colo à sua espera.
O Pai Natal sonhou um sonho lindo, tão lindo que não queria acordar. E no seu sonho não havia palavrões e outras palavras feias, não havia empurrões, má educação e desentendimentos. Toda a gente se cumprimentava com um sorriso nos lábios. Nas estradas, os automobilistas não circulavam com excesso de velocidade, cumpriam as regras de trânsito e não barafustavam uns com os outros.
O Pai Natal sonhou um sonho lindo, tão lindo que não queria acordar. E no seu sonho não havia animais abandonados pelos seus donos, deixados ao frio, à fome e à chuva,  nem animais espetados e mortos nas arenas, com pessoas a aplaudir.
Mas, afinal, quando despertou verdadeiramente, o Pai Natal viu que tudo não tinha passado de um sonho; que pouco do que sonhara acontecia de verdade. Ficou triste, muito triste, e pensou:
« - Afinal, ainda é preciso que, pelo menos uma vez por ano, se celebre o Natal!».
E, nessa noite, o Pai Natal começou os preparativos para dar,  mais uma vez, um pouco de alegria a todas as crianças do Mundo.


J. Letria

15 comentários:

✿ chica disse...

Lindo sonho e seria mesmo bom que não fosse apenas sonho...beijos, lindo fds! chica

Cantinho da Gaiata disse...

Que sonho tão bonito do Pai Natal era bom se assim fosse.
Beijinho grande e bom fim de semana.

Isa Sá disse...

O sonho Faz parte da vida.

Roaquim Rosa disse...

Bom dia
É pena o homem sonhar e depois não se lembrar do sonho.
JAFR

Larissa Santos disse...

Bom dia. Que bonito. Que seria se fosse assim... É como tudo. Adorei

Hoje, um mini conto:- lembranças do meu coração...

Bjos
Um Sábado feliz

António Querido disse...

Ainda há quem acredite no Pai Natal, como ele acreditou no seu sonho lindo, que infelizmente para a humanidade são poucos os que sonham que um dia noutra encarnação esse sonho se torne real!
Vamos sonhando, sem perder a esperança.

O meu abraço

O meu pensamento viaja disse...

Bom dia! Cheio de sonhos!beijinhos

Rosemildo Sales Furtado disse...

...pouco que sonhara acontecia de verdade. Foi por isso que ele não sonhou que no mundo não havia corrupção, principalmente aqui no Brasil. Rsrs.

Abraços,

Furtado

Natália Fera disse...

Foi um sonho lindo.Pena não passar disso mesmo.
E que bom seria que na noite de Natal o Pai Natal conseguisse dar um pouco de alegria a todas as crianças.
Infelizmente sabemos que não será assim .
Beijinhos
Natália Fera

Janita disse...

Os todo-poderosos que dominam o Mundo, é que deveriam ter esse Sonho Lindo...ou ainda melhor, sonhar com o fantasma do Natal Passado, do Presente e do Futuro, como o velho avarento Scrooge, a personagem quase lendária do célebre conto de Charles Dickens. Aí, sim, talvez o Mundo mudasse, para bem de todos e das crianças, especialmente!

Um abraço, bom fim-de-semana.

Edumanes disse...

Só mesmo em sonho. Porque na realidade e infelizmente, as armas não se calaram. E jamais se calarão, enquanto houverem desordeiros ao cimo da terra!

Tenha uma boa noite amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

Os olhares da Gracinha! disse...

Sonhos que se desejam ver realizados!!!bj

lua singular disse...

Oi Elvira
Se todas as mães tivessem esse sonho lindo, abraçaria pelo ao menos uma criança fora das que tinha e dava o presente que pudesse. Ela poderia ver o um sorriso irradiante.
Pena que é só no Natal que as crianças e pessoas comem com dignidade daí essa responsabilidade foge da nossa alçada. Os responsáveis são os donos dos poderes que estão mais preocupado a nos roubar que nem lembram de Natal.
Mas, aqui na Terra, ninguém morre sem o castigo de Deus.
Beijos
Lua Singular

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Um sonho que gostaríamos se tornasse realidade!
Enquanto não vamos continuar a celebrar o Natal não esquecendo os que mais necessitam.
Beijinhos,
Ailime

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Um sonho que gostaríamos se tornasse realidade!
Enquanto não vamos continuar a celebrar o Natal não esquecendo os que mais necessitam.
Beijinhos,
Ailime

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...