8.3.16

8 DE MARÇO 2016 - DIA INTERNACIONAL DA MULHER.

Para todas as MULHERES, amigas ou não, conhecidas ou desconhecidas, neste dia que se convencionou ser da MULHER, (como se não o fossemos todos os dias) e que devia ser jornada de luta, pela igualdade de direitos, pela dignidade, e pelo respeito,  e está convertido quase só, a almoços ou jantares de mulheres,que uma vez por ano se reúnem e festejam a data divertindo-se,  enquanto todos os dias outras mulheres são maltratadas, violadas e violentadas,(algumas até à morte) escondidas e envergonhadas, na prisão em que se tornou o lar com que sonharam.Em pleno séc. XXI a  vida de muitas mulheres, ainda se pode retratar com essas duas imagens.








Sejam felizes, mas não se esqueçam das que o não são


Posto isto, deixo-vos com um trecho de um poema 

de Vinicius,de que muito gosto.






O Desespero da Piedade. 





E no longo capítulo das mulheres, Senhor, tenha piedade das mulheres
Castigai minha alma, mas tende piedade das mulheres
Enlouquecei meu espírito, mas tende piedade das mulheres
Ulcerai minha carne, mas tende piedade das mulheres!

Tende piedade da moça feia que serve na vida
De casa, comida e roupa lavada da moça bonita
Mas tende mais piedade ainda da moça bonita
Que o homem molesta — que o homem não presta, não presta, meu Deus!

Tende piedade das moças pequenas das ruas transversais
Que de apoio na vida só têm Santa Janela da Consolação
E sonham exaltadas nos quartos humildes
Os olhos perdidos e o seio na mão.

Tende piedade da mulher no primeiro coito
Onde se cria a primeira alegria da Criação
E onde se consuma a tragédia dos anjos
E onde a morte encontra a vida em desintegração.

Tende piedade da mulher no instante do parto
Onde ela é como a água explodindo em convulsão
Onde ela é como a terra vomitando cólera
Onde ela é como a lua parindo desilusão.

Tende piedade das mulheres chamadas desquitadas
Porque nelas se refaz misteriosamente a virgindade
Mas tende piedade também das mulheres casadas
Que se sacrificam e se simplificam a troco de nada.

Tende piedade, Senhor, das mulheres chamadas vagabundas
Que são desgraçadas e são exploradas e são infecundas
Mas que vendem barato muito instante de esquecimento
E em paga o homem mata com a navalha, com o fogo, com o veneno.

Tende piedade, Senhor, das primeiras namoradas
De corpo hermético e coração patético
Que saem à rua felizes mas que sempre entram desgraçadas
Que se crêem vestidas mas que em verdade vivem nuas.

Tende piedade, Senhor, de todas as mulheres
Que ninguém mais merece tanto amor e amizade
Que ninguém mais deseja tanto poesia e sinceridade
Que ninguém mais precisa tanto alegria e serenidade.

Tende infinita piedade delas, Senhor, que são puras
Que são crianças e são trágicas e são belas
Que caminham ao sopro dos ventos e que pecam
E que têm a única emoção da vida nelas.

Tende piedade delas, Senhor, que uma me disse
Ter piedade de si mesma e da sua louca mocidade
E outra, à simples emoção do amor piedoso
Delirava e se desfazia em gozos de amor de carne.

Tende piedade delas, Senhor, que dentro delas
A vida fere mais fundo e mais fecundo
E o sexo está nelas, e o mundo está nelas
E a loucura reside nesse mundo.

Tende piedade, Senhor, das santas mulheres
Dos meninos velhos, dos homens humilhados — sede enfim
Piedoso com todos, que tudo merece piedade
E se piedade vos sobrar, Senhor, tende piedade de mim!


Vinicius de Moraes

28 comentários:

Elisa Bernardo disse...

Texto intenso e poema profundo! Gostei imenso de ler sobre a sua abordagem a este dia...nosso dia!
Um beijinho
elisaumarapariganormal.blogspot.pt

Lu Nogfer disse...

Belo post amiga! Como alguem já disse, as mulheres são as flores do mundo.
Feliz dia a você, a todas nós!

Beijos

Portuguesinha disse...

Fiz um grande "testamento" que me ocupou umas 4h para dizer o mesmo, quando pretendia ser tão sintética e directa quanto a Elvira. É verdade: não podemos esquecer quem não é. E quem sendo ou devendo, acaba por não ser.

Feliz dia da mulher!

Majo disse...

~~~
Grande ladainha
inspirada pelo eterno pileque de Vinicius!!

O mundo ainda está muito torto, Elvira...
A humanidade evolui a passo de caracol.

~~~ Grande abraço. ~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

✿ chica disse...

Elvira, que linda homenagem , tuas palavras e a poesia bem escolhida! Feliz nosso dia! bjs, chica

LopesCa Blog disse...

Obrigada Linda homenagem Feliz dia da Mulher :)

Blog LopesCa/Facebook 

Tintinaine disse...

Bem merece piedade o pobre do Vinícius, depois de escrever um poema destes com o qual não concordo nem um bocadinho. Se o mundo fosse assim como ele o pinta, eu atirava-me ao rio com uma pedra atada ao pescoço!

Isa Sá disse...

Que todos os dias sejam dia da mulher...

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Bell disse...

Um feliz dia pra vc =)

Anete disse...

Bonita homenagem, Elvira! O meu abração!!
C carinho

Janita disse...

Subscrevo integralmente, o seu belo texto, Elvira!!

A ideia da Rosa, bela e perfumada, que posta em mãos desalmadas se desfolha e fenece, é uma pungente metáfora da vida de muitas Mulheres.

Um abraço, com apreço, hoje e sempre!

Janita

Janita disse...

PS-Já o poema de Vinícius, prefiro nem comentar, Elvira!
:(

Edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edumanes disse...

Eu não entro em polémicas...
o que eu sei é dizer verdades
as mulheres são sempre belas
desejo muitas felicidades
hoje e sempre para todas elas!

Para a amiga Elvira, um abraço especial,
hoje dia 8 de Março, DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Eduardo.

Odete Ferreira disse...

Ainda correrá muita água debaixo das pontes para que a dignificação da MULHER em todas as vertentes seja uma realidade. Por isso se luta...
Excelente postagem, amiga Elvira.
Bjo

Ana S. disse...

Não gosto de dias comemorativos mas o dia da mulher serve para relembrar que ainda hoje há muitas desigualdades entre os sexos!
dia feliz Elvira!

lis disse...

Oi Elvira
O dia já vai findando por aqui e amanhá será outro dia em que as mulheres merecem todo respeito e carinho .Portanto, temos todos os dias para sermos homenageadas!! rs
Parabéns _ também gosto desse soneto do Vinícius de Moraes_ um apaixonado pelas mulheres.
abraços, Elvira

Graça Sampaio disse...

Muito bonito, Elvira!
O dia da mulher para mim só vale se recordarmos as mulheres que, no século passado, lutaram pelos seus/nossos direitos.

Beijinho.

Renata Maria disse...

Feliz dia, MULHERÃO, o que tu és, completa.
Ótimo texto e lindo poema.
Beijo*

Às Bolinhas Amarelas disse...

Este poema é ainda tão atual, é tão cheio de verdade, em algumas linhas revi-me, noutras revi outras mulheres da minha vida. Obrigada pela partilha, que continue a ser uma grande mulher consciente e, sobretudo, feliz!

beijinho grande
www.blogasbolinhasamarelas.blogspot.pt

Nal Pontes disse...

Lindo o seu cantinho e linda homenagem, parabéns pelo seu dia também. Bjs

Pedro Coimbra disse...

O dia de aniversário da minha mulher.
E foi um dia bestial.

esteban lob disse...

Vinicius no lo pudo haber dicho mejor.Un abrazo para ti con mucho cariño, Elvira, y para todas tus lectoras.

Mariangela do lago vieira disse...

Que poema lindo!
Mas apesar de chegar aqui só agora, desejo a você amiga, dias infinitamente felizes, reconhecidos e respeitados!
É o que você merece!
Um grande abraço!
Mariangela

Laura Santos disse...

Um belo poema de Vinicius em jeito de oração.
Um belo post de homenagem à Mulher.
xx

Maria Rodrigues disse...

Bela e sentida homenagem.
Beijinhos
Maria

Berço do Mundo disse...

O seu post recordou-me a notícia recente acerca dos abusos e violações que os soldados da ONU, os chamados capacetes azúis, continuam a perpetuar junto de crianças e mulheres de países já arrasados com a fome e a guerra.
Não podemos esquecer a fragilidade do sexo feminino em tantas partes do mundo.
Beijinho, cara Elvira, muito obrigada pela sua linda mensagem de aniversário.
Ruthia d'O Berço do Mundo

Dorli Ramos disse...

Oi Elvira,
Adorei a poesia.
A mulher não sabe a força que tem. Desde pequenina aprendi a me defender. Pedi ao meu pai que me fizesse uma barra: fazia loucuras nele. Fui aprender a nadar nos açudes(uma bela turminha).
Cresci me casei, fui pra cidade grande e fiz 4 anos de karatê.
A defesa maior quando dei um belo soco na cara de um homem nojento, como era perto do Natal os presentes caíram no chão. Dirigia sempre na Anhanguera para ver meus pais, meu marido ficou doente e dormia do outro lado e o garoto dormia atrás.
A mulher tem que ser corajosa, a força física nada vale, mas a que você aprende karatê é diferente.
Beijos
Minicontista2