9.10.15

SINCERAMENTE


Pendem-me a cabeça, sonhos que ruíram.
A realidade do sonho  existe?

Ardem-me os olhos, de te chorar mundo.
Tenho a boca seca do pó da miséria.

Estremece-me o peito, de angústias cansado;
tenho as mãos em sangue de cavar a dor.

Começo a apedrejar a verdade
que trazia clandestina
em qualquer recanto da minha ilusão.

Sinceramente não gosto desta Verdade!...







24 comentários:

AC disse...

Há verdades avassaladoras...
Gostei muito, Elvira. Parabéns!

Um beijinho :)

Dorli Ramos disse...

Oi Elvira;
Às vezes é melhor a morte rápida do que avassala uma vida inteira de trabalhos e o nosso descanso chama "nada"
Beijos no coração
minicontista

✿ chica disse...

Por vezes a verdade dói! Linda poesia!


Acabam de entrar teus céus por lá! Obrigadão! bjs, chica

Mariangela do Lago Vieira disse...

É uma triste verdade que temos que abraçar, mesmo muito enfraquecidos;
sem deixar de enxergar que um dia descansaremos em paz, da missão que
nos foi designada!
Linda palavras reflexiva Elvira.
Abraços, com carinho!
Mariangela

Andre Mansim disse...

Eita Elvira!
Que lindo poema.
Parece um grito, um desabafo contido.
Muito bom mesmo.

Tenha um lindo final de semana, minha amiga!

Ane disse...

Oi Elvira! A verdade por vezes dói na gente,mas é melhor do que se enganar com ilusões...Um abraço!

Graça Sampaio disse...

E quem pode gostar de uma «Verdade» assim?

Andamos todos com os nervos à flor da pele!

Beijinhos e alguma serenidade, minha querida!

ONG ALERTA disse...

Nem sempre a verdade é sincera....
Bjbjbj Lisette.

Janita disse...

Sinceramente, gostei muito desta sua "verdade" em jeito de prosa poética!

Coração ao alto e para a frente, de cabeça erguida, minha cara amiga!

Abraço e bom domingo.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Poeta
Junta-te aos que não gostam dessa verdade
Eles são hábeis reconstrutores de sonhos

Majo disse...

~~~
~ Uma Verdade incrível que nos magoa...

~ Porém, urge não perder a esperança...

~~ Um poema pungente, muito belo. ~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~~~ Gtande abraço, Elvira. ~~~
~ ~ ~ ~

Ana S. disse...

Olá Elvira.
A verdade dói, é cruel mas é sempre melhor que a mentira. Contudo, às vezes faz bem viver no mundo da imaginação porque essa realidade torna-se insuportável.
Boa semana!
Abraço.

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Lindo querida Elvira!
É verdade, tem hora que a verdade dói tanto, que talvez fosse melhor nem saber, mas tenho comigo, mesmo que doa, quero sempre saber a verdade.
Um abraço cara amiga e feliz domingo.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Eu penso compreender o seu estado de espírito que levou
a escrever este poema. Eu subscrevo-o.
Bjs.
Irene Alves

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
A VERDADE, PODE SER SOFRIDA, MAS SEMPRE É MELHOR QUE UMA MENTIRA, EMBORA, MUITAS VEZES, GOSTARÍAMOS DE NÃO TER DE OUVI-LAS DE TANTO QUE DOEM.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Pedro Coimbra disse...

Mas eu gosto muito do seu poema.
Maravilha!!
Boa semana

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um desabafo um grito em tudo igual ao meu.
Um abraço e boa semana.

São disse...

Está complicado chegar aqui aos comentários...

A verdade dói, mas eu prefiro-a à mentira.

Beijinhos, amiga, boa semana

Rosemildo Sales Furtado disse...

Por mais que doa, a verdade é necessária porque cedo ou tarde, ela aparecerá.

Obrigado pele visita e amável comentário deixado no nosso Arte & Emoções.

Abraços,

Furtado.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Há realidades que podemos mudar... outras que não! Às primeiras, requere-se força e coragem, persistência! às que não podemos mudar, aceitação...

Beijo amigo

Edumanes disse...

Sinceramente, sei o que dizer,
sou contra a toda a exploração
porque faz quem trabalha sofrer
nem sempre para comer tem pão!

Porque a exploração,
imposta contra o povo
em vigor nesta Nação
vinda do Estado Novo!

Tenha uma boa tarde amiga Elvira, um abraço,
Eduardo.

aluap Al disse...

Também gostava de ser capaz de desabafar aquilo que sinto em verso, mas não consigo.

Um abraço amigo para si.

LopesCa Blog disse...

Deixo beijinhos e força ;)

manuela barroso disse...

Há verdades que doem. E as verdades de hoje parecem ser mais cruéis por se inserirem num mundo tantas vezes falso!
Linda poesia, Elvira, parabéns
Bji