Seguidores

28.11.21

DOMINGO COM HUMOR


 

Após campanha no interior profundo do país, o Primeiro Ministro regressa à capital, a meio da noite. A dada altura, o motorista não consegue evitar e atropela um porco. A viatura para e o Primeiro Ministro manda o homem à quinta que se encontrava ali perto para saber se o porco pertencia à quinta, informar do sucedido e perguntar se havia alguma coisa que se pudesse fazer para compensar o dono. Meio a medo, o homem lá vai.

Passada mais de uma hora, o motorista regressa, com o nó da gravata desfeito, camisa por fora com uns botões desapertados, charuto no canto da boca, garrafa na mão, marcas de batom na face e ar nitidamente relaxado. Diz o Ministro:
- Então?! Tanto tempo?! Que se passou?

O motorista:
- Olhe, foi fantástico! O dono convidou-me logo para entrar. Estavam prestes a jantar, de modo que a senhora me serviu e eu lá jantei. No fim a filha deles arrastou-me para o quarto dela e fizemos amor. Quando saí do quarto os pais dela estavam à espera. A senhora ofereceu-me esta garrafa e o homem meteu-me este charuto na boca. Foi fabuloso!

O Primeiro-ministro ainda boquiaberto pergunta:
- Ui… Olha lá, o que é que tu lhes disseste, para eles fazerem isso?

E respondeu o motorista:
- Eu só disse o que me mandou dizer! Cheguei lá e disse: Eu sou o motorista do Primeiro Ministro e acabo de matar o porco…






Joãozinho está à luta na rua com um menino que deveria ter metade da sua idade. Um homem que passava por eles aproxima-se e separa-os.
- Não tens vergonha? – Diz ele dirigindo-se ao Joãozinho.
- Bater num menino bem menor do que tu? Seu covarde!!

E o Joãozinho respondeu:
- O senhor queria o quê? Que ficasse à espera que ele crescesse?



Na aula de biologia, o professor pergunta:
- Joãozinho, quantos testículos nós temos?

Responde o Joãozinho sem pestanejar:
- Quatro Sr. Professor.

Espantado o professor:
- Quatro? Você está doido?

E explicou o menino:
- Bem… Pelo menos os meus dois eu garanto!

11 comentários:

Janita disse...

Desta vez quem me fez rir nem foi o Joãozinho.
Pode parecer uma anedota parva mas eu acho-a brilhante.
Foi a da esposa que vai pra casa da mãe para não ohar mais para a cara do homem...e os putos são a caea dele, até o mais pequenino já tem barba como o pai...eheheheheh
Fartei-me de rir. :))

Boa noite Elvira.
Um abraço.

chica disse...

Elvira, que boa seleção! Adorei e vamor rir que faz bem! bjs, te cuida! chica

Fatyly disse...

Uma boa seleção e fartei-me de rir:)))
Beijos e um bom domingo

Tintinaine disse...

Essa da matança do porco veio mesmo na hora certa. Por razões óbvias e mais aquelas que nos passam pela cabeça, de vez em quando!
Bom domingo!!!

ematejoca disse...

A publicidade Heineken tem piada.
Embora eu prefira as cervejas alemãs — a cerveja holandesa Heineken também não é para desprezar.

Mergulhe na magia do Advento, Elvira 🕯

São disse...

rrsss rssssss


Abraço, bom domingo e óptima semana

Isa Sá disse...

A acabar o domingo com boa disposição!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Magníficas as anedotas.
É bom rir antes de adormecer.
Beijinhos e saúde.
Boas melhoras.
Ailime

silvioafonso disse...

Ah, que delícia voltar a ler
tua página, minha amiga.
Um beijo, parabéns e muita
saúde para você.

lua singular disse...

Oi Elvira,

Só você pra me fazer rir hoje.
Não estou bem, tá difícil continuar com o blog
Gostei da sua postagem, a qual me deixou alegre.
Beijos no coração
Lua Singular

Tais Luso de Carvalho disse...

A dos filhos com a cara do pai e a do Joãozinho que se garante...rssss, estão demais!!
Uma feliz semana, Elvira, venho ler os contos de Natal!
Beijinhos