29.8.16

DESTINO DE FÉRIAS - SINTRA


Diz-nos a História que na Serra de Sintra se encontram vestígios de todas as épocas desde o neolítico até à actualidade. 

A história de Sintra é tão grande e variada, que não caberia neste espaço, pelo que vos remeto para este site e assim quem estiver interessado, poderá conhecê-la a fundo.




Depois da conquista de Lisboa em 1147 por D. Afonso Henriques, Sintra é definitivamente integrada no espaço cristão. Logo após a tomada do Castelo, D. Afonso Henriques funda a igreja de São Pedro de Canaferrim, outorgando Carta de Foral à Vila de Sintra em 1154. 

Nos séculos  XI e XII estabeleceram-se na zona vários conventos e ordens militares, que possuíam casas e vinhas e que fizeram prosperar a vila.Porém no século XIV, a epidemia de peste negra, chegou a Sintra, onde se propagou rapidamente devido ao clima frio e húmido da Vila, tendo dizimado uma boa parte da população. 





Conheceu um período de menos brilho, durante o domínio espanhol, quando os duques de Bragança se transferem para Vila Viçosa. Mais tarde o terramoto de 1755 causou em Sintra, como aliás em quase todo o país, avultados prejuízos e grande número de vítimas. Mas esta não foi a única tragédia que assolou Sintra. O grande ciclone de Fevereiro de 1941, provocou em Sintra uma enorme destruição. Seis anos depois, cai na serra, o bimotor Dakota, proveniente de França, em que morrem carbonizadas 16 pessoas. 
Mais recente ainda, muitos de nós lembramos o grande incêndio de Setembro de 1966, que incontrolável durante seis dias destruiu quase a totalidade da Serra. Nele morreram carbonizados, 25 militares que operavam no combate e que sem preparação conveniente, se deixaram cercar pelas chamas.
Em Sintra viveram grandes escritores nacionais e estrangeiros, como Eça de Queiroz, Ramalho Ortigão, Ferreira de Castro, o poeta inglês Robert Southey, Lord Byron, que a imortalizou num dos seus poemas como "Cintra's glorious Eden" entre muitos outros, que a glorificaram e lhe deram fama de "A capital do Romantismo"


Para se encantar em Sintra, não pode deixar de visitar,  o Palácio Nacional de Sintra, também chamado Palácio da Vila, o Palácio da Pena, e o Castelo dos Mouros.



 Ainda o palácio da Regaleira, na quinta do mesmo nome, mandado construir por Monteiro de Carvalho o "Monteiro dos Milhões", em cujo espaço se encontram verdadeiras maravilhas arquitectónicas e botanicas,
o Palácio de Seteais, e o Palácio de Monserrate, o Convento dos Capuchos, a fonte da Pipa, com seus painéis de Azulejos.  As várias igrejas e capelas das quais destaco a de S. Pedro,cuja construção remonta ao século XVI.
O Museu de História Natural,


 o Museu do Ar, e a casa-museu Leal da Câmara, o Centro de Ciência Viva, o Museu das Artes de Sintra, o Museu Ferreira de Castro,


 e o recentemente inaugurado News Museu, dedicado à Comunicação Social, que ocupa as instalações do antigo Museu do Brinquedo, são outros espaços a não perder.
Bom, e praias?- Pergunta-me, quem não as dispensa.no Verão. Pois ali bem perto integrado no Parque Natural de Sintra-Cascais, existem várias e boas praias, como a das Maçãs (que deve o seu nome às maçãs que o rio que ali desagua, trazia, nos tempos em que Sintra era rodeada de extensos pomares de macieiras) Praia Grande, muito procurada pelos amantes de surf, praia da Ursa,a mais ocidental de Portugal, entre outras bem conhecidas como S. Julião, Magoito e Adraga.



                                Praia das Maçãs


                                 Praia Grande

                                       Praia da Ursa

Na Gastronomia, Sintra apresenta vários pratos deliciosos, entre os quais destaco a Vitela à Sintrense, o Leitão de Negrais, as Migas à Pescador e  Açorda de Bacalhau, e os Mexilhões de cebolada.
Na doçaria, destacam-se os famosos Travesseiros, e as Queijadas de Sintra, entre muitos outros igualmente deliciosos.






E então, vamos de férias para Sintra?


Fontes 
Cm de Sintra, Wikipédia, e apontamentos das minhas visitas.
As fotos que não estão assinadas são do Google

20 comentários:

Rui Espírito Santo disse...

Um belíssimo e muito completo post sobre Sintra que eu adoro, Elvira !
... e é verdade ! Férias acabadas e a pedirem outro tipo delas ! rsrsrs
O melhor é ir "entrando lentamente para vencer a inércia ! :)
... e com tanto para ler neste e em tantos outros blogs amigos, não vai ser tarefa fácil ! rsrs

Beijinhos ! :)) ... e vou voltando aos poucos !

✿ chica disse...

Não canso de ver aqui ou em blogs amigos sobre Portugal e agora, Sintra! Lindo demais! bjs, chica

lua singular disse...

Oi Elvira,
Eu só fui a Paris a estudo, quase morri de medo( viagem longa).
Fui de Ribeirão Preto até o Rio de janeiro com meu marido.
Não gosto não, quero morrer no chão.kkk
Beijos
Lua Singular

Tintinaine disse...

Não há tempo que chegue para ver e conhecer Sintra em pormenor. Eu já lá estive várias vezes, mas além do Palácio da Pena e do Castelo dos Mouros, pouco mais visitei. E agora que as pernas já não me querem levar a lado nenhum, duvido que lá volte.

Zé Povinho disse...

Onde moro e que conheço perfeitamente, e de onde saio para férias no interior...
Abraço do Zé

Anete disse...

Linda, linda Sintra! Gostei muito de conhecer quando estive em Portugal!...
Abraço grande

A Nossa Travessa disse...

Elviramiga

Excelente viagem e magnífica reportagem fotográfica. Muitos parabéns!



Penso que já sabes a desgraça por que tenho passado neste ano bissexto de 2016. SÃO UMAS ATRÁS DAS OUTRAS! Porra! Na NOSSA TRAVESSA podes ler a maldita estória.
Estou muito descoroçoado. Penso até pedir um empréstimo ao banco com quem trabalho para pagar as nossas viagens aos Emirados. Veremos.
Entretanto chegaram as últimas e malfadadas notícias de lá
Entretanto venho infelizmente, dar-te as últimas notícias do EAU

(Agora (23:17 de 27 deste mês de Agosto chega-me a informação de que o meu irmão já está hospitalizado e já tem metástases no fígado e nos rins. Imagino-o na cama do hospital a pensar como a vida é filha da puta. Já terá dito que nunca mais nos vê, a nós e aos sobrinhos e aos sobrinhos-netos...)

Não sei bem o que farei, mas talvez peça um empréstimo ao Banco para ir lá...

A estória completa do que tem sido o nosso ano bissexto de 2016 está publicada na NOSSA TRAVESSA. Desculpa-me a chatice

Qjs do Leãozão

Os olhares da Gracinha! disse...

Elvira...eu gostava de regressar mas tudo vai depender da fragilidade da saúde do meu pai!
Gosto dos olhares...bj

Majo Dutra disse...

Um destino de príncipes...
Prefiro-a quando está menos calor...
Ótima semana, Elvira.
~~~~~~~~~~~~~~

Graça Sampaio disse...

A minha terra do coração!! Conheço todos esses lugares e muitos mais E cada queijada. E os travesseiros e a Piriquita e a casa onde vivi 16 belos anos da minha vida. E as saudades que dela guardo. Os amores e os desamores, a minha adolescência, os amigos do colégio, o meu pai que lá ficou sepultado. O parque 25 de Abril (antigo parque Salazar) ... tudo, tudo muito lindo. Um fascínio. Um conto de fadas, Elvira.

Que bela escolha! Beijinhos sintrenses.

Silenciosamente ouvindo... disse...

A amiga elabora uns posts sobre localidades mas com imensa
informação. É de agradecer o seu empenho em partilhar
connosco todos esses dados.
Que dizer de Sintra? Adoro! Adoro! Adoro!
E vou lá com frequência. Gosto de passear, de visitar,
de andar pelas ruas à noite.
Eu gosto de tudo em Sintra.
Bjs.
Irene Alves

Gaja Maria disse...

Fantástico! E eu que apenas conheço a Praia das Maçãs....

Elisa Bernardo disse...

Nunca fui a Sintra. Tenho tanto a visitar ainda....
Beijinho

Pedro Coimbra disse...

Recebi há bocadinho um mail com as estátuas vivas de Sintra.
Vale a pena procurá-las pelo que me foi dado ver.

Ana Freire disse...

E eu... estou nos arredores... aqui na Ericeira...
O concelho de Sintra é lindíssimo, com o tanto que se nos oferece apreciar, em várias vertentes!
Como sempre um post fantástico, Elvira! E com um magnífico suporte informativo... que me deu a conhecer alguns factos, que desconhecia...
Beijinhos! Boa semana!
Ana

paideleo disse...

Hai anos pasei por Sintra e quedei ademirado: semellaba un lugar de conto.
Hoxe aprendín máis cousas dela.

Zé Povinho disse...

Sintra, glorioso Éden...
Abraço do Zé

Duarte disse...

Para mim uma das cidades mais lindas do nosso Portugal.
Estive lá com a minha gente como bem sabes. Passamos lá o dia e vimos tudo, e, como é obvio, acabamos na Piriquita. O que nunca perdou-o sempre que vou lá, para as queijadas e os travesseiros. Mas há novidades!
Beijinhos, querida amiga

© Piedade Araújo Sol disse...

eu gosto muito de Sintra e tem muito local para fotografar.
beijinhos
:)

Monica Almeida disse...

Já visitei Sintra algumas vezes mas já não me consigo lembrar a ultima vez que lá fui,pois era ainda muito nova,hoje com trinta anos,cada vez a vida está mais em crise e cada vez há menos dinheiro para grandes viagens!!