31.8.16

DESTINO DE FÉRIAS - ALCÁCER DO SAL


Alcácer do Sal, faz parte das cidades mais antigas da Europa. Provas arqueológicas afirmam-no. Era um porto importante no tempo dos fenícios, que aqui comercializavam e exportavam principalmente o sal, peixe salgado e cavalos. Para isso contribuiu o facto de nessa época o rio ser navegável até aqui. A cidade reflecte-se no rio, como se estivesse sempre a mirar-se nele. Lá em cima, o Castelo, que inicialmente o foi, ( hoje só conserva as muralhas e as torres,) depois foi um convento, e agora é a Pousada  D. Afonso II, sob a qual jaz a história da cidade através dos séculos. Querem ver?









Peças da idade do Bronze e moedas de várias épocas


A pousada oferece 35 quartos, tantos como teria o extinto convento, tendo sido reconstruída respeitando a antiga traça conventual, com os seus claustros e capela. Mas para além disso, a cave da pousada possui um verdadeiro tesouro histórico, como mostram as fotos anteriores
                                    O exterior da pousada,


De diferentes pontos do Castelo, o olhar encanta-se na paisagem, ora citadina, ora campestre, com os enormes campos de arroz (quando lá estive, ainda andavam a preparar os campos.)
Dentro das muralhas a Igreja de Santa Maria do Castelo, da qual mostrei acima o portal lateral de arco perfeito. Aqui na 1ª foto, temos o altar principal. Foi a primeira vez que vi numa igreja o altar principal sem sacrário. Lindo este púlpito.
Em cima, a capela do sacrário e em baixo a capela lateral que se adivinha na foto anterior por trás do púlpito.

Mas a cidade não oferece apenas o Castelo. Passeando pelas suas ruas encontramos outros motivos de interesse, como a Igreja de Santo António, a Igreja de Santiago, a Ermida do Senhor dos Mártires, ou o Museu de Arqueologia. No outro lado do rio, existe um belo parque para passear, do qual destaco um passeio de calçada portuguesa, com desenho das antigas embarcações do rio.



  Em Alcácer, não existem praias, mas a poucos kms temos as da Comporta, da Torre, do Carvalhal, da Raposa ou da Galé.

A esta hora, já devem estar cheios de fome. Vamos ver do que se compõe a gastronomia por aqui? Então temos como pratos típicos da região, ensopado de enguias, migas de pão, ou de batata, borrego assado no forno, coelho frito à S. Cristóvão, sopa e massa de peixe, arroz de choco e açorda.
Na doçaria as pinhoadas são rainhas, mas os rebuçados de ovos, a tarte de pinhão, as queijadas de requeijão, e o bolo real são também muito apreciados.
E depois, Alcácer do Sal, pertence às terras do Sado, de onde provêm vinhos de excelência.

E então? Vamos a Alcácer do Sal?




Com Agosto a terminar, termino termino hoje esta série de Destinos de Férias. Espero que tenham gostado



22 comentários:

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma zona linda!
Quem sabe um dia regresso!
Bj e gostei da partilha

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma zona linda!
Quem sabe um dia regresso!
Bj e gostei da partilha

Isa Sá disse...

Já viajei um pouquinho por aqui!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

Tintinaine disse...

Ora aí está uma terra portuguesa que não conheço. Talvez tenha sido a autoestrada ou a falta de motivação para lá ir, mas a verdade é que lhe passo sempre ao lado. Ainda no princípio deste mês lá passei, a caminho de Setúbal, mas a pressa de chegar era tanta que não houve tempo para fazer desvios.
Talvez haja uma nova oportunidade.

Olinda Melo disse...

Bom dia, Elvira

Muito obrigada por estas dicas sobre esses lugares maravilhosos.
Destinos de férias, destinos nossos, tão lindos que não precisamos procurar
em mais lado nenhum.

Bj

Olinda

António Querido disse...

Aqui está mais uma cidade do nosso jardim, rica em história! A minha história ligada a Alcácer do Sal, é que foi à cidade onde vim saciar a larica, às duas da manhã numa padaria, depois de calcarrinhar montes e vales na minha prova de sobrevivência, a partir daí vim enfiado dentro da gorita do guarda-freio do comboio até ao Barreiro e foi assim que do lado de Palhais entrei na cerca que rodeava a Escola, obtendo uma nota que serviu para a minha promoção a marinheiro, os meus agradecimentos aos proprietários da padaria, que foram uma simpatia comigo, visto que nem carteira, nem uma moeda estávamos autorizados a levar!
Mas posso levar o meu abraço até ao Barreiro.

Rui Espírito Santo disse...

Estranha e incompreensivelmente, já passei dezenas e dezenas de vezes por Alcácer e nunca parei para visitar ! :(((
Sempre vista da estrada ! :( ... que estupidez ! :(

...E lá está na foto de capa, aquilo de que falámos, Elvira ! rsrsrs

Beijinhos !

Anete disse...

Tanta coisa bonita! Um lugar bom p se conhecer e fotografar...
Gostei de ver um bom bocado das suas férias...
Muita paz e o meu abraço...

Mariangela do lago vieira disse...

Maravilhosos registros desta ótima férias, Elvira.
Gostei de ver.
Abraços,
Mariangela

Duarte disse...

Há muito que lá não vou, mas regressarei. Vens connosco?
Deixaste boa impressão na minha gente.
Um grande abraço, querida amiga.

Edumanes disse...

Vindo do Alentejo,
hoje, já lá passei
depois de passar o Rio Tejo
para trás mais uma vez olhei...

Tenha uma boa noite amiga Elvira,
e continuação de boas férias!

Um abraço.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Esta tua série
não podia ter melhor final

Expressiva apresentação
de Alcácer do Sal

Pedro Coimbra disse...

Gostei da visita virtual.
Até porque não me lembro de lá ter ido.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Que coincidência hoje também postei sobre Alcácer do Sal.
Um abraço.
Andarilhar

As Mulheres 4estacoes disse...

Gostaria de ter oportunidade de conhecer Portugal, por isso gosto de postagens onde eu tenha oportunidade de viajar através das imagens e descrição de lugares como esse.
Um abraço,
Sônia

© Piedade Araújo Sol disse...

Elvira
muito interessante.
eu confesso que não conheço esta zona.
beijinhos
:)

Fê blue bird disse...

Amiga Elvira,
Quando vivia em Sines ia muitas vezes a Alcácer do Sal, terra onde se come muito bem e se fica com saudades de voltar.
Depois vim para Almada e como viajo pela auto-estrada nunca mais lá voltei, mas gostei de relembrá-la aqui.

Um beijinho grato e feliz por estar de novo aqui

Ailime disse...

Boa noite Elvira,
Lindíssimo esse destino de férias.
Conheço, mas muito mal. De passagem muitas vezes e apenas uma vez almocei junto ao rio.
Oferece-nos uma paisagem magnífica a partir da ponte e tanto que há para ver!
Obrigada por partilhar tão belas fotos.
Beijinhos,
Ailime

Odete Ferreira disse...

Quando passava férias na zona de Azeitão, aos domingos fazia incursões por estes lados.
Rica postagem.
Bjo, Elvira :)
(Li os outros destinos e deixo-te os parabéns pelo excelente trabalho; alguns locais conheço muito bem (Sintra e todas as suas delícias, Setúbal e os seus cheiros e sabores - ai o peixinho - o Gerês, sempre com um recanto a re(descobrir), Lagos - que saudades); outros, quase só de passagem (Ericeira, Nazaré, Peniche); de outros ficou o apetite (S. Pedro do Sul - onde a minha mãe já fez termas).

Ana Freire disse...

Magnifico post, Elvira!!!
Super completo!!! Por coincidência, tinha acabado de apreciar um post do Francisco, também sobre Alcácer...
Estão ambos de parabéns, por tão bem me terem dado a conhecer uma terra que ainda não conheço...
Beijos e abraços! Bom fim de semana!
Ana

Elisa Bernardo disse...

Mais um excelente destino que escolheu Elvira.
Um grande beijinho e resto de bom Domingo.
elisaumarapariganormal.blogspot.pt

paideleo disse...

Canto nos queda por visitar...

Haberá que o facer aos pouquiños.