28.9.11

ISABEL - PARTE XXII



foto Daqui

Continua amanhã à mesma hora.

9 comentários:

Amandio disse...

Coitado do Miguel, mas a vida é assim!
Gostei do seu blog passarei a visitar-lhe mais vezes!

Sou do Clube dos Novos Autores e venho aqui convidar-lhe a participar dos sorteios.
Quanto mais comentar mais chances tem!
PROMOÇÃO DE OUTUBRO
SIGA, COMENTE E GANHE 1 KIT COM 3 LIVROS!!!
http://clubnovosautores.blogspot.com
Amandio Sales

Maria disse...

Já percebi a mudança do nome.
Às vezes os pais (mães) nem imaginam o mal (trauma) que fazem aos filhos. Sempre pensando que é o melhor, é evidente.
Vamos ver amanhã como é.

Um abraço.

BlueShell disse...

Aha...gostei de "conhecer" o Miguel.
Rima com Isabel...ehhehehhe...

Amiga, por qui..estamos a "dar tempo" como disse o cirurgião. Depois é que decide se vai operar o meu marido novamente, ou não.

Bj
BShell (Isabel)

Luís Coelho disse...

E assim nascem grandes histórias que logo temos a tentação de enquadrar em algum dos muitos casos reais que conhecemos.

Imaginação prodigiosa.

Isamar disse...

Agora percebi a opinião do Miguel sobre as mulheres embora defenda que por uma não se pode avaliar a totalidade. Uma frustração que ficou para a vida!Ficámos a conhecer melhor o Miguel de quem conhecíamos bem os seus olhos cinzentos e o seu espírito errante. Tudo vai mudar agora com casa nova. Uma companheira irá , com certeza, dar outro tom aos seus dias e à sua casa.

Beijinhos

Bem-hajas!

esteban lob disse...

Debieras escribir un libro, Elvira.

São disse...

Acontece...

Até amanhã

lis disse...

Oi Elvira
concordo com o seu amigo esteban lob - voce deveria pensar em editar seu conto num livro bem bonito ! vá encadernando tá?
Infelismente quando temos decepções a melhor forma de tentar nos livrar é generalizando como se tudo fosse ser igual ... e assim o Miguel jura nao confiar em mulher alguma .
... até que lhe apareça outra rsrs
um grande abraço Elvira

* voce tem conseguido acessar o blog do Rui,o Olhar Douro?
pra mim está dificil e não sei mais como ajudá-lo.

Ana Martins disse...

Estes desgostos de amor, marcam profundamente!

Beijinho,
Ana Martins