18.6.10

MORREU JOSÉ SARAMAGO



Poema à boca fechada


Não direi:
Que o silêncio me sufoca e amordaça.
Calado estou, calado ficarei,
Pois que a língua que falo é de outra raça.

Palavras consumidas se acumulam,
Se represam, cisterna de águas mortas,
Ácidas mágoas em limos transformadas,
Vaza de fundo em que há raízes tortas.

Não direi:
Que nem sequer o esforço de as dizer merecem,
Palavras que não digam quanto sei
Neste retiro em que me não conhecem.

Nem só lodos se arrastam, nem só lamas,
Nem só animais bóiam, mortos, medos,
Túrgidos frutos em cachos se entrelaçam
No negro poço de onde sobem dedos.

Só direi,
Crispadamente recolhido e mudo,
Que quem se cala quando me calei
Não poderá morrer sem dizer tudo.

José Saramago ( do livro Os poemas possíveis)

Não vou falar de Saramago. Outros o farão melhor que eu. Deixo esta singela homenagem no dia em que nos deixou para essa inevitável viagem que todos faremos um dia.
E fico com a certeza de que o mundo, ficou hoje mais pobre.

19 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

É bem verdade. Ficámos mais pobres com a perda deste Homem de uma Humanidade imensa, escritor original, único, coberto com o manto do génio e do talento.
Tive o privilégio de o conhecer pessoalmente.
Um abraço

Tite disse...

Não querida, agora ele apenas navega rumo à...
ETERNIDADE!

Beijosssss

Maria disse...

Ele apenas se eternizou, Elvira!

Um abraço.

direitinho disse...

Gostei muito deste poema.

Manuel disse...

Sensível selecção...


Manuel Taveira

Ana Martins disse...

Boa noite Elvira,
uma grande perda para a cultura e Literatura Portuguesa. Saramago viverá para sempre nos corações de todos aqueles que o souberam amar e respeitar como Homem e Escritor.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Observador disse...

Rest in peace.
Forever.

Vicktor disse...

Querida Elvira

Que Viva Saramago!!

Beijinhos.

FGV disse...

Morreu o Homem, fica a Obra, Saramago deixa uma imensa obra de importância mundial que só engrandece a Língua Portuguesa.

As minhas homenagens a Saramago.

gaivota disse...

depois de tudo o que já foi e está dito e escrito!
paz à sua alma...
beijinhos

Multiolhares disse...

Assim é chega um momento que tudo acaba, mas ele vai permanecer entre nós pelo seu legado
beijinhos

Brancamar disse...

Olá Elvira,

Um grande beijinho para si e uma boa semana.

Saudades de a ouvir, de a ler, a vida tem sido difícil, os horários também.

Saramago não comento, lamento a sua morte, como a de outros escritores, não era dos que mais apreciava, mas respeito, por isso há vários artistas na literatura, na pintura e em todas as áreas, para todos os gostos.

Tudo de bom para si, para a família toda e especialmente para a netinha.
Branca

Dylan disse...

José Saramago não era menos português por não pôr a bandeira à janela na véspera de um evento desportivo. Acima de tudo, a sua essência era ibérica. Convém dizer que só saiu de Portugal devido à ostracização de Sousa Lara, comprovada agora com o episódio político revisionista da não presença de Cavaco Silva no seu funeral. "Viagem a Portugal" é reflexo de amor e do encantamento que sentia pelo país, pela sua beleza e cultura, pela classe trabalhadora, espelhada na sua identidade, mesmo que isso significasse ir contra a ideologia do seu partido, contra a maioria religiosa, contra o politicamente correcto. Para o seu espírito inconformado, a morte é pouco relevante. Como diria Saramago, "o fim duma viagem é apenas o começo de outra".

http://dylans.blogs.sapo.pt/

São disse...

Ficámos mais pobres com a morte de Saramago e a de joão Aguiar.

Uma semana boa.

Nocturna disse...

É verdade Elvira ficamos muito mais pobres. Para além do escritor perdemos o Homem Vertical, seguro das suas convicções e uma voz sempre ao lado dos mais desprotegidos.
Este não tem sido um ano fácil, algumas figuras importantes da nossa cultura, abandonam-nos . Entre eles o querido João Aguiar.
Sejamos dignos da sua memória

Helena Teixeira disse...

Paz à sua alma.

Espero que esteja tudo bem consigo Elvira.

Jocas gordas
Lena

Visite-nos lá na Aldeia,temos saudades suas e de saber como está.

Patri disse...

Todos hemos sentido muchísimo su pérdida...

Besotesssssssss

AFRICA EM POESIA disse...

Elvira

Com um beijo

Tenho selo para ti

Saudades

Celia disse...

Estou muito ausente, devido as férias. quando terminar, retornarei ao normal. Bom verao. Bj