18.11.09

MARIA - PARTE V


25 comentários:

direitinho disse...

É difícil ler esta parte sem que as lágrimas bailem nos olhos e que não nos vejamos retratados nas relações com os nossos pais e hoje com os nossos filhos.
Parece que abordou os principais conflitos e que esta história é um auto retrato de muitas vidas na actualidade.

Dulce disse...

São os desencontros da vida, o não respeitar as diferenças e o não entender que cada pessoa é um mundo, único e precioso.
Continuemos... vamos ver qual o destino da pobre Maria.
beijos

gaivota disse...

seria normal... a elisa cheia de trabalho que felizmente conseguiu e até mesmo fazer carreira, a filha era como "um estorvo"... e cresceu rebeldemente... o resto são as reacções normais para uma jovem que tenta de facto vingar o destino que lhe fora traçado de não poder vir a ser mãe!
valente Maria!
beijinhos

mjf disse...

Olá!
História tão actual:=(

Beijocas

Isa disse...

A personalidade de Maria impressionou-me,pela positiva,claro.
Beijo.
isa.

Pitanga Doce disse...

Há Marias que se casam assim tão cedo.

boa tarde Elvira e há correio

actividade sénior disse...

Elvira
Muitas vezes os nossos pais de tanto nos querer cometem erros...e nós voltamos a cometê-los...
A minha afirmação provem da observação pois não tenho filhos...
Agora fico à espera que a Maria, mulher deste tempo, consiga vencer os obstáculos da vida.
E a si agradeço-lhe esta partilha de histórias de vida e desejo que a sua mãe esteja melhor.
Beijinhos
Alcinda
Reparo agora que vai no endereço da Universidade Sénior porque estive no blog da mesma.

Léo Metallica disse...

O típico drama familiar. É triste dizer, mais tais absurdos ainda ocorrem hoje em dia.

A falta de experiência a fez gravidar, e a rigidez da mãe vindos de uma época menos liberal contrasteiou com um choque cultural.

Somente nos momentos de aflição e desespero para unir as duas em pensamentos.

Direto do Rio.
Beijos.

Vieira Calado disse...

Olá,amiga!

Como está?

Olhe, enquanto a sua história segue

também segue o embelezamento da cidade de Lagos.

A praça foi inaugurada...

mas não está pronta!...

Como quase tudo, neste país.


Beijinhosss

José Pinto disse...

Olá Elvra
É umm episódio impressionante!

Esta relação conflituosa mãe/filha acontece com mais frequência do que pode parecer. É um amor de exigência incontrolada que escraviza as duas.

Um abraço

abueloscrisytoño disse...

Hola amiga ya somos dos entre nietos y abuelas no damos hecho, es la vida como la de tus historias una cadena con muchos eslavones.
A.Cris

Georgia disse...

Elvira, passando para um beijao, mas eu nao consigo acompanhar esses seus contos. Minha agitacao por aqui é muita. Uma pena!

Bjao

Mariazita disse...

Amiga, este capítulo está fortíssimo!
Este relacionamente entre mãe e filha não é tão invulgar como se possa supor. Eu conheço um caso muito de perto, e haverá muitos outros.
Fico na expectativa do que vem a seguir.

Uma noite feliz.

Abraço
Mariazita

Tite disse...

As relações com a família sempre foram difíceis, dizia-se porque as famílias viviam todas juntas.

Hoje os filhos casam e têm as suas próprias casas mas as relações não melhoraram tanto assim. Diria até que esfriaram com a força da distância.

No entanto, penso que esta Maria talvez acabe por entender a Mãe que fez todos os sacrifícios para lhe dar o melhor.

Eu tenho paciência para esperar o fim desta história de vida.

Beijos


PS - Gostei do Presépio. Já cheira a Natal

Nilson Barcelli disse...

Cometer erros com os filhos como os que a mãe da Maria cometeu é mais vulgar do que parece.
O teu romance (ou conto) promete...
Fico à espera de mais, querida amiga.
Beijos.

Nilson Barcelli disse...

ah... o teu presépio é lindo... gostei.

O Guardião disse...

A velha tentação de se tentar cumprir os nossos sonhos através dos nossos filhos. Não dá certo, mas quantos são os que cometem ou tentam essa asneira.
Cumps

Maria disse...

Muito interessante este capítulo... Grande Maria! Vai ter mesmo o filho...
Fico à espera de mais.

Um abraço, Elvira

Sonia Schmorantz disse...

As histórias se repetem...valessem conselhos de quem já viveu, o mundo seria outro...
Querida, hoje vim te desejar paz, serenidade, sei o quanto é atribulado cuidar de uma pessoa doente, ainda mais aquela que mais amamos...força!
beijos

Rafeiro Perfumado disse...

Os pais por vezes querem viver nos filhos aquilo que a vida lhes negou. É um grande erro, pois estão a privá-los da maior dádiva que a vida nos dá, a liberdade de escolha do nosso futuro.

Beijoca.

Mariazita disse...

Com os votos de bom fim de semana venho convidar-te a ir ao meu blog OLHAI OS LÍRIOS DO MACUÁ
buscar as flores que colhi no meu jardim para as minhas amigas.
Encontra-las na sidebar, em 1ºlugar.

Beijinhos
Mariazita

Jorge P.G disse...

Ser pai é procurar ensinar os filhos a voar sozinhos.
Não há que forçá-los a nada que não seja serem responsáveis pelos seus actos.

Um abraço.

Dualidades disse...

Vejo que por aqui o Natal já está a chegar. :)

Passei para pôr alguma leitura em dia e desejar um bom fim-de-semana.

Filoxera disse...

Uma Maria determinada, como eue acho que devemos ser.
Estou a gostar.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,