11.3.13

VIDAS CRUZADAS - PARTE IV



. 

19 comentários:

São disse...

Para mim, continua a ser chinês, que não entendo nada de medicina, rrssss

Além disso, ainda hoje, há médicos que preferem ser eles a saber em primeira mão, não é?

Quando tive eritema nodoso, passei uma tarde angustiada, porque entendi mal o resultado das ditas análises.

Amiga, boa semana

Vitor Chuva disse...

Olá, Elvira!

A história está a ficar dramática e pesada - como na vida de muitos outros Pedros acontece.E entre o saber ou não a verdade, num caso como este,não serei qual será a menos má das opções...

Um abraço amigo, e até ao próximo capítulo; boa semana.
Vitor

Vitor

Duarte disse...

Aqui deixas plasmada uma realidade do dia a dia, quando o médico abre o envelope para ver os resultados da analítica ante a expectativa atenta de quem aguarda a noticia...
Algum dos facultativos são pouco apologistas à hora de dar explicações e outros pouco delicados à hora de expor razões.
Excelente, como sempre, a tua narrativa.

Andre Mansim disse...

Legal Elvira!
Como sempre tudo o que vc escrever é legal!

Obrigado pela sua amizade e dedicação em me ajudar nas pesquisas sobre Portugal e a Idade Média, tem me sido de grande valia!

Um beijão e fica com Deus!

FireHead disse...

Eh pá, eu tenho que ler os posts anteriores porque perdi o início desta história. :)

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Interessante, como a gente passa a ter sentimentos de empatia para com o personagem! Ficarei acompanhando o desenrolar da doença de Pedro, torcendo por um milagre!

Um abraço, Elvira

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Claro que fico a torcer pela cura do Pedro. Quem dera que acontecesse o milagre, Elvira! Bem...o melhor é esperar. Agora quero agradecer-te, embora um pouco tarde pela bela homenagem que fizeste a todoas as mulheres com este belíssimo poema de Vinicious de Morais. Não conhecia e fiquei deslumbrada. Obrigada, querida amiga, pela partilha e pela bela escolha para homenagem a todas nós , mulheres. Um beijinho e espero que os teus dizs sejam de muita luz, apesar deste tempo tão chuvosos que temos tido.
Emília

Luma Rosa disse...

Poxa! Pegou pesado, Elvira!!
Vamos ver o que sucede-se nos próximos capítulos!!
Não abro exames, pois fi-lo uma vez e achei que estava muito doente e não era nada! :)
Beijus,

edumanes disse...

Boa noite amiga Elvira, vamos aguardar pela próxima parte de Vidas Cruzadas. Esperando que o milagre tenha acontecido salvando da morte o Pedro. Que segundo as análises e o prognóstico do médico não eram nada favoráveis à continuação de sua vida. Pelo contrário estaria muito próxima do fim!

Boa noite para você, amiga Elvira,
um abraço. Eduardo.

Lilá(s) disse...

Imaginava algo grave mas, não tanto assim! o drama está bem pesado!
Bjs

Jorge P.G disse...

Esperava, naturalmente, que o Pedro tivesse algo de grave.
Agora, resta saber a evolução da doença e o seu comportamento perante tão pesaada realidade. Dizer, ou não, a verdade à mãe deve ser o seu maior dilema.

Um abraço.

Mariangela disse...

Nossa Elvira, muito triste este laudo..mas como acredito em milagres vou começar a torcer por um, já que na época a cura do câncer era difícil!
Beijos amiga!
Mariangela

LUZ disse...

Olá, estimada Elvira!

Como têm passado?

Bem, o seu Pedro, ou melhor e mais concretamente, não merece uma doença deste género.
Algo me diz, que na história vai haver uma reviravolta, sim, porque a personagem principal não pode fenecer, desaparecer, assim, deste modo.
É capaz de ter havido algum engano, troca de análises, que, agora, chegam às nossas mãos através da Internet, tal como tantos outros documentos. documentos.
Há dias, chegou-me o IMI, que baixou substancialmente, após pedir a avaliação, pela Net.

Beijos, para todos, e em especial para a Nita.

LUZ disse...

Elvira,

Pretendo retificar a seguinte frase no meu anterior comentário:
e mais concretamente, o Pedro da sua história, não merece...
A palavra documentos está repetida, também.
Estou bem cansada, mentalmente falando, mas quero ajudar a formar cidadãos conscientes, que saibam ler, escrever e contar, muito satisfatoriamente.

Beijos.

Kim disse...

Deve ser terrível, a hora da verdade!
Nem quero pensar!
Beijinho Elvira

O Puma disse...

É triste morrer

saudável

BJ

Celina disse...

Oi Elvira bom dia para vc , venho acompanhando a sua historia, é triste , mais muito interessante e nos deixa num suspense,o que será de Pedro?. vai superar doença... existe os milagres. Um final de semana de muita paz,

FireHead disse...

Deve ser uma sensação muito violenta descobrir-se que está com um cancro em situação terminal. É daquelas coisas que não devemos sequer desejar aos nossos piores inimigos.

LopesCa disse...

Coitado