14.5.10

SE EU TIVESSE CORAGEM...



Se eu tivesse coragem,
havia de cantar
para os homens que vivem algemados
aos dias sem pão, nem futuro.


Se eu tivesse coragem,
havia de cantar
para os operários sem emprego,
engolindo dia a dia
os sonhos afogados no tempo
dum mísero subsídio.


Se eu tivesse coragem,
havia de cantar
para os jovens, sem tempo nem idade
perdidos
nos tortuosos caminhos da droga.


Se eu tivesse coragem,
havia de cantar
as minhas fantasias de criança,
a minha ansiedade de adulto,
a minha angústia de idoso,
a minha dor sem dor tão sentida.


Se eu tivesse coragem,
havia de cantar
a minha fome de justiça
os sonhos que não sonhei
a vida que não vivi
a cruz que sem fé carreguei.


Se eu tivesse coragem,
havia de cantar
contra aqueles que nos dão
falsas ilusões
em forma de "Magalhães"
em vez de pão
habitação
escolas
hospitais.


Ah!... Se eu tivesse coragem...


EMBORA NÃO SEJA RECENTE ESTE POEMA INFELIZMENTE MANTÉM-SE ACTUAL, RAZÃO PELA QUAL RESOLVI REPUBLICÁ-LO.

2.5.10

FELIZ DIA ... MÃES

Para todas as amigas que são mães, gostaria de deixar aqui um abraço e que tenham tido um dia muito feliz.
O meu e de minha irmã foi passado nas urgências do Hospital do Barreiro com a nossa mãe.