2.6.08

MARIA DA GRAÇA



49 comentários:

SADY FOLCH disse...

Querida Elvira, quero apenas dizer-te neste instante uma coisa.
Ao som ambiente de Manuel Freire, só coube-me pratear em silêncio a tanta dureza que passa a humanidade.
Falar-te-ei em outra ocasião.
Abraços querida amiga.
Sady

Juℓi Ribeiro disse...

Querida amiga Elvira:

Com sensibilidade e talento
nos teus textos maravilhosos,
sempre me levas a uma profunda reflexão.
Adorei...

Um grande abraço sincero e feliz.

Belisa disse...

Olá
Gostei de ler o seu conto. É bastante triste e faz-me pensar em com existem pessoas com tanto sofrimento.Oxalá seja só ficção!
Beijos estrelados

Brancamar disse...

Elvira,
Li o seu texto muito rápidamente porque passei a noite noutras andanças.
Infelizmente vidas destas não são ficção, infelizmente a dor imposta, os maus tratos, etc despertam o pior que há em nós, é preciso ser muito forte para resistir, mas quero voltar a ler com mais atenção. Voltarei para recomentar.
Beijinhos.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Elvira, estou como meu coração pequenino... Que história e que história como, esta andaram por este País...
É a triste realidade da vida dos imfortunados deste mundo... Obrigada Amiga... Beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

anamarta disse...

Acabei de ler o texto em lágrimas! O sofrimento tem que ser imenso! para uma mãe chegar ao extremo de pensar na morte dum filho!
E hoje em dia pouca gente há que não tenha conhecido de perto casos semelhantes a esse infelizmente! Um Abraço

Georgia disse...

Elvira, esses contos me deixam tao sensível, me fazem refletir tanto sobre as nossas vidas...

Grande beijo

Pena disse...

Estimada,Perfeita e Imprescidível Amiga Elvira:
Uma narração brilhante e repleta de conhecimentos literários na poderosa e incrível narração que prende e cativa do início ao fim.
Parabéns à Maria ou Maria da Graça,pela força,pela tenacidade e pela sofrida vida desencantada de coragem.
Conheço Pessoas com um sentimento e luta imensa.
Conheço termos que utiliza na belae magnífica descrição sensível e apaixonante.
Por último, o flagelo da droga que rouba, descaracteriza a vida e transporta em si dor e sofrimento.
Tantos casos idênticos que DEus já fez justiça.
Brilhante, Amiga Gigante.
Um Bem-Haja Grande pela pessoa que é, amiga doce e encantadora.
Adorei, por ser um texto sublime e pertinente, nada arredado da existência dos dias de hoje.
Acontece e faz doer a Alma.
Como entendo a Maria?
Beijinhos de pura amizade e estima.
Sempre a admirá-la.

pena

elisabete cunha disse...

Querida

venho notado a solidariedade com minha irmã,obrigada !
http://elisabetecunha2008.wordpress.com/
esse é o novo endereço do blog

abraços!

gloria cunha

pinturasempeniche disse...

Texto arrebatador e profundo, dá que pensar, ninguém fica indiferente.
Já nos habituou a isso.

Abraço

Maria disse...

A tua escrita prende. Começa-se a ler-te e não se conegue parar...
Não uero entrar em detalhes porque tenho exemplos muitos próximos do que é a droga. Em várias vertentes.
Digo apenas que compreendo perfeitamente o desabafo da Graça, em perfeito estado de desespero.... afinal eles escolhem a vida que levam....

Um abraço, Elvira

fj disse...

Belo conto, presumo q seja ficção, mas muito semelhante ao que existe na realidade!!
um abraço

Taty Ferreira disse...

Texto lindo minha amiga!

Seu blog nunca passa despercebido... É ele que sempre me faz refletir!!!

Estou um pouco desanimada de postar...
Por isso vim apenas lhe visitar!

B Jinhus

Sophiamar disse...

Querida Amiga!

Um texto comovente que pode muito bem ser real. Muito bem escrito, lê-se de um trago. Há famílias onde isto acontece. Infelizmente! Que vida tão triste, tão dura, tão injusta!
Fiquei com o coração apertadinho!
As tuas palavras tocam-nos profundamente.

Beijinhos

amigona avó e a neta princesa disse...

Infelizmente tão real! E não deveria ser!!!
Beijos...

Zé Povinho disse...

A vida é tantas vezes cruel, que até dói quando pensamos no futuro das crianças e jovens.
Abraço do Zé

lula disse...

Infelizmente, isto é a história de muitas vidas e de muitas famílias.
A droga é um dos maiores flagelos da humanidade. Destrói as vidas de quem se embrenha nos seus meandros e a das pessoas que estão à sua volta.
Um beijo

o escriba disse...

Elvira

história comovente e bem real.
Infelizmente a vida é feita de coisas boas e muito más. Sorte a Graça ter um ombro amigo para poder deixar cair um desabafo e arranjar coragem para continuar.

bjs
Esperança

Jorge P.G disse...

Elvira, há gente que parece atrair sobre si a má sorte do mundo.
Esta Graça é um exemplo de que os nossos pequenos contratempos são migalhas, ao pé da vida verdadeiramente infeliz de outros nossos semelhantes.

O amparo que deu à sua antiga amiga de jorna deve ter sido das poucascoisas boas que ela teve nos últimos tempos. Como ser humano, agradeço-lhe.

Um abraço para si.
Jorge P.G.

Manuela disse...

Quantas Marias da Graça andam por aí.
Infelizmente.
Adorei a história apesar de já saber de histórias parecidas está muito realista.
Abraço
Manuela

estermag disse...

Gostei de ler, triste vida da Maria da Graça...é um texto que me fez refletir e principalmente agradecer a Deus pela família que tenho, que as muitas " Marias da Graça " que vivem histórias iguais ou parecidas consigam encontrar forças para continuar.
Beijinho Elvira, como sempre a nos despertar para uma realidade que direta ou indiretamente nos diz respeito.

abueloscrisytoño disse...

La vida es muy dura.

Um Momento disse...

Minha Querida Elvira...
Se voltares a ver a Graça...Dá-lhe um Forte abraço por mim...

Não tenho mais palavras...

Um abraço forte... em ti!!!

(*)

José disse...

Nos dias de hoje, existem centenas de casos como o da Maria da Graça," veridico ou não". já vivi de muito perto um caso semelhante de uma vizinha minha, também viuva,lutou tremendamente para recuperar o seu unico filho, marginalizada por muitos,apoiada por outros, mas sempre agredida e espoliada pelo seu próprio filho. A graça de Deus fez a justiça divina.
Nos dias de hoje ninguém está isento de poder atravessar um pantano deste tamanho...
parabéns pelo texto! ele é um alerta há realidade actual, onde todos nós devemos prestar muita atenção a tudo o que nos rodeia.

um abraço

mary90 disse...

Olá Elvira.
Casos como este da Graça infelizmente há muitos e, raramente têm um final feliz.
Nunca se sabe o que dizer a uma amiga com um problema destes.
Tenho muita pena dos pais com filhos drogados, conheço alguns casos em que a vida deles desabou, perderam tudo, gastaram dinheiro para os recuperar não resultou, foram roubados e tiveram de pagar dívidas a outras pessoas, uma tragédia!
Ouvi uma mãe que tinha sido espancada pelo filho a dizer que queria que ele morresse,e quem ouviu chamou mãe desnaturada à senhora,será que era?
Beijocas.

Dualidades disse...

A vida nem sempre é da forma que a idealizamos.

Dualidades JP

Jorge P.G disse...

Deixo-lhe hoje um simples abraço, Elvira.

Maria Faia disse...

Querida Amiga,

É deveras emocionante a história de vida que nos contas. A história de uma mulher sofrida, uma entre tantas que por este mundo gravitam e que, quando paramos para pensar nelas, sentimo-nos demasiado pequeninas, demasiado impotentes.
Ao longo da minha vida trabalhei e conheci muitos jovens e menos jovens toxicodependentes. Uns pararam com os consumos e refizeram as suas vidas mas, a maioria que conheço não o conseguiu. Conheço até quem tenha conseguido tornar-se "pessoa importante" (para usar uma expressão da gíria popular...).Mas, tristemente, mesmo aqueles que o conseguiram, ficaram com sequelas para o resto das suas vidas. Sequelas que combatem com outro tipo de drogas (geralmente tranquilizantes). Outros superam com muito amor, quando o sabem aceitar e viver. Sim, porque há aqueles cujas personalidades se deformaram a tal ponto que quase vivem contra si próprios, buscando formas de sublimação que não os deixam ser felizes porque só se vêm a si próprios...de tudo e todos têm medo... procuram muletas nos outros humanos... etc... etc...
Bem, esta história da grande mulher que é a Maria da Graça trouxe-me à memória outras histórias de vida... e deixou-me a pensar...

Deixo-te um beijo Amigo,

Maria Faia

Multiolhares disse...

Como é difícil julgar sentimentos
Não o devemos mesmo
Só sei que existe muito sofrimento nesses casos
beijinhos

Anónimo disse...

Preguicite Aguda! rs...

Mas logo eu apareço! rsrs

BJinhus taty

Caixinha de Surpresas disse...

Amiga Elvira,
como sempre faz-me pensar e reflectir sobre a dura realidade da vida...tanto amigos e tantas familias que conheço que passaram e continuam a viver essa triste realidade que nos relata. Tantos jovens lindos que se perdem e não encontram a sua estrela-guia...
Muitos beijinhos e muito obrigada por ser tão especial.
Orlanda

Salvador Vaz da Silva disse...

Cara Elvira:

Em primeiro lugar quero agradecer-lhe, em meu nome e do IPO, a sua menção ao livro Catedral. Bem Haja!

Em segundo lugar dizer-lhe que foi um enorme prazer ler o seu blog.Parabens por ser uma Mulher de Causas, pela sua humanidade e maneira de olhar para o Mundo. Continue assim e conte comigo para o que quiser.

Um abraço apertado,

Salvador

anamarta disse...

Elvira
Passei por aqui. Deixo-lhe um abraço

mjf disse...

Olá!
Um texto muito actual e triste...deixa-nos sem palavras...

Beijocas
Bom fim de semana

salome disse...

O que dizer a uma amiga.São casos como este que os aparecem no real todos os dias.Beijinho

Berta Helena disse...

Querida Elvira,

Uma história de partir o coração porque sabemos que traduz uma crua relidade. Infelizmente.
Li com muito interesse porque está muito bem escrita, claro.

Beijinhos.

Silvana disse...

Pasa unha boa fin de semana!!

Filoxera disse...

Há vidas difíceis. E há pessoas que mereciam tanto, e tão melhor...
Beijos.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Querida Elvira, por e-mail perguntas-te de que livro eu estava a Falar ?
O livro que comprei por tua recomendação foi CATEDRAL de Salvador Vaz da Silva... Compreendes agora ?
Boa fim de semana, beijinhos de carinho,
Fernandinha

Nilson Barcelli disse...

Excelente conto.
A tua narrativa envolve o leitor enquanto o drama se adensa cada vez mais.
Parabéns pela qualidade do texto.

Beijinhos.

Vieira Calado disse...

Fiquei, mais uma vez, embevecido a ouvir a música e as palavras.
Bom fim de semana.
Bjs.

Papoila disse...

Querida Elvira:
A história da maria da Graça aqui contada com mestria que se repete em tantas Maria Da Graça deste nosso país.
Beijo

São disse...

Amiga, só para lhe dar o doce...
Bom fim de semana,

Benó disse...

Sentada frente a este monitor que me vai absorver por alguns momentos,quero deixar-lhe um grande e profundo abraço.
Boa descrição duma actualidade dolorosa.
Um bom fim de semana, com alegria.
Seja Feliz!

Sasha Cores & Companhia disse...

Passei para te deixar um beijinho.
Bom fim de semana.

Ângela Coelho disse...

Elvira, obrigada por ter visitado meu blog. Gostei muito do teu cantinho.Lindo e triste este conto, � o retrato de tantas hist�rias que conhecemos. Adorei a m�sica ao fundo. Beijos.

Carminda Pinho disse...

Bom fim de semana, Elvira.

Um abraço.

Maria Vieira disse...

Quantas Marias da Graça não dirão o mesmo que essa disse,eu já o ouvi vá
rias vezes da boca de muitas mães.
Uma delas chorava sobre o corpo já sem vida do filho,olhou para mim e disse-me pronto acabou tudo,já não sofre nem faz sofrer,limpou as lágrimas e foi tratar do funeral.
Faço este relato porque trabalho num hospital,e como deve compreender é uma situação a que infelizmente muitas vezes assisto.
Obrigado por relatar aqui a realidade nua e crua dos nossos dias.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,