14.5.15

MARIA PAULA - PARTE XXIV


A primeira coisa que Diogo fez quando chegou à rua foi procurar a tal padaria. 
Encontrou-a sem dificuldade. Aproximou-se até bem perto, e aí parou. O pai de Maria Paula tinha dito que ela saía às sete. Eram precisamente cinco e quarenta e cinco. Não podia aparecer à jovem no seu local de trabalho, não 
só porque ele sabia que Maria Paula não gostava, mas também, porque depois da maneira como tinham terminado o namoro, precisavam de ter uma conversa séria que não seria possível num balcão de padaria. Tinha que 
esperar pela hora de saída da jovem e resolveu fazê-lo ali mesmo num simpático cafezinho com esplanada, quase frontal à padaria, donde veria perfeitamente a jovem, quando saísse do trabalho. Pediu uma cerveja, que o empregado lhe trouxe de seguida, acompanhada com um pires de tremoços.
Enquanto aguardava a marcha lenta dos ponteiros do relógio, mentalmente foi ensaiando o que iria dizer à jovem. No fundo sentia-se um pouco ridículo, pela ansiedade em que se encontrava. Afinal tinha quase 30 anos, acabara de vir de uma guerra, e estava a tremer como um adolescente. Estava nervoso. 
E se Maria Paula o tivesse esquecido?
- “Não sejas parvo. Se isso tivesse acontecido, o pai não te diria para a vires buscar” – pensou, tentando aquietar o coração.  Pouco antes das sete, pagou a conta, e concentrou toda a sua atenção, na porta por onde a jovem sairia.
Emocionou-se quando a viu aparecer. Estava mais magra, mas mantinha o porte altivo, e conservava no andar, a graciosidade das gazelas da sua terra.
Atravessou a rua, e uma vez atrás da jovem chamou:

-Maria Paula!

A jovem parou de repente. Mas durante alguns segundos, 
que a Diogo pareceram uma eternidade, não se voltou. Então ele chamou de novo:

-Maria Paula!


Amigos, graças a Deus estou bastante melhor. Ainda estou um bocado em baixo, mas penso que o pior já passou. A biopsia ao estômago deu negativo, o exame das glândulas do pescoço também. Próxima semana tenho mais três exames médicos, entre eles uma colonoscopia. E quanto à consulta de cirurgia  ainda não sei quando será.
Obrigada pelo vosso carinho e amizade. 




13 comentários:

Edumanes disse...

Maria Paula, não respondeu,
por agora sem mais falatórios
o que a seguir aconteceu
saberei nos próximo episódios!

Tenha uma boa tarde e continuação de boa saúde amiga Elvira, um abraço.
Eduardo.

Berço do Mundo disse...

Cara Elvira, pelo que vejo, os problemas de saúde não são passageiros... consulta de cirurgia? Então que se passa?
Votos de que corra tudo bem.
Beijinhos
Ruthia d'O Berço do Mundo

lis disse...

Oi Elvira
Estive ausente por uns dias e parece muitos. Li os capítulos anteriores ja sabia que estava debilitada e feliz porque a recuperação está acontecendo e breve estará totalmente bem .È o que todos desejamos.
Agora fico aguardando o resultado do Encontro e como Maria Paula vai reagir ao ver Diogo .
um abraço grande

Majo disse...

~
~~~~~ Mas que emocionante, Elvira!


~ ~ ~ Ótima e segura convalescença. ~ ~ ~

~~~~~~ Abraço amigo.~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Na próxima vez, ao ouvir "Maria Paula!", certamente, ela atenderá ao chamado!Espera-se um romântico reencontro...!

Depois de um resultado negativo, para a biópsia, o que mais se deseja é a sua saúde seja recuperada em breve, Elvira. Meu abraço!

Laura Santos disse...

A Elvira gosta de criar um pouquinho de suspense, e muito bem. Eu acho que a Maria Paula vai gostar de reencontrar Diogo.
Que a sua saúde não lhe dê mais aflições, Elvira. Ainda bem que está melhor. A saúde é sempre o mais importante.
xx

Pedro Coimbra disse...

Já fiz duas colonoscopias e uma endoscopia (o histórico familiar é terrível).
Com sedação não custa nada.
As melhoras.
Vai correr tudo bem.

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Nos deixa sempre curiosos por mais saber.
Que bom que está melhor querida amiga Elvira.
Estamos em oração por você,Deus está no controle e tudo dará certo com a graça de Deus.
Grande beijo em seu coração e agadecida por sua doce visita.

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Elvira.
Este Diogo sofre...

E Elvira vai ultrapassando suas etapas. A colonoscopia será com anestesia, suponho - assim, será bem mais tranquilo. É um batalhão de exames aborrecidos, mas necessários para tranquilizar.

Um bjn de força ;)

Ana S. disse...

Pensamento positivo e muita força que tudo irá correr bem!

lua singular disse...

Oi Elvira
Adoro seus contos
Escreve muito bem e sabe nos segurar nos seus escritos ansiosamente.
Passe um e-mail pra mim, tem no meu blog.
Beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

A emoção tomou conta da Maria Paula. Por isso ela não respondeu. Aguardemos o final.

Fiquei feliz por saber que estás bem.

Abraços,

Furtado.

aluap Al disse...

Elvira, pensei que o seu problema de saúde era menos grave, espero que daqui para a frente as noticias continuem a ser boas e tudo lhe corra bem.
Um abraço meu.
Paula