29.12.11

UMA HISTÓRIA DE AMOR

Recebi esta mensagem por email. Não sei quem é o autor, mas achei por bem colocá-la aqui como última mensagem deste ano. Espero que vos agrade.

foto da net



UMA HISTÓRIA DE AMOR

Há muitos anos atrás quando eu trabalhava no hospital de Stanford, conheci uma menina chamada Liz, que sofria de uma estranha enfermidade, cuja única esperança de salvação era uma transfusão de sangue de seu irmão, de cinco anos que idade, que milagrosamente havia sobrevivido à mesma doença e tinha desenvolvido anticorpos necessários para combatê-la.

O doutor explicou a situação ao menino e lhe perguntou se estaria disposto a doar sangue a sua irmã. Eu o vi duvidar apenas por um momento, antes de dizer com um suspiro:

- Sim eu o farei se isso salva a Liz.

Enquanto durava a transfusão, o menino estava recostado numa cama ao lado da de sua irmã, olhando sorridente enquanto nós assistíamos a ele e a sua irmã, enquanto víamos as cores voltarem ás faces da menina. Então o menino empalideceu e perguntou com voz temerosa ao médico:

-Doutor, a que horas vou começar a morrer?

Tendo apenas 5 anos ele não compreendera o médico. Pensava que para salvar a irmã teria que dar todo o seu sangue e morrer. Mesmo assim ele lho dava.



DÁ TUDO POR QUEM AMAS

AMA COMO SE NUNCA TIVESSES AMADO


NÃO MENOSPREZES A AMIZADE DOS TEUS AMIGOS

VIVE TODOS OS DIAS COM AMOR, FÉ, E PAZ

TRABALHA COMO SE NÃO NECESSITASSES DE DINHEIRO

DANÇA COMO SE NINGUÉM TE ESTEJA A VER
E SOBRETUDO RESPEITA OS OUTROS E O PLANETA COMO SE DISSO DEPENDESSE A TUA VIDA.

PARA TODOS OS QUE POR AQUI PASSAM QUE 2012 SEJA PARA CADA UM DE VÓS, APENAS E SÓ COMO O DESEJAM.

20 comentários:

Maria disse...

Tremenda, a história.
Fiquei sem palavras...

Bom ano e um abraço, Elvira.

Isamar disse...

Uma história de vida e de amor muito, muito, bonita e comovente. Duas crianças, dois seres indefesos, inocentes que nunca deviam sofrer as agruras da vida.
Feliz Ano Novo, amiga! Que todos os teus desejos sejam concretizados apesar do mau momento por que passamos. Saúde, Paz, Amor...

Beijinhos

Bem-hajas!

nacasadorau disse...

Amiga Elvira!

Há contos que devem der mostrados e lidos, este é um deles.

Feliz Ano Novo!
Tenhamos esperança de que seremos capazes de fazer algo para reverter a situação.

Abraço

Lilá(s) disse...

Querida amiga Elvira, obrigada pelas maravilhosas partilhas ao longo do ano, que elas se mantenham em 2012.
Feliz Ano Novo
Bjs

gaivota disse...

sem mais possíveis palavras...
feliz ano novo, querida amiga!
beijinhos

manuela barroso disse...

Ola Elvira,
Depois da sua linda história de Natal, outra não menos extraordinária!
E todos irmanados numa constante corrente de paz e amor, desejo-lhe um FELIZ ANO DE 2012.
Muitas felicidades
abraço

Fátima Pereira Stocker disse...

Elvira

História profundamente comovedora e votos que partilho.

Feliz Ano Bom

BRANCAMAR disse...

Elvira, minha amiga,

Como já referi a um outro amigo, tenho andado "muito preguiçosa" nas minhas voltas pela blogosfera, mas não podia deixar de vir aqui desejar-lhe um ano de 2012 o melhor possível dentro do contexto que vivemos. Que ele seja feliz a nível pessoal, que o calor e a força da nossa família nos ajude a ultrapassar o que nos rodeia, assim como o amor do menino desta história nos ensina.

Tudo de bom para si.
Beijinhos
Branca

Nilson Barcelli disse...

Uma história de amor tão bonita.
Elvira, querida amiga de tantos anos, desejo que tenhas um FELIZ ANO NOVO, com tudo de bom para ti e para os teus.
Beijo.

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

neste Inverno prolongado

Dulce disse...

Uma linda lição de amor e despreendimento!

Obrigada, minha amiga, e um lindo e abençoado Ano Novo para você e para toda a sua familia.
Feliz 2012, Elvira

Beijos

Observador disse...

Um muito bom ano de 2012 para si e todos os seus.

Um abraço

LopesCa disse...

Bom Ano 2012 :)

paideleo disse...

Coñecía esta historia pero sempre gusta volver lela.
Que teñas un feliz 2012 !.

Luma Rosa disse...

Uau!! Que bela história de um amor puro e inocente! Se fosse possível que todos amassem como as crianças... beijus,

Green Knight disse...

Olá Elvira!
"Amar como as crianças foi o que Jesus ensinou.Nada acontece por acaso;tudo tem um sentido e tudo nos deve servir como lição de aprendizagem,no mundo em que vivemos.
Um Bom Ano para todos.
Beijocas
Mariana

nacasadorau disse...

Esse é o amor fraternal, divinal!

Lindo, amiga Elvira

Abraço

São disse...

Caramba! Fica-se muda.

Um excelente aono , amiga

Graça Pereira disse...

Passei para te desejar um BOM ANO e...encontro esta história FANTÁSTICA de amor fraterno!
Bem-hajas!
Beijocas.
Graça

Magali disse...

Linda mensagem Elvira...obrigada por sempre visitares meu blog...és uma pessoa especial, pode ter certeza. Feliz 2012. Bjs